Apagão dentro e fora de campo

08:46:00
Mais uma vez o Internacional cedeu aos encantos do fim da tabela. Em um jogo de 3 gols e 3 apagões, a equipe colorada perdeu em casa para o vice lanterna do campeonato, mas viu sua torcida fazer a festa dentro e fora das quatro linhas.


Apesar de sair na frente com um gol de Eduardo Sasha ainda no primeiro tempo, a atuação do Inter não surpreendeu nem para bem, nem para mal. O que se viu foram algumas boas jogadas e poucas finalizações de qualidade, que paravam na retranca do Veranópolis. 

A torcida fez sua parte na arquibancada do Beira-Rio, cantou sem parar até mesmo quando o estádio se apagou. Ao todo, foram três apagões que retardaram a partida, tornando o Gigante um verdadeiro caldeirão de apaixonados que, imediatamente, acendiam as lanternas de seus celulares para iluminar tudo e tornar a situação um verdadeiro espetáculo.

Depois de uma boa dose de prorrogação e da habitual pausa para o intervalo, o segundo tempo reiniciou sem grandes mudanças, a equipe colorada permanecia com Alisson; William, Paulão, Jackson e Artur; Fernando Bob, Rodrigo Dourado, Anderson e Eduardo Sasha; Alisson Farias e Aylon, enquanto o Veranópolis entrou em campo com Léo; Igor Bosel, Micael, Douglas e William Massari; Felipe Guedes, Wilian Favoni, Ronaldo e Lê(Paulista); Reginaldo Júnior e Zambi.

Quando todos acreditavam que veriam uma repetição do último jogo, onde o time deslanchou e marcou 3 gols na segunda etapa, o inacreditável aconteceu: o Internacional voltou a marcar um gol contra, aos 8 minutos. Dessa vez, o descuido foi de Jackson, que em seu dia de Géferson conseguiu se antecipar e desviar a bola para dentro das redes, sem dar chances para o goleiro Alisson defender. Até aí, tudo tranquilo. Um empate completamente reversível, pensamos.
Foto: www.internacional.com.br
Alguns minutos depois, Fernando Bob sentiu uma lesão e foi substituído por Andrigo, grande promessa da base, que poderia ser a solução. Aos 14 minutos, porém, mais um gol do Veranópolis em uma saída errada do Alisson. Agora o nome do gol era Zambi.

O Inter tentou resolver. Foram várias as oportunidades desperdiçadas, motivadas tanto por finalizações falhas quanto pela retranca do time do nordeste gaúcho. Aos 31 minutos, em uma última tentativa de reverter a situação, Argel substituiu Aylon por Bruno Baio, que até chegou a mandar a bola para as redes, mas viu seu gol anulado pela arbitragem por impedimento. A noite, no final das contas, ficou marcada pelo grande apagão do Internacional, tanto dentro quanto fora dos gramados, que manteve o Clube na 5ª posição do campeonato, ao menos por enquanto.


FESTA COLORADA

Apesar do resultado, a torcida continuou sua festa após o apito final. Em uma boa jogada de marketing, o Sport Club Internacional liberou o gramado para os torcedores, propiciando ainda um show com três cantores do The Voice Kids, enquanto todos podiam tirar fotos com as 19 taças conquistadas nos últimos 15 anos. A ação simples marca o inicio da campanha #PelaVigésima, que justamente visa a conquista da vigésima taça deste século. A torcida aprovou, entre erros e acertos o clube continua tentando inovar em suas ações de marketing. Que continue assim; que venha a vigésima.
Foto: Júlia Lassakoski


Siga no twitter: InterVQTTV

Curta no Facebook: Inter VQTTV

Compartilhe isto

Social media, apaixonada pelo Inter e pelo RS. O resto é invenção da galera. Futebol e cerveja = amor.

Posts Relacionados