Campeonato Brasileiro

Copa do Brasil

WWE

Postagens Recentes

Giaffone sai na frente, na decisão da Copa Truck em Interlagos

17:22:00 Adicionar Comentários

A Volkswagen/Man junto de Felipe Giaffone, fez a festa no treino oficial para as decisões da Copa Sul/Sudeste e da Copa das Copas 2017. Tendo no atual líder geral, e piloto da equipe RM Competições, uma sobra absurda em relação aos outros 19 caminhões. Foi amplamente mais veloz que os demais.

E mesmo sabendo do caminhão estupendo que possui, e do ponto extra conquistado pela pole, Felipe tratou de brecar o clima de 'já ganhou'

“Agora, qualquer ponto é ponto.Mas ainda temos duas provas e caminhão é sempre complicado, porque andamos no limite. Vamos fazer uma boa revisão e vou procurar correr de olho nos reloginhos, para não deixar nada acontecer e não forçar demais. Mas não poderia ser melhor”, comentou.

O piloto do caminhão #4, também explicou o porquê conseguiu uma pole tão contundente.

“Essa volta que dei na segunda classificação é daquelas que você não vê como melhorar. Eu estava com o caminhão frio e soube aproveitar. Às vezes você acerta a volta com o caminhão quente, mas ele piora seis ou sete décimos. Eu sabia que tinha de virar na primeira e ainda dei sorte de passar muito próximo do limite do radar. Acho que tudo casou perfeito”

Já Paulo Salustiano, segundo colocado no qually, disse ter ficado feliz e insatisfeito ao mesmo tempo. (?!)


“Estou satisfeito com o segundo lugar, mas não gostei da minha volta no Top Qualifying. Talvez porque tenha esquentado muito e não tenhamos treinado hoje fomos meio no escuro. Mas estou feliz pela pole do Felipe e amanhã vou tentar ser o escudeiro dele. Vou tentar largar, colocar o caminhão logo atrás dele, e se o Roberval tentar, pode vir que não vai passar”, brincou. “Quero ajudar o Felipe a ser campeão e, se der, abocanhar uma vitoriazinha”

Em terceiro, o vice-líder do overall da Copa Truck, Roberval Andrade, falou que largar em terceiro não é de todo mal - ainda mais sendo o único piloto não-VW/MAN a estar no top qualifying. Mas vale um retoque aqui e acolá no seu truckão Iveco da Corinthians Motorsport.

“Acredito muito na consistência dos meus freios. Ainda espero levar para casa esse anel tão maravilhoso que a Copa Truck vai entregar neste domingo”



O grid de largada para a corrida 1 em Interlagos, ficou assim:

1 – Felipe Giaffone (VW), 2min05s851

2 – Paulo Salustiano (VW),

2min06s862

3 – Roberval Andrade (Iveco), 2min07s750

4 – Adalberto Jardim (VW), 2min08s091

5 – Witold Ramasauskas (VW), 2min08s338

6 – Luiz Lopes (Iveco) 2min11s284

7 – André Marques (Iveco) – sem tempo

8 – Renato Martins (VW) – sem tempo

9 – Débora Rodrigues (VW)

10 – Joel Mendes Jr. (Scania)

11 – Fábio Fogaça (Ford)

12 – Pablo Alves (Volvo)

13 – Zé Maria Reis (Scania)

14 – Wellington Cirino (Mercedes-Benz)

15 – Jaidson Zini (Scania)

16 – Danilo Dirani (Scania)

17 – Beto Monteiro (Iveco)

18 – Duda Bana (Scania)

19 – Djalma Fogaça (Ford)

20 – Regis Boessio (Volvo)


Na Copa Sul/Sudeste, Giafone soma agora 43 pontos, contra 40 de Roberval, 38 de Danilo Dirani, que nem abriu a primeira volta do Q1 por problemas na embreagem, 37 de Witold Ramasauskas e 31 de Débora Rodrigues, os cinco primeiros. Na classificação válida para o campeão das copas, Giaffone chegou a 189 contra 170 de Roberval. Na rodada dupla de amanhã, 50 pontos estarão em disputa.

A primeira corrida tem largada marcada para as 13h05, na distância de 25 minutos e mais uma volta. A segunda começará às 13h45, com a mesma duração e ambas com transmissão ao vivo pelo SporTv3. Ingressos poderão ser adquiridos exclusivamente nas bilheterias, a partir das 8 horas.







