Entrevista com o ilustre Palmeirense Mauro Beting, dos canais Fox Sports e da Rádio Jovem Pan!

16:02:00

Sim meus queridos e queridas, a entrevista é com este competentíssimo jornalista e Palestrino, Mauro Beting. Que por sinal, belo manto hein Mauro?!


Senhoras e Senhores, em meu pontapé inicial aqui no VQTTV, gostaria de dar uma saudação especial a todos que acompanham o site, mas hoje em especial ao torcedor Palmeirense. Pois agora, numa parceria com o Blog Do Bueno,vocês irão acompanhar uma entrevista com Mauro Beting, na qual é dividida em duas partes, uma hoje e a outra terça-feira. Entrevista na qual  particularmente o considero um dos melhores jornalistas deste país, DO MUNDO, DA GALÁXIA. Boa leitura meus amigos e amigas, e mesmo que não seja Palestrino , mas goste de futebol e de uma conversa coesa com uma grande pessoa, também sinta-se acolhido para leitura.

Olá Mauro, gostaria de saber como tu analisa esse ano de 2015 para o Palmeiras?

MB: Olá, é um prazer falar com vocês! Bem, o ano de 2015 para o Palmeiras foi muito acima do esperado, afinal 2014, foi uma temporada horrorosa, no qual eu vi o pior time da história do Palmeiras, o pior time grande que vi jogar. Foi pior que o Palmeiras de 2012, o Palmeiras de 2002, pior que o Palmeiras que disputou as Taças de Prata de 1981 e 1982, nem o Corinthians de 2007 era tão horroroso. Superava também o Fluminense dos anos de 1996 e 1997, o Grêmio de 2004, o Atlético Mineiro de 2005, o Vasco de seus anos de rebaixamento. Enfim, por isso necessitava trocar 25 jogadores. E para quem trocou 25 jogadores, iniciou um novo projeto, trazendo uma nova comissão técnica, que mais adiante foi alterada, mas mesmo entre uma e outra troca, chegou na final do Campeonato Paulista, eliminando o seu maior rival no estádio dele, sendo vice, diante de um bom time do Santos, mas que no qual teríamos o gosto da revanche na decisão da Copa do Brasil, e a conquistando em casa, da maneira que foi, já com outro treinador, e eliminando grandes equipes como, o Cruzeiro ganhando duas vezes, o Internacional, com uma vitória e um empate, e eliminando mesmo que nas penalidades o Fluminense... é no fim das contas melhor que a encomenda. Também, fora  de campo com uma nova mentalidade, com novos patrocinadores, e principalmente com o sucesso do sócio torcedor AVANTI, além de novas idéias, acaba entrando finalmente na mentalidade do século XXI, e claro que com esse cenário, e uma expectativa de coisas melhores ainda dentro de campo para o futuro.

Agora que o Palestra conquistou vaga para a Libertadores de 2016, esperaremos o que do elenco atual? Reforços?

MB: Com o Palmeiras na libertadores, terá mais investimento da Crefisa, com investimento para 3 ou 4 jogadores de boa qualidade, não que seja nenhum Messi ou Cristiano Ronaldo. Longe disso, mas para qualificar o elenco atual, e obviamente, manter a base atual.

Agora uma pergunta patrocinada pela 'Turma do Amendoim': Mesmo nas vitórias, Tem como explicar por quê tenhamos tanta corneta por parte da torcida?

