Clássicos Eternos: Vasco x Grêmio

18:12:00
Grêmio e Vasco se enfrentam neste final de semana pelo Campeonato Brasileiro, num jogo de opostos, no qual vencer é obrigação para ambos os clubes. Aliás, ao falar em Campeonato Brasileiro, Grêmio e Vasco têm algumas histórias para contar, e eu alguns jogos para recordar. 

Para contar um pouco sobre quatros partidas eternas entre as equipes no Campeonato Brasileiro, Ramon Ribeiro pelo lado Vascaíno e André Soledar pelo lado Gremista se reuniram para esse especial. 

Para o lado Vascaíno, nesse duelo entre Vasco x Grêmio, trago dois jogos com resultados que nos deixaria muitos satisfeitos no próximo domingo. O primeiro, foi a vitória em 2007 por 4 a 0; o segundo, uma outra goleada por 4 a 0 em 2011.

O Vasco, nessas duas oportunidades, aproveitou da melhor maneira o seu mando de campo e contou com as estrelas Romário (em 2007) e Diego Souza (em 2011). Os dois jogadores foram os grandes destaques das partidas citadas abaixo:

2007, São Januário - Vasco 4x0 Grêmio – O ano do milésimo do Rei Romário

O ano em que o Rei Romário chegou ao milésimo gol e um jogo contra o Grêmio em que o time comandado por Celso Roth, por incrível que pareça, fez QUATRO gols. Isso mesmo, um time comandado pelo treinador ‘retranqueiro’ não tomou conhecimento do time reserva do Grêmio e aproveitou a chance para se tornar o líder do Brasileirão naquela rodada.

O Grêmio foi com os reservas para a partida devido disputar a final da Libertadores contra o Boca Juniors em seguida, enquanto o Vasco contou com o Baixinho Romário e André Dias para construir o resultado.

O companheiro de Romário sofreu pênalti aos 14 minutos, cobrança que o Baixinho não desperdiçou e ainda na primeira etapa, o time chegou ao segundo com gol o André Dias e o terceiro gol com o próprio Romário. 3 a 0 apenas no primeiro tempo.

Na volta para a segunda etapa, houve um apagão que fez o árbitro Wilson Seneme esperar por mais de uma hora para reiniciar a partida, isso porque a iluminação não voltou totalmente no estádio.

Fato que irritou o presidente do Vasco, Eurico Miranda. O comandante entrou em campo para cobrar do árbitro o porquê de não reiniciar a partida e disse que os gremistas não queriam voltar devido o resultado adverso de 3 a 0. O jogo teve o seu reinício, mas o ritmo caiu e contou apenas com o gol de Abedi para fechar o placar em 4 a 0 para o Gigante da Colina.

O ano de 2007 começou animador para os torcedores, visto que no ano anterior, por apenas um ponto, o Vasco não conseguiu a classificação para a Libertadores, além de que contávamos com a chegada do meia Dario Conca para formar dupla com Morais.

No entanto, inclusive nessa partida contra o Grêmio, essa dupla não jogou. Morais com uma lesão no púbis que não o deixou jogar com regularidade naquele ano e Dario Conca que ainda era reserva da equipe e só chegou a entrar na segunda etapa, na vaga de Abedi.

No final das contas, o Vasco perdeu o embalo e não conseguiu o seu objetivo maior que era a classificação para a Libertadores daquele ano. O time ficou na 10ª colocação e viu os rivais, Flamengo e Fluminense, terminarem entre os quatros primeiros. O meia Dario Conca conseguiu se firmar e no final do ano se transferiu para o rival Fluminense. O baixinho Romário acabou sendo pego no antidoping e encerrou a carreira (pelo menos momentaneamente) e o treinador Celso Roth, que havia entrado no lugar de Renato Gaúcho, naquele ano não conseguiu terminar a temporada à frente da equipe.

2011, São Januário - Vasco 4x0 Grêmio – O Trem Bala da Colina não tomou conhecimento do Tricolor.

Um ano em que o Vasco mudou da água para o vinho. No começo, uma série histórica negativa no Carioca e até que aconteceu a chegada de Ricardo Gomes, dali em diante tudo mudou e o Vasco decolou.

