Fluminense versão 2016

14:40:00
(Foto retirada do site explosaotricolor.com.br/v2/)
As pré-temporadas dos clubes brasileiros já estão dando o ponta pé inicial em 2016. E o que mais motiva torcedores nesse começo do ano são as caras novas que aparecem no centro de treinamento. Nesse quesito, acredito que não exista torcida mais feliz e realizada que a torcida tricolor, neste ano. 
O tricolor carioca começou o ano bem diferente do ano anterior, saiu do amadorismo de realizar pacotes de contratações de “investimento”, como João Felipe, Lucas Gomes, Victor Oliveira... E investiu pesado no mercado, trazendo jogadores considerados titulares. É verdade que para isso o clube precisou abrir os cofres, mas fez isso com a responsabilidade sempre presente na administração do nosso presidente Peter Siemsem e adicionou a esplêndida habilidade do nosso técnico, Eduardo Baptista, em garimpar o mercado do futebol.  
A tão sonhada manutenção do elenco, pedida por todos os técnicos ao final das temporadas, ocorreu no tricolor, que pode perder apenas o volante Jean do time titular do ano passado. Somado isso, chegaram o meia Diego Souza (R$ 2,5 milhões) para suprir a falta de um camisa 10 clássico e a falta de experiência em um elenco tão jovem, o zagueiro Henrique (R$ 8,6 milhões), o tão sonhado zagueiro de “grife” que a torcida tanto pede há anos e o jovem atacante Richarlison (R$ 10 milhões), um atacante veloz para jogar ao lado do capita Fred que também é uma promessa que pode gerar lucros para o tricolor no futuro. Vale resaltar que o tricolor ainda busca a repatriação do nosso Messi de xerém, Wellington Nem, a diretoria tem mostrado muita confiança com o desfecho positivo da negociação. 
(Fotos retiradas dos sites: gazetadopovo.com.br e globoesporte.com)


A torcida tem se orgulhado do clube nesse início de ano, não somente pelas belas contratações, mas também pela movimentação de bastidores da agremiação. Após anos de dependência da antiga patrocinadora, o Fluminense tem mostrado que é time grande e tem se reestruturado de forma rápida e eficiente, contrariando muitos que zombavam do time há exatamente um ano atrás. Além das vendas das joias da base, que neste ano renderam um total de R$ 63,4 milhões ao cofre do clube (Gerson + Kennedy), o clube trocou a sua fornecedora de material esportivo, saiu da Adidas e migrou para a DryWorld. E tem se movimentado para fechar um patrocínio máster com a Caixa Econômica Federal.
Analisando todo este panorama e olhando para os outros clubes brasileiros, acredito que a torcida tricolor tem motivo para estar feliz, orgulhosa e esperançosa com um ano de títulos do nosso fluzão.
Notas do Artur: 
Alguns jogadores contratados ao longo do ano anterior podem vir a ser grandes reforços para o clube neste ano, após uma boa pré-temporada. Caso do atacante Osvaldo, que por conta de lesões não pode ter uma sequencia boa no time, e do lateral Jonathan, que chegou no fim do ano e estava sem atuar há um ano.  
Meu time titular neste ano seria: Diego Cavalieri, Welington Silva, Henrique, Marlon, Léo Pelé, Edson, Cícero, Diego Souza, Gustavo Scarpa, Wellignton Nem e Fred.
O CT do clube, principal investimento da era Peter no fluminense, continua a todo vapor e promete ser um dos mais modernos do Brasil. 
Pelo lado financeiro, podemos ter a adição de vendas das nossas joias neste ano também. Marlon e Gustavo Scarpa tem tudo para estarem entre os selecionados da seleção para as Olimpíadas e podem despertar o interesse de grandes clubes europeus. Inclusive, Marlon já tem recebido sondagens da Roma neste início de temporada. 
                                  Artur Mello 

Compartilhe isto

Sou estudante de Jornalismo da UFBA, e pretendo seguir a carreira no ramo esportivo! Decidi criar este blog como uma forma de dar um ponta pé inicial nesta jornada! Abordarei neste blog assuntos do mundo do futebol, como noticias sobre transferências, jogos e polêmicas! Que Deus nos abençoe!! 

Posts Relacionados