Com informaçôes via: Assessoria de Imprensa/Copa Truck







por: Leonardo Bueno

Ponta Grossa/Caramuru vence Montes Claros, e se aproxima de sua meta

15:04:00 Adicionar Comentários

A vitória do Ponta Grossa/ Caramuru diante do Montes Claros, no Ginásio Tancredo Neves, em Minas Gerais,  foi de enorme importância para os rumos da equipe paranaense na SuperLiga Masculina de Vôlei. Muito mais do que possa de imaginar, mesmo sabendo que toda a vitória têm sua tenha seu valor. E logo explicarei o por quê de tamanha importância.

Sobre o Jogo:

Houve no primeiro set, ambas as equipes trocaram pontos, mas o destaque foi a torção de tornozelo do oposto Perón. Que poderia ter sido determinante para uma queda de foco e desempenho da equipe alvinegra. Entretanto, isso acabou ajudando a conquistar triunfos. Pois após ambas equipes trocem ponto até 27/27, a equipe captaneada por Fábio Sampaio conseguiu superar as adversidades e vencerem o primeiro set, por 29/27.

A tônica do segundo set, foi a mesma do primeiro. Troca de pontos por quase todo o período, mas desta feita, com termíno de trocas em 23/23. Novamente a equipe pontagrossense superou o rival nos detalhes, e fechou o set em 25/23.

No terceiro set, Montes Claros não viu a cor da bola. O Caramuru soube se impôr mesmo como visitante, e venceu com relativa facilidade a parcial, por 25/16, e sacramentando a vitória por 3 sets a 0.

Destaque maior para os bons bloqueios paranaenses, e para o oposto Léo -- eleito o melhor jogador em quadra --.

- Viemos trabalhando bastante. Fizemos um jogo ruim conta o Minas na rodada passada e viemos com tudo hoje para conseguir essa vitória. Nosso ponteiro acabou machucando, substituímos, mas o nosso time é competente e mostro isso - disse Léo.

Mas voltando ao tema importância da vitória, qual o real tamanho dela? Acima de tudo, pela pontuação. Por três pontos conquistados de forma integral e jogando muito bem. Evidente que ajustes devem ocorrer para um returno em bom nível. Mas se  seguir com desempenho parecido ao da partida da última sexta-feira (15), a equipe conseguirá o seu princípal objetivo: Se manter de forma direta na elite do vôleibol nacional. Sem precisar disputar a respecagem.

Com o resultado, além de ultrapassar a própria equipe de Montes Claros (8 pontos), abriu três pontos de vantagem para o rival da última sexta-feira, e NOVE de vantagem para a zona de rebaixamento (JF Vôlei e Maringá - 2 pontos). Tendo ainda se aproximado do grupo de classificados para às quartas de final do campeonato. Com 11 pontos, o Caramuru [nono colocado] está a três de Lebes/Canoas e Vôlei Renata/Campinas - 14 pontos).

A última partida do Ponta Grossa/Caramuru no ano de 2017, e primeira do returno do certâme, será na próxima quinta-feira (21), em Campinas, contra o Vôlei Renata. E qualquer ponto que for trazido na bagagem, será decisivo para o ano de 2018 da Associação Caramuru De Vôlei.





Foto: Letícia Soares/MOC






por: Leonardo Bueno

Sorteio coloca o Real Ariquemes/RO no caminho do Londrina na Copa do Brasil 2018

15:24:00 Adicionar Comentários
Saaalve Nação Alviceleste!O Tubarão já conhece seu adversário na primeira fase da Copa do Brasil 2018, será o Real Ariquemes/RO. O Alviceleste fará a partida fora de casa e joga pelo empate.

O Londrina está na chave 1, que conta ainda com os confrontos entre Caxias/RS x Atlético/PR; Tubarão/SC x América/RN; Brusque/SC x Ceará/CE. Caso o Alviceleste avance na competição fará o jogo da segunda fase em casa, em sorteio anteriormente realizado e enfrentará o vencedor de Brusque/SC x Ceará.
Alviceleste encontra mais um "desconhecido" para evitar novo vexame. Foto: Wellington Ferrugem

Em 2017 o Londrina enfrentou o "desconhecido" Gurupi/TO e foi eliminado ainda na primeira fase, seriedade e determinação serão fundamentais para que a zebra não volte a assombrar o Tubarão na competição.

O campeão da edição de 2018 receberá 50 milhões de reais, com o vice-campeão recebendo 20 milhões. Somando as fases anteriores o campeão receberá apenas em premiações o equivalente a 67,8 milhões de reais. Motivação não faltará aos participantes.