O time da série negativa conseguiu conquistar pela primeira vez a Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro jogava por música. No mês de setembro, especificamente dia 17, num sábado, foi a vez do time enfrentar o Grêmio pela 24ª rodada do 2º turno. E  com uma atuação de gala, digna do time que brigou pelo título até a última rodada contra o Corinthians (Campeão daquele Brasileirão), o Vasco acabou derrotando o Grêmio com o placar de 4 a 0. 

O time que na partida não contou com a dupla Juninho e Felipe, teve um meio campo formado por Eduardo Costa, Rômulo e Fellipe Bastos com Diego Souza e Eder Luís abertos e, na frente, o centroavante Elton.

O jogo foi um show à parte de Diego Souza, que fez um gol e participou de outros dois, marcados por Eder Luís e Fágner. O outro gol da partida foi anotado por Elton. Além do placar exuberante, o time se aplicou em campo em busca da vitória desde o apito inicial da partida e mereceu a vitória pelo futebol apresentado em campo. De fato, o Grêmio não esperava uma atuação tão brilhante de seu adversário.

Diego Souza foi o grande destaque da vitória sobre o Grêmio (Foto: Alexandre Loureiro/Fotocom.net)
Uma pena aquele time não ter conquistado o Campeonato Brasileiro, porém, nenhum Vascaíno deve se lamentar por isso, já que o ano que começou vergonhoso nas seis primeiras partidas, se tornou um ano espetacular no qual conquistamos não só título da Copa do Brasil como também o segundo lugar no Campeonato Brasileiro e fomos eliminados na semifinal da Sulamericana pela campeã LA U de Eduardo Vargas e Cia.
                                                                                                                                                                   

Confira abaixo um pouco sobre dois jogos eternos com vitória do Grêmio sobre o Vasco pelo Campeonato Brasileiro, com as palavras de André Soledar 

2013, Arena do Grêmio - Grêmio 1x0 Vasco

Em 2013, por exemplo, o Grêmio não vencia e não fazia gols, a equipe de Renato Portaluppi passava por um mal momento, uma crise em meio ao campeonato brasileiro, e naquele jogo não foi muito diferente. Foi sofrido, foi suado, foi na superação. Um jogo encardido que Renato mandou a campo uma equipe com Dida, Pará, Bressan, Rhodolfo e Alex Telles, Souza, Ramiro, Riveros e Zé Roberto, Barcos e Kleber. Já o Vasco, de Adilson Batista, foi a campo com Alessandro, Renato Silva, Cris e Jomar, Fagner, Guiñazu, Abuda, Pedro Ken e Wendel, Marlone e Edmilson. 
Um jogo truncado sem grandes chances, e na bola parada, Zé Roberto cruza na medida e Rhodolfo marca o único gol do jogo, colocando fim na série "sem marcar gols" do tricolor gaúcho, começando, ali, a caminhar para a classificação da Copa Libertadores do ano seguinte. 


Créditos: Estádio Vip
2015, Arena do Grêmio - Grêmio 2x0 Vasco 

Dizem que o último jogo sempre é especial e é assim que trato a última partida entre Grêmio x Vasco na Arena. Jogo com totais condições para o tricolor gaúcho, e o favoritismo foi confirmado dentro de campo por 2 a 0, sem sustos e com muitas histórias. Não é o jogo, é voltar a Arena, é levar a namorada colorada comigo, é assistir a uma vitória. Estava com saudades disso, e esse jogo me proporcionou boas recordações. Durante o jogo, demoramos para fazer o gol, mas ele surgiu numa jogada pelo lado, o cruzamento por baixo e, numa trapalhada, gol contra. 1 a 0 no placar e o alívio. Mais tarde, Pedro Rocha completaria a vitória sem sustos e consolidando o Grêmio no G4 até o presente momento do campeonato atual. 


Créditos: Gazeta Press

Sobre o confronto entre Grêmio x Vasco, foram disputadas 56 partidas com 25 vitórias do tricolor dos pampas, 18 vitórias do cruz-maltino carioca e 13 empates, com 144 gols marcados, sendo 77 pelo tricolor gaúcho e 67 pelo time carioca.

Compartilhe isto

Posts Relacionados

2 comentários

Write comentários