Adeus, tabu!

10:53:00
Nesse domingo o Cruzeiro conseguiu quebrar um tabu que durava bastante tempo, não conseguia vencer o São Paulo no Mineirão há 11 anos.

A equipe mineira começou dando as cartas no jogo, o time pressionou o São Paulo durante toda a primeira metade do primeiro tempo, chegando com bastante perigo em pelo menos quatro oportunidades: com Fabrício que perdeu a chance de chutar dentro da pequena área, com um voleio de Bruno Rodrigo e com Willians em chute em belo chute de fora da área e depois de rebote do goleiro Denis, que aliás foi o melhor jogador do primeiro tempo, fazendo defesas incríveis e evitando uma goleada celeste já nos 20 primeiros minutos de partida. Porém, como diz o ditado, quem não faz, leva! E aos 30 minutos o São Paulo soube aproveitar a única chance que teve, após escanteio, Luis Fabiano aproveitou a falha de Bruno Rodrigo e escorou de cabeça para marcar o gol. A alegria são-paulina não durou muito tempo, aos 32 minutos Willian chutou de fora da área para marcar o gol cruzeirense e empatar a partida, fazendo jus ao domínio celeste na primeira etapa. A virada quase veio logo no minuto seguinte, Arrascaeta recebeu a Bola de Gabriel Xavier e chutou no pé da trave.

Aos 41 minutos do primeiro tempo, um lance curioso: o goleiro Denis, que substituía o titular Rogério Ceni, resolveu cobrar uma falta perto da área cruzeirense, porém, dessa vez, Fábio não viu suas redes serem balançadas por um goleiro do São Paulo, já que a bola parou na barreira.

O segundo tempo foi mais equilibrado com o São Paulo já tendo uma boa chance logo no primeiro minuto. Já o Cruzeiro teve uma boa chance em cobrança de falta realizada por Willian que achou Henrique livre para cabecear, porém a bola ganhou altura e foi para fora. Aos 11 minutos talvez a melhor chance do São Paulo no jogo, em falha bisonha de Bruno Rodrigo, Alexandre Pato teve a oportunidade de finalizar de dentro da pequena área, porém pegou muito embaixo na bola e mandou pra fora, para alívio da torcida cruzeirense.
A partir daí, o jogo ficou mais morno e a torcida novamente deu um show na arquibancada, os quase 35 mil cruzeirenses presentes no estádio  começaram a cantar ainda mais alto, incentivando o time rumo à vitória. Aos 27 minutos Leandro Damião substituiu Gabriel Xavier, o centroavante entrou para mudar a história da partida. Aos 35 minutos, Ariel fez um passe magistral por elevação para Damião, que após o quique da bola, finalizou forte da entrada da área, sem chances para o goleiro, golaço! Ali acontecia a virada do Cruzeiro e a quebra do tabu.
Willian e Leandro Damião deram a vitória ao Cruzeiro contra o São Paulo
Com a vitória (e a décima partida consecutiva sem derrota), o Cruzeiro chegou aos 48 pontos e permanece na 10ª posição, com o mesmo número de pontos do 9º colocado, o Palmeiras, porém com uma vitória a menos. A chance de chegar no grupo dos classificados para a Libertadores é remotíssima, mas ainda existe, desde que o time ganhe todas as partidas restantes e conte com eventuais tropeços dos rivais. E mesmo que isso não ocorra, o objetivo para o péssimo 2015 foi alcançado: terminar o Campeonato Brasileiro de maneira digna. #CruzeiroTimeDoPovo
Siga-nos no Twitter: Tribuna Celeste

Compartilhe isto

Posts Relacionados