E você, torcedor alviceleste, gostou do adversário? Acha que podemos ir longe na competição?
 

por Diego Rocha
Siga no twitter a página oficial do Londrina EC
Curta no Facebook a página oficial do Londrina EC

Copa Truck terá várias atrações em Interlagos.

12:43:00 Adicionar Comentários

Programação cheia para decisões de domingo no Autódromo de Interlagos

SÃO PAULO – A organização da Copa Truck, fiel ao compromisso de proporcionar muito mais do que um espetáculo de velocidade, caprichou no cardápio de atrações que serão oferecidas ao público neste domingo em Interlagos, onde serão conhecidos os campeões do regional Sul/Sudeste e o das copas. Enquanto o número de candidatos ao título inclui praticamente todo o grid na terceira e última competição de 2017, a briga para definir quem é o melhor piloto do ano virou um mano-a-mano entre Felipe Giaffone (VW) e Roberval Andrade (Iveco).

A rodada dupla de encerramento do primeiro ano da categoria terá uma extensa lista de atividades para o grande público aguardado no autódromo paulistano. Quer ouvir uma boa música? Ela estará na Arena Nação Truck com o show de Rogério Lemer e Banda. Já pensou em aprender a fazer tapioca? O Piloto de Fogão da Mercedes-Benz é uma oficina culinária que vai dar os toques sobre os segredos de um dos pratos mais conhecidos da região nordestina e que caiu no gosto de grande parte dos brasileiros. A fome também poderá ser matada nos food trucks da Praça da Alimentação.

Como de hábito, a criançada mereceu atenção especial e poderá se divertir a valer nos brinquedos infláveis gigantes, como escorregador, cama elástica, pula-pula e piscina de bolinhas. Enquanto os brutos não ganham a pista, os marmanjos podem dar uma passada no CCR – Estrada para a Saúde, programa realizado pelas concessionárias do grupo CCR que oferece acompanhamento aos caminhoneiros por meio de exames médicos e outros serviços voltados à saúde e bem-estar. Também vale a pena dar uma conferida na Exposição Cultura Truck e seus caminhões de coleção e customizados, além da loja oficial com produtos exclusivos da Copa Truck.

Para chegar ao autódromo já com todas as informações sobre o que rolou nos treinos classificatórios, a novidade da etapa é a transmissão do qualifying ao vivo pelo Facebook e Youtube, com o jornalista especializado Celso Miranda. Ele também comandará o Truck na Mesa, um bate-papo com os pilotos logo após a definição do grid. Tudo isso no período entre as 12 e as 14h30.

Ingressos de arquibancada continuam disponíveis pelo site www.copatruck.com.br.







Foto: Rodrigo Ruiz







Via: Assessoria de Imprensa/ Márcio Fonseca/Copa Truck









por: Leonardo Bueno e Monique Marie

Ex-auxiliar de Dunga é contratado pelo Palmeiras

09:51:00 Adicionar Comentários

Com passagens pela seleção brasileira ao lado do técnico Dunga e por clubes como Internacional e Grêmio, o profissional irá trabalhar ao lado de Roger Machado e sua comissão técnica a partir de janeiro de 2018.

Aos 44 anos, Andrey Lopes é graduado em educação física, pós-graduado em futebol e possui licença A do curso da CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

Na seleção, foi auxiliar de Dunga entre 2014 e 2016, enquanto no Grêmio trabalhou com Cícero Souza, atual gerente de futebol do Palmeiras, durante cinco temporadas (2007 a 2011).
Em 2015, o novo funcionário palmeirense visitou as instalações da Academia de Futebol e não poupou elogios.

“Recebi o convite da diretoria do Palmeiras para visitar o clube e vim com o maior prazer. Pude conhecer toda estrutura e o trabalho de ponta que é feito no Palmeiras. Fui muito bem recebido e conheci todas as dependências, o pessoal do futebol e o pessoal de apoio, então a visita foi muito proveitosa”, disse, à época.








Foto: Marcio Farache/Mowa Press











por: Leonardo Bueno


Que as apostam consigam dar resultado

07:37:00 Adicionar Comentários
Salve nação!

