"Coisas que só acontecem com o Inter!"

09:29:00
Fomos até São Paulo desacreditados, fizemos uma partida com muita entrega, mas pouca atenção defensiva e o preço foi caro, o Internacional perdeu por 3 a 2 para o Palmeiras e está eliminado da Copa do Brasil 2015, o caminho mais curto para a vaga na Libertadores da América 2016 e a última chance de uma taça importante no armário em 2015 se esvaíram das mãos do Inter em questão de minutos.
"Inter peca defensivamente e está fora da Copa do Brasil."
(Foto:http://zh.clicrbs.com.br/)
Começando com Anderson no time titular,Argel projetou que o Inter não iria enfrentar o Palmeiras somente pra se defender e especular uma bola isolada, o Colorado inclusive entrou em campo com uma postura mais ofensiva que nos últimos jogos fora de casa, mas durou pouco, logo no inicio da partida, Victor Hugo de cabeça bota o Palmeiras na frente no Allianz Parque.

Outra vez a bola parada complicando o Inter, outra vez Réver plantado na área deixando o adversário livre.

O Inter sentiu o gol, mesmo com um meio-campo mais solto com Anderson e Alex, o time criou pouco, Valdívia e Lisandro seguiam recebendo a bola cercados pela marcação alviverde, faltou de novo a aproximação entre os setores, mas o Inter lutava atrás de um gol que levaria a decisão pelo menos para os pênaltis.

O jogo ficou ríspido, Dudu e Willian promoviam um duelo a parte, e o árbitro fraquíssimo conseguia desagradar as duas equipes,Wilton Pereira Sampaio manteve a média de suas atuações bisonhas,um árbitro fraco, que não se impõe e tem constantes decisões equivocadas.

E da série:"Coisas que só acontecem com o Inter!"

Escanteio pro Inter, Nilton manda de cabeça na trave, a bola sobra pra Ernando que praticamente dentro do gol chuta em cima de Amaral, um gol que não se pode perder.
Na sequência, lançamento na área do Inter, Lucas escorrega e vai caindo, Alex tropeça em Lucas dentro da área e o juiz marca um pênalti que poderemos discutir eternamente.

Zé Roberto cobrou e colocou o Verdão na frente! 2 a 0 e fatura liquidada né?

Não!
O vestiário fez bem ao Inter, o Colorado voltou aguerrido,acreditando na vaga.
Eram 11 minutos da segunda etapa, quando Anderson fez boa jogada individual e marcou seu primeiro gol com a camisa do Inter.

O Colorado passou a dominar o jogo, ter controle da posse de bola e ameaçar o Palmeiras que visivelmente estava nervoso e desajustado.
Alisson Farias entrou na vaga de Anderson e o time de Argel ficou ainda mais agudo,o garoto caiu pelo lado esquerdo e fez uma bela apresentação, dando mobilidade ao setor ofensivo.

O gol de empate era uma questão de tempo, e ele veio com Lisandro López aos 28 minutos,após cobrança de falta de Alex, "Licha" fez um gol no melhor estilo camisa 9.

Mas a alegria durou pouco, ao 29 a defesa colorada totalmente desajustada viu Andrei Girotto cabecear livre pras redes de Alisson e decretar a classificação palmeirense, 3 a 2 e festa palestrina.

O Inter ainda deu esperanças a sua torcida,foi uma apresentação melhor que as últimas,mas não há como ir mais longe com um sistema defensivo que falha constantemente.
A partida de ontem serviu para mostrar que Alisson Farias merece mais chances na equipe principal,e que Lisandro López em hipótese alguma pode ser preterido por Rafael Moura que entrou e não fez absolutamente nada.
Mostrar também que existem boas lideranças dentro desse grupo que precisam ser mantidas pra 2016, como Alisson e Nilton, assim como existem peças descomprometidas com o clube que precisam sair urgentemente do Beira-Rio.

Enfim, 2015 acaba de forma melancólica pro Inter, a briga pelo G4 no Brasileirão ainda é viável, mas não é vagas que estamos acostumados a comemorar desse lado, o Inter precisa de mais,muito mais pra que seu torcedor volte a sorrir, é preciso olhar pra frente, PLANEJAR 2016, sem arrogância e folclore, é preciso sentar,discutir e trabalhar em prol do Sport Club Internacional, quem sabe assim voltaremos as grandes decisões e conquistas!

Compartilhe isto

Posts Relacionados