Empate, ou derrota para o mau futebol?

19:52:00
Com a volta de Geromel ao time do Grêmio, ele já fez a diferença. E como fez. Impediu que muitas das bolas chutadas pelo Cruzeiro entrassem a gol, já que, sofreu grande pressão tanto no primeiro, quanto no segundo tempo pelo time mineiro. Das diversas chances claras, a pior foi uma bola chutada no travessão por Damião que, sem dúvida nenhuma, fez com que o tricolor gaúcho levasse um pequeno susto e, finalmente, acordasse ao jogo, o que não durou muito.

Não pode-se deixar de enfatizar a qualidade do Cruzeiro, que se mostrou superior ao Grêmio, tendo menos passes errados, e sabendo conduzir o jogo, marcando e não nos deixando espaço para jogar. Mesmo sem a maior posse de bola, o melhor posicionamento dos jogadores cruzeirenses, fizeram-o superior, não nos deixando espaço para nossas ''costuradas'' e enfraquecendo o modo de jogar do Grêmio, exemplo disso foi que nossa primeira finalização do jogo , foi aos 35min do 1ºtempo. Outra saída, seria, trabalhar as bolas paradas. O Grêmio teve uma grande chance, em uma falta muito bem batida pelo Galhardo, não fosse a cabeçada de Geromel O Salvador, teríamos voltado para casa com 3 pontos.

É importante destacar que enquanto vinhamos de uma desclassificação contra o Fluminense, o Cruzeiro veio de quatro partidas invictas, e estava descansado, o que faz grande diferença quando o jogo é entre grandes equipes, como foi esse. O que não desmerece, é claro, a nossa incompetência em campo para com as sobras, coisa que o time mineiro aproveitou bem, em meio a lentidão do Grêmio.

Contudo, deve-se afirmar que 0x0 é um bom placar, levando em conta fator local, e todos os quesitos mencionados acima. Muitos torcedores, culpam o Roger por esse empate, e por sua insistência em Fernandinho, porém, Bobô também era ''um jogador a menos'' até desencantar contra a partida contra o Figueirense (2x0 Grêmio). Será que não ocorre o mesmo, com Fernandinho? 


Foto: Clicrbs, ZH

Compartilhe isto

Posts Relacionados

1 comentários:

Write comentários