Conforme havia dado minha palavra estou aqui para comentar referente as contratações coloradas. O que alguns chamam de reforços, eu chamo de apostas. Se não, vejamos. Ambos vieram de clubes inferiores, entrando no auge e sem grandes conquistas que os consolidem, logo apostas.
Foto: Divulgação Paraná Clube

Iniciaremos por Gabriel Dias. O volante jogou um grande número de partidas pelo Paraná este ano, foram trinta e um jogos para ser mais exato. Se destacou por seus desarmes. Provavelmente faz a primeira função, o que me paira na cabeça que Dourado realmente será negociado. Mas o que conta contra ele, foi o fato de Lisca, ex-treinador do Paraná ter se surpreendido com o interesse colorado, visando que o volante não chama tanto atenção pelo seu futebol, é mais comum, digamos assim.
Foto: Régis Melo

Ruan. O lateral-direito que vem do Boa Esporte, também havia se destacado por uma equipe do interior carioca no estadual deste ano. O setor em questão é bem escasso de opções no Brasil. Eu tenho uma opinião formada sobre laterais até. Na minha visão, eu não gastaria na posição e deixaria o dinheiro pra investir nos demais setores aonde tem melhores opções, deixando as laterais como estão. Mesmo que Winck e Alemão sejam meia bocas, mas dois meia bocas em time fortalecido nos demais setores, principalmente no meio-campo, começam a ir bem.

Bom, não tenho muito conhecimento sobre ambos. As informações que tenho, foram as divulgadas pela imprensa. Mas como são duas apostas e vejo que o clube está sem recursos, óbvio que torcerei para que sejam apostas certeiras. Afinal, fazendo bem para o Inter, fará bem para nós colorados, não é mesmo? 

Até agora nosso melhor reforço foi a compra definitiva do zagueiro Klaus, que assinou contrato até 2020. Espero que Edenilson também tenha seu passe adquirido e que o Bétis não aceite emprestar o Felipe Gutierrez novamente para o Inter.  Assim me despeço de vocês e volto assim que o Inter anunciar mais contratações!


É O INTER!

Walter de Souza

São Paulo: "Projeto Tóquio" começou antes de Telê

14:09:00 Adicionar Comentários
Trajetória da bola na falta de Raí contra o Barcelona na decisão do Mundial de 92 Fonte: Imortais do Futebol.com

Para todo são-paulino, os dias 12 e 13 de dezembro, assim como o dia 18, claro, são especiais, por conta da conquista dos mundiais de clubes, mas por conta do longo distanciamento entre o segundo e o terceiro campeonatos - diferença de 12 anos - e por conta disso, a abordagem irá se restringir a 1993.

Esclarecendo o título, Tóquio era a sede fixa do Mundial Interclubes desde 1980 e os clubes brasileiros apelidaram a missão de chegar ao título mundial como "Projeto Tóquio", mas a ambição são-paulina começou bem antes da chegada de Telê Santana, mais precisamente no ano de 1987, 5 anos antes da primeira conquista.
São Paulo bicampeão mundial de 1993: Fonte SPFCPedia - site oficial

Era comum nos anos 70 e 80, o Campeonato Brasileiro começar no primeiro semestre de um ano e terminar no ano seguinte e isso ocorreu no ano de 1986, que teve a final disputada somente em 1987. São Paulo e Guarani brigavam pelo segundo título e o time do técnico Pepe, que como jogador brilhou no Santos de Pelé, foi campeão nos pênaltis e Careca artilheiro do campeonato com 25 gols e pasmem, tricolores: Carlos Miguel Aidar era o presidente do clube e Juvenal Juvêncio o diretor de futebol daquele timaço que tinha além de Careca, Falcão "Rei de Roma" (que aposentou no clube), Gilmar Rinaldi, Silas, Müller, entre outros.

Contratou Raí, meia do Botafogo-SP - na época o jogador era mais conhecido por ser "o irmão do Sócrates" por causa do parentesco com o ex-meia corintiano - repatriou Müller, ex-ídolo do clube que estava no Torino-ITA, assim como outros jogadores, contratou o goleiro Zetti dispensado do rival Palmeiras em 1990 após ter quebrado a perna, até que finalmente trouxe o técnico Telê Santana. Se no Paulista o time não tinha o que reclamar antes de Telê - foi campeão em 85, novamente em 87 e 89, embora tenha ficado em 6º em 86, 3º em 88 e ficado na repescagem em 90 e terminado em 15º lugar -. 
Resultado de imagem para taças dos mundiais de 92 e 93
São Paulo comemorando o título mundial de 93 no fim da partida Fonte: site oficial

No Brasileiro, em 1987 após a venda de Careca para o Napoli-ITA, chegou à 2ª fase e ficou em 6º lugar, em 1988 vendeu Müller para o Torino e ficou em 11º, sendo vice-campeão em 1989 para o Vasco e 1990 para o rival Corinthians, que conseguiu o título inédito dentro do Morumbi, mas o vice-campeonato tricolor já contava com Telê Santana como técnico. 

