Planejamento 2016

10:02:00
Adeus e obrigado pelos serviços prestados Argel, que até tem os números a seu favor, porém não tem noção tática básica de um técnico de futebol, só lhe resta como atributos, a motivação e explosão, porém isso até Celso Roth tem, e nem Celso serve para a grandeza do Campeão de Tudo, poucos nomes estão no mercado, o Inter perdeu a chance de ter Muricy Ramalho e está perdendo a chance de ter Levir Culpi, os dois profissionais que hoje teriam cacife para trabalhar no clube.

Queria também me despedir de Nico Freitas, Rafael Moura, Léo, Wellington Martins, Dida, Taiberson, o Inter realmente não precisa desses atletas, na sua maioria esforçados, porém sem bola pra disputar sequer a Copa do Brasil pelo clube.

Alisson, Valdívia, Sasha e Dourado são peças importantíssimas que deveriam ser mantidas, porém é uma tarefa muito difícil, e conhecendo o momento financeiro do futebol nacional, pelo menos um será vendido, que seja Valdívia, e antes das críticas, eu explico: o Inter tem em casa a peça que pode substituir o carismático Mago, o nome da fera é Andrigo, que é promessa da base desde seus 15 anos, e faz também a função de meia.
Fonte: esporte.uol.com.br

A categoria de base do clube é tradicionalmente uma das mais fortes do Brasil, e o planejamento do próximo ano também passa pelos garotos, e com o caixa mais apertado que nos outros anos, será necessário mais do que nunca contar com as futuras promessas, e que assim seja.

Compartilhe isto

Posts Relacionados