MB: TEM SIM! Por isso que é Palestra Itália há 101 anos, e Palmeiras há 72 anos. é um clube de colônia Italiana, que se expandiu e hoje abrange várias colônias. Mas esta mentalidade corneteira, é do Palmeirense. se perde de 5, que perca de 5 mil. Se ganha de 8x0, é porque não fez 9x0. O princípio do Palmeiras é que qualquer craque é bagrecéfalo, qualquer Ademir Da Guia é um Darinta. Já no Corinthians por exemplo, qualquer cabeça de bagre é craque. Agregando que há uma oposição política cheia de picuinhas, com oposição dentro da situação, com interesses desinteressantes para o clube, mas que nos últimos tempos, melhorou. Passou a ter novos idéias, abrangindo para uma democracia, seja qual chapa for. E essa mentalidade de ideais novos vem amenizando este quadro. Porém se mantivesse, seguiríamos algo pífio, Como o Barato e péssimo na época do Mustafá, que em 2002 não pelo acaso, culminou com o Rebaixamento em 2202. Muito embora na era PARMALAT, havíamos ganhos muitos títulos, mas nos quais nos deixaram com dívidas e mais dívidas.

O Mauro Beting teria uma escalação com a equipe ideal da história Palestrina, até aqui?

MB: Sim, na verdade duas: Marcos, Cafú, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos; Cesar Sampaio, Ademir da Guia e Alex; Edmundo,Evair e Rivaldo, com gente maravilho
Mas num time mais específico, visto um pouquinho, lido e pesquisado, seria: Marcos, Djalma Santos, Luiz Pereira, Waldemar Fiúme e Roberto Carlos; César Sampaio (Dudu), Jair Rosa Pinto e Alex; Julinho Botelho, Evair e Rivaldo ( Melhor '11' que eu vi, era espetacular).

Ainda no seguimento corneta, pergunta-corneta: Qual motivo para a SEP não investir tanto na base?

MB: Historicamente não revelou praticamente nenhum jogador. Se pegarmos o Palmeiras de antigamente, no seu auge, o Oberdan Cattani veio da base de Sorocaba, o Marcos veio da base da Lençoense, o Roberto Carlos veio de Araras, Dudu já atuava há 5 anos em Araraquara, Evair já havia jogado na Itália, César Maluco da base do Bangu, entre outros. Mas é muito pouco. Não revela. Apesar que tenhamos uma grande estrutura, e conhecimento de base, não revelamos, apesar que há um promissor Gabriel Jesus oriundo da base. Também faz parte da cornetagem, que não gosta de trabalhar com esta base,  e de uma torcida impaciente com esta base.

Agora uma pergunta que muitas pessoas se fazem: Qual inspiração para os textos tão bem produzidos e emotivos por você?

MB: Ela vem do Palmeiras, por uma questão, que diria até terímel. Até porque, sou filho do ´radio, com uma facilidade para comunicação por parte de meus pais. Minha mãe e meu pai sempre estudiosos, brilhantes e esforçados, nos quais se conheceram numa rádio, a 9 de Julho. Também sempre me imaginei Palmeirense, jornalista e sempre tive amor para ambos. Dos meus 7 livros relacionados ao Palmeiras, brinco que p de ficção, foi de manual infanto-juvenil devido ao relato do suposto dia que me tornei Palmeirense, pois não existe esse dia que me tornei Palmeirense, há não ser quando se fala no dia da concepção, mas que convenhamos, não quero muitos detalhes. Nestes 49 anos de vida, sou há 25 anos jornalista esportivo por ser há 49 anos Palmeirense.É muito fácil se inspirar na história de vida Palmeirense, principalmente com suas glórias do século passado, além de suas tragédias com esse lado passional e motivo. Por ser um cara muito família, que tem a graça de ter uma família muito próxima, com dois filhos Palmeirenses, com escolha de olhos verde e coração Palestrino, filha que nasceu, na qual é também Palestrina. é um dom que herdei de meus pais, e de meu avô materno, que gosta muito de escrever, pois era jornalista, além de advogado...

Esperem, pausa na entrevista para avisar que: Vocês acham que vou colocar uma entrevista épica como essa, toda de uma vez só? Não mesmo. Dividiremos ela em duas partes. Para ficarem gosto de quero mais. Terça feira (8), a segunda parte desta entrevista. E aviso a todos. Ela é mais valiosa AINDA do que esta primeira parte.

Siga nossa equipe no Twitter: @Palmeiras_VQTTV

Compartilhe isto

Posts Relacionados