São Paulo campeão mundial de 1992 Foto: SPFCPedia - site oficial


Já na Copa do Brasil, que foi criada em 1989, o clube não disputou naquele ano, ficou em 6º lugar em 1990 e no ano seguinte, eliminado para o futuro campeão Criciúma (responsável também pelo fim do sonho do título tricolor na Copa do Brasil em 1990) - que era comandado por Felipão e em 1992, o time seria nosso rival na primeira fase da Libertadores mais difícil, mas já sob o comando de Levir Culpi no time catarinense -.

Claro que nesse caminho o clube foi vergonhosamente eliminado na primeira fase da Libertadores-87 (algo que também tinha ocorrido em 78), não conseguiu vaga de 1988 até 91, ou seja, o "Projeto Tóquio" foi ganhando corpo diante de sucessivos reveses. Depois de um excelente ano de 1991, o time tricolor foi campeão paulista e brasileiro e após tanto tempo de ausência, disputar a Libertadores era uma realidade e quem mudou a mentalidade tricolor foi justamente Telê, que não admitia que o clube, com toda a grandeza que possui, "entrar para fazer boa campanha" sem pensar em título, valendo ressaltar que o time já tinha sido vice-campeão em 74.

Ganhou a Libertadores-92 nos pênaltis com direito a mais de 100.000 tricolores invadindo o Morumbi - hoje isso parece fantasia, porque o estádio não comporta nem 70 mil pessoas, triste realidade - disputou os Torneios Ramon de Carranza, amistosos que valem taça, tipo a Florida Cup - com direito a goleada sobre o Barcelona por 4x1 - e Teresa Herrera, ambos na Espanha, antes do Mundial (que na época era final direta com o vencedor da Liga dos Campeões, sem pegar outros times, em um jogo só), terminou em 5º lugar no Brasileiro daquele ano, disputou as finais do Paulista contra o Palmeiras entre a viagem para enfrentar o Barcelona e venceu o primeiro jogo por 4x2 e viajou para o Japão.

O Barcelona, como se sabe e vale até hoje, compunha boa parte da seleção espanhola, como o goleiro Zubizarreta, Ferrer, Guardiola (sim, o técnico do City estava nesse time) e comandado pelo técnico Johan Cruyff, infelizmente já falecido, mas mesmo com a goleada de 4x1 sofrida em agosto, o técnico do time barcelonista soltou a pérola: "Ninguém do lado de lá merece marcação especial".

Claro que essa frase chegou aos ouvidos de Telê Santana e dos jogadores são-paulinos, que queriam mostrar que aquela goleada não foi "acidente de percurso" e enfim deixar de ser subestimados pelos europeus e imprensa mundial, afinal, um time brasileiro não era campeão mundial desde o Grêmio em 1983. 

O jogo começou e logo aos 12 minutos, o búlgaro Stoichkov fez 1x0 Barcelona calando os são-paulinos naquela madrugada de 13 de dezembro, mas o time tricolor não se abateu, tomou controle do jogo e empatou com gol de peito de Raí numa jogada magistral de Müller aos 27 minutos do primeiro tempo: ir para o intervalo sem estar perdendo era fundamental para diminuir a pressão do São Paulo poder tentar a virada e o título inédito e no segundo tempo, o time tricolor dominou o jogo, sofreu falta na entrada da área e veio a dúvida sobre quem iria bater: Raí que raramente cobrava, pegou a bola, bateu no ângulo, fazendo um GOLAÇO aos 34 minutos: o São Paulo virou o jogo e se tornou CAMPEÃO MUNDIAL.  Pela primeira vez, o Estádio Nacional de Tóquio, com 60.000 pessoas era totalmente invadido, mas claro que dessa vez o motivo valia a pena, afinal, era a festa do título são-paulino.

Toda a festa para o time tricolor, o camisa 10 foi eleito melhor jogador, ganhou o carro e vendeu dando o dinheiro para todos no clube e mesmo campeão mundial o ano não tinha acabado: faltava voltar a São Paulo para disputar o jogo de volta do Paulista e nova vitória tricolor, desta vez por 2x1. São Paulo campeão paulista, da Libertadores e mundial - Telê Santana estava mais que consagrado e o assunto sobre as não conquistas das Copas do Mundo de 1982 e 86 - até hoje o único técnico a comandar a seleção brasileira em duas copas seguidas - definitivamente encerrado.

Em 1993, o São Paulo terminou na primeira fase no ressuscitado Torneio Rio-São Paulo (que de 1971-92 não foi disputado), ficou em terceiro no Paulista - vale ressaltar que Raí foi vendido ao PSG-FRA no meio do campeonato, após uma goleada de 6x1 sobre o Santos -, mas foi bicampeão da Libertadores com direito à goleada por 5x1 sobre a Universidad Católica-CHI (até hoje a maior goleada numa final de Libertadores), a Supercopa dos Campeões da Libertadores - torneio que reunia a "nata" do futebol sul-americano, onde precisava ser campeão da Libertadores para entrar e o time tricolor ganhou do Flamengo na final -, a Recopa, vencida diante do Cruzeiro, reunia os campeões da Libertadores e da Supercopa da Libertadores do ano anterior, semifinalista do Brasileiro, mas ainda faltava o mundial e a chance de se igualar ao todo-poderoso time de Pelé dos anos 60.


Em 12 de dezembro, o São Paulo enfrentou o Milan-ITA, mas o que poucos lembram ou sabem é o que o rival deveria ser outro: o campeão da Liga dos Campeões foi o Olympique de Marseille-FRA, mas o presidente do clube francês, Bernard Tapie, foi preso por suborno e o clube desclassificado: o time italiano, que tinha ficado com o vice-campeonato "ganhou de bandeja" a chance de ser campeão mundial. 

Novamente o time tricolor chegou desacreditado, mesmo sendo já sendo bicampeão da Libertadores, tendo derrotado o Barcelona duas vezes no ano anterior, mesmo assim, não era suficiente, afinal, como o São Paulo não era time europeu e não disputava a Liga dos Campeões da Europa, para eles não era e nunca foi time grande por mais respeito que tivessem a Telê Santana - afinal, a Copa-82 mesmo sem ter sido vencida pelo Brasil, produziu a seleção brasileira que jogou futebol mais bonito até hoje e isso valorizam muito mais lá fora que aqui no Brasil -. 

O Milan compunha boa parte da seleção italiana como o goleiro Rossi, os zagueiros Baresi e Massaro, o incansável Maldini, o técnico Fabio Capello e o São Paulo contava com o jovem Juninho (depois Juninho Paulista quando passou pelo Vasco) e o experiente volante e homem de confiança de Telê Toninho Cerezo, já beirando os 40 anos, que acabou sendo destaque daquele Mundial, agora mais experiente o São Paulo logo aos 19 minutos do primeiro tempo saiu na frente com Palhinha - artilheiro da Libertadores-92, com sete gols - e no começo do segundo tempo, Massaro empatou e aos 14 minutos, Cerezo fez 2x1 São Paulo, mas quando parecia tudo resolvido na partida, o francês Papin "deu mais emoção" empatando novamente aos 35 minutos e com o jogo parecendo ir para os pênaltis, o gol do título foi algo totalmente inexplicável: aos 41 minutos, Cerezo lançou Müller nas costas de Baresi e o camisa 7 tricolor para evitar o choque com o goleiro Rossi virou de costas, a bola pegou no goleiro, voltou no calcanhar de Müller, totalmente sem querer, entrou mansamente no gol e claro, deu tempo do brasileiro gastar seu italiano dos tempos de Torino com o zagueiro Costacurta com a célebre frase: "Questo gol é per te buffone" ("Este gol é para você, palhaço", em português).

O jogo acabou: SÃO PAULO BICAMPEÃO MUNDIAL. Feito igualado ao Santos de Pelé (que era comandado pelo técnico Lula), 30 anos antes em 1962-63 e o mundo que antes questionava o São Paulo, desdenhava, agora não poderia mais ignorar: os gigantes europeus sucumbiram diante do poderio tricolor e era o São Paulo quem mandava, poderia vir quem quisesse, que saudade não só do Mestre Telê, mas desse time vencedor que não tinha rivais, nem aqui e nem fora.

Escalações dos jogos contra Barcelona e Milan: 

13.12.1992
Tokyo (Japão)
Estádio Nacional de Tóquio
Fútbol Club BARCELONA 1 X 2 SÃO PAULO Futebol Clube
FCB: Zubizarreta; Ferrer, Ronald Koeman, Guardiola e Eusébio; Bakero (Goicoechea, 6'/2), Amor, Stoichkov e Michael Laudrup; Richard Witschge e Beguiristain (Nadal, 34'/2). Técnico: Johan Cruyff.
Gol: Stoichkov, 12'/1.

SPFC: Zetti; Vítor, Adílson, Ronaldão e Ronaldo Luís; Pintado, Toninho Cerezo (Dinho, 38'/2), Raí (capitão) e Cafu; Palhinha e Müller. Técnico: Telê Santana.
Gols: Raí, 27'/1; Raí, 34'/2.

Árbitro: Juan Carlos Loustau (Argentina)
Assistente 1: Park Hae Yong (Coréia do Sul)
Assistente 2: Shinichiro Obata (Japão)
Renda: US$ 2.500.000,00
Público: 60.000 pagantes

12.12.1993
Tokyo (Japão)
Estádio Nacional de Tóquio
Associazione Calcio MILAN 2 X 3 SÃO PAULO Futebol Clube

ACM: Rossi; Panucci, Baresi, Costacurta e Maldini; Albertini (Orlando, 34'/2), Desailly e Donadoni; Massaro, Papin e Raducioiu (Tassotti, 34'/2). Técnico: Fabio Capello.
Gols: Massaro, 3'/2; Papin, 35'/2

SPFC: Zetti; Cafu, Válber, Ronaldão (capitão) e André Luiz; Doriva, Dinho, Toninho Cerezo e Leonardo; Palhinha (Juninho, 19'/2) e Müller. Técnico: Telê Santana.
Gols: Palhinha, 19'/1; Toninho Cerezo, 14'/2; Müller, 41'/2

Árbitro: Joël Quinou (França)
Assistente 1: Park Hae Yong (Coréia do Sul)
Assistente 2: Yamaguchi Morihisa (Japão)
Público: 52.275 pagantes


A base vem forte, Palmeiras! Vem forte!

15:58:00 Adicionar Comentários
Apesar do ano de 2017 não ter sido como o esperado pelo elenco profissional do Palmeiras, o mesmo não se pode dizer da base. Os jovens - e promissores - jogadores palestrinos encantaram o torcedor e chegaram a 6 decisões (5 Campeonatos Paulistas e 1 Copa do Brasil). O Verdão se sagrou campeão Paulista pelo sub-11 (contra o Santos), pelo sub-15 (contra o São Paulo) e pelo sub-20 (contra a Ponte Preta). Já o sub-13 e o sub-17 foram vice-campeões. Pela Copa do Brasil sub-17, o Palestra - em decisão por pênaltis - não tomou conhecimento do Corinthains e ficou com o título nacional.

O bom desempenho dos jogadores, principalmente do sub-20, fez com que alguns nomes fossem especulados no time principal, como os zagueiros Pedrão e Augusto; os laterias Mailton (LD) e Matheus Bahia (LE); o volante Matheus Neris - que pode ocupar a vaga deixada pelo Arouca, que se transferiu para o Atlético-MG; o meia-atacante Leo Passos - que chegou a ser inscrito na equipe principal para a disuta da Copa Libertadores deste ano. O atacante Fernando chegou a atuar pelo elenco profissional alviverde na derrota para o Vitória, em Salvador, na 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, e é outro nome que ecoa na Academia de Futebol.

Apesar dos atletas não serem muito conhecidos pela grande maioria dos torcedores palestrinos, os jovens jogadores treinam frequentemente com os profissionais. Isso acaba facilitando a transição, e não é nenhuma loucura dizer que eles já estarão habituados caso a efetivação se concretize.

O Palmeiras já anunciou oficialmente 3 contratações para a temporada 2018. São eles: o meio-campo Lucas Lima, que chega ao Palmeiras por cerca de R$ 50 milhões - envolvendo salário, luvas e comisões; o zagueiro Emerson Santos - por cerca de R$ 5,5 milhões de luvas - e o lateral Diogo Barbosa, pela quantia de R$ 5,8 milhões, por 25% do atleta.

Os torcedores palmeiresnses poderão acompanhar o desempenho de algumas das jovens promessas da base já no próximo dia 2 de Janeiro, quando o Verdão estreiará pela Copa São Paulo de Futebol Junior contra o Luverdense, na cidade de Taubaté, às 21h30. Moto Club e Taubaté são as outras equipes que o Palmeiras irá enfrentar na primeira fase da competição.

Por: Paulo Junior.

Adicionar legenda



Descaso da TV Aberta com a Stock Car, é revoltante!

20:50:00 Adicionar Comentários

De uns 8 anos pra cá, a Stock Car só vem crescendo. Em qualidade, mídia, estrutura, etc... Mas uma coisa incomoda em meio a tudo isso: O descaso da Rede Globo para com a categoria.

Nos últimos anos, apenas a Corrida De Duplas, ou Corrida Do Milhão, ou a etapa final, têm sido transmitidas em TV aberta. Ok, que pelo Sportv, o grupo Globosat dá o devido valor a categoria, mas já que é pra dar o devido respaldo a maior categoria do Brasil na atualidade, que seja feito por completo.

A Corrida Do Milhão de 2017, foi transmitida pelo 'plim plim'. Mas a transmissão iniciou já com carros em volta de apresentação, e nem sequer mostrou a festa do pódio, muito menos a celebraçâo de Daniel Serra e equipe RC Eurofarma (vencedores da corrida). E muito provavelmente a tendència é que isso se repita no domingo. Ou próximo a isso. Com carros em movimento no início da transmissão, sem a festa do campeão da temporada (Daniel Serra ou Thiago Camilo), tampouco da festa do pódio. Isso dói na alma de quem ama o automobilismo, e causa certa revolta, mediante a essa papagaiada que a RGT faz com a categoria. Já que a prova iniciará às 10:10 da manhã, e logo em seguida, o 'Rei e Rainha do Mar' (um 'amistoso' de natação no mar com uma corrida de 400 metros na areia, entre duplas mistas - homens e mulheres) irá ao ar, ao vivo.

Que isso seja repensado para um futuro próximo. Pois o público não merece acompanhar a Stock Car, como um mero quadro do 'Esporte Espetacular'.











Foto: Duda Bairros









por: Leonardo Bueno

Mudanças inéditas no grid da Stock Car para 2018

18:58:00 Adicionar Comentários
08/12/2017

Nelsinho Piquet assinou contrato com a equipe Full Time Sports para a temporada 2018 e guiará o carro #33. Ele já participou de três edições da corrida de duplas da categoria, todas ao lado do piloto Átila Abreu. Em 2015, conquistou a pole position junto a Átila no Stock #51.

Piquet vem se destacando de forma significativa nos últimos anos com boas atuações. Foi o primeiro piloto a ser campeão da Fórmula E, junto a China Racing, e hoje é um dos membros da equipe Jaguar. Conquistou algumas vitórias importantes no Mundial de Endurance com a equipe Vaillante Rebellion na categoria LMP2. Ano que vem terá como companheiro o veterano Rubens Barrichello, campeão da temporada 2014.


Imagem: Duda Bairros/Vicar

Outra mudança foi a da entrada de Lucas Foresti no lugar de Denis Navarro, reformulando o quarteto fantástico da equipe Cimed. Ele que é um dos fenômenos do Hero Push, sempre estando entre os mais votados pelo público, promete lutar por bons resultados em 2018.

Imagem: Redes Sociais (Divulgação)

Felipe Massa também anunciou que irá fazer sua estréia na Stock Car. Em parceria com a Cimed, ele participará da corrida de duplas junto ao grande campeão da categoria, Cacá Bueno no ano que vem.


Imagem: Redes Sociais (Divulgação)

Outras das mudanças para a próxima temporada são: Allam Khodair, o japonês voador, irá compor o elenco da Blau Motorsport ao lado de Cesar Ramos. 


Imagem: Redes Sociais (Divulgação)

Guilherme Salas e Rafael Suzuki foram confirmados como os novos pilotos da equipe Hot Car Competições. 


Imagem: Redes Sociais (Divulgação)

E por fim, Ricardo Mauricio é o novo membro da Full Time, mantendo o patrocínio da Eurofarma. Denis Navarro, após saída da Cimed, se transfere para a Cavaleiro Sports.

Confira tudo o que acontece nos bastidores da Stock Car na nossa página nas redes sociais:

https://www.instagram.com/automobilismo_brasil/?hl=pt-br

https://www.facebook.com/automobilismobrasilmedia/

https://twitter.com/Auto_Brasil



Por Vinicius de Oliveira dos Santos (Automobilismo Brasil)

Fórmula 1

Entrevistas

Coluna do Ricci