O MELHOR REFORÇO DA TEMPORADA

20:27:00
Fonte: Click RBS
Um resultado excelente fora de campo. Goiás, que sempre ganha do tricolor, empatou em casa pelo placar de 1x1. Até ai, maravilhoso. Um ponto fora de casa. Incrível! Maravilhoso, mas como disse no início, fora de campo. Dentro de campo, o placar passou desde uma atuação péssima do árbitro gaúcho Anderson Daronco, até uma falha bisonha do goleiro Marcelo Grohe. Foi um péssimo resultado dentro do que o Tricolor apresentou.

O destaque da partida foi a estréia do Roger. Em um dia onde os dois primeiros técnicos cogitados perderam, o técnico contratado mostrou um excelente conhecimento tático. O Grêmio fez o melhor primeiro tempo do ano, dominando um time que está no G-4 dentro dos próprios domínios. No primeiro tempo, não levou nenhum susto defensivamente e teve muitas chances de gol, tanto que antes do gol, teve 3 chances claras de gol, obrigando Renan a fazer 2 boas defesas. Mesmo com as dimensões grandes do campo do Serra Dourada, a compactação, tão falada e necessária no futebol atual, não deixou que o Goiás jogasse.

Em meio a isso tudo, veio uma atuação horrível de um árbitro, por inúmeras vezes, medroso. O Grêmio foi deveras prejudicado por uma atitude, no mínimo, medíocre de uma confederação onde o ex-presidente da mesma foi preso no escândalo da FIFA. Eis que a CBF achou "uma boa" botar o juiz na fogueira para apitar um jogo do time de seus estados. Resultado: faltas não dadas, que chegaram a resultar em gol -mesmo eu achando que não foi-.

O Grêmio chegou ao tão famigerado gol com a mão do Roger que, pelo menos até agora, é o principal reforço da temporada. Galhardo -quem diria- fez a melhor partida pelo Grêmio e 90% do gol. Passe para Luan, que fez o pivô e devolveu. O lateral até tentou driblar o goleiro, mas como é o Galhardo, tropeçou na perna e deixou a bola livre pra Giuliano. Jogada clássica de um excelente lateral. Jogada clássica de Roger, o principal reforço.

No fim, o gol de empate duvidoso fez com que o resultado fosse horrível. O time foi intenso, coisa que o nosso comandante tanto quis. Com lapsos de infantilidade e desatenção, fizemos a melhor atuação da temporada. Sem grandes ameaças, pecamos em erros individuais e sofremos com um gol irregular. Agora é foco naquele que é o maior desafio do ano. Pelo menos, o primeiro deles. Corinthians, quarta-feira, às 22:00. Vamos, mais uma vez, copa-los na Arena!

Compartilhe isto

Grêmio, United, Juventus, Borussia, Arsenal. Analista de futebol com olhos de torcedor. Um jornalista varzeano. Futuro educador físico.

Posts Relacionados

2 comentários

Write comentários