Corintiano sofre...

17:36:00
No Corinthians, tudo é difícil.

Agência Estado


A velha máxima de que “se não for sofrido não é Corinthians”, as vezes, passa dos limites.

Tite saiu, Cristóