Dois pontos perdidos

23:40:00
Os três pontos no jogo em casa contra a Chapecoense estavam nas contas de todos os Vascaínos, assim como os três pontos no último jogo contra o Avaí e mais uma vez o Vasco saiu “derrotado” emocionalmente de campo. Conseguimos dois pontos nesses dois jogos, porém não era o esperado. 

Os duelos contra times da parte de baixo da tabela na teoria seriam os mais fáceis para a conquista dos importantes três pontos, entretanto não esperávamos da grande batalha contra a arbitragem. 

O Vasco contra o Avaí foi melhor na primeira etapa e na segunda etapa sofreu com os seguidos erros da arbitragem. Resultado, o time esqueceu de jogar futebol para insistir na reclamação contra a arbitragem. 

No jogo de hoje contra a Chapecoense, o time não fez uma boa partida e mesmo assim estava com o placar de 1 a 0 a seu favor e com isso o dever de casa sendo feito. No entanto, o trio de arbitragem do jogo entra em cena como os atores principais. Um gol da Chapecoense mal anulado, um pênalti inexistente (bola na cintura do zagueiro Rodrigo) marcado a favor do time catarinense e um pênalti claro (corte de voleibol do atacante da Chapecoense) não marcado a favor do Gigante da Colina. 

E o resultado que dava os três pontos e deixaria o time precisando de três pontos para deixar a degola foi por água abaixo. O Vasco deixou o campo com o resultado de empate contra um concorrente direto e terá que fazer campanha de campeão nas próximas rodadas contra os times da parte de cima da tabela. 
Nenê reclama do lance no qual a bola bate na mão de Tiago Luís e o árbitro não marcou a penalidade (Foto: André Durão)
Os seguidos erros de arbitragem tem prejudicado o espetáculo, o lance de mão na bola ou bola na mão tem sido o mais prejudicial as equipes no campeonato. No jogo de hoje o árbitro errou duas vezes nesse mesmo tipo de lance, na próxima rodada teremos erros novamente e pelo andar da carruagem nada será feito para melhora disso.

Compartilhe isto

Posts Relacionados