Até quando CBF?

10:36:00
Faltando 4 rodadas pro seu término, o Campeonato Brasileiro foi pausado para a importante disputa das Eliminatórias Sul-Americanas, junto veio a meu ver a desnecessária convocação da Seleção Olímpica, para a disputa de 2 amistosos contra os EUA.
"Valdívia deixou o amistoso com lesão no joelho."
(Foto:globoesporte.globo.com)

Desnecessária?! 
Sim, uma vez que o campeonato nacional está na sua reta final, embora a luta pelo título já não seja o foco principal (Corinthians campeão), existe a briga acirrada por uma vaga no G4, bem como a luta na parte de baixo da tabela, e ainda podemos lembrar que logo mais Santos e Palmeiras decidem a Copa do Brasil.

Nosso calendário já é apertado, alvo de constantes reclamações por parte de jogadores, clubes, técnicos e etc.
Dois amistosos sem propósito nenhum, com estádios vazios, e a desculpa de preparar a equipe para as Olimpíadas do Rio de 2016 só aumentam o desgaste dos atletas que já rumam para o final de uma longa temporada.

O medo de perder um atleta em um jogo despretensioso como esse aterroriza clubes e torcedores, afinal atletas titulares de suas equipes como: Luan (Grêmio), Gabriel (Santos), Marlon (Fluminense), Gabriel Jesus (Palmeiras), Rodrigo Caio (São paulo) e Valdívia (Internacional) compõem a equipe olímpica.

Quis o destino que uma lesão acontecesse, o “premiado” foi o meia Valdívia do Inter, em um lance isolado na vitória brasileira por 5 a 1 diante dos Estados Unidos, ainda nos 15 primeiros minutos de jogo o camisa 10 precisou ser substituído com suspeita de lesão grave no joelho.

Exames preliminares serão realizados, mas é bem provável que Valdívia tenha rompido os ligamentos do joelho, passe por cirurgia e retorne somente em 2016.

O jogador é titular do Inter, um dos referenciais técnicos da equipe, um dos artilheiros do time na temporada, e agora?

Mais uma vez a incoerência da CBF prejudica um clube e um atleta, não existe defesa para a realização desses amistosos, justo no momento em que o Brasileirão e a Copa do Brasil estão sendo decididos, o risco de lesão era iminente, aconteceu e o “preço” que o Inter pagará pode ser caro.

Até quando CBF, até quando?

Compartilhe isto

Posts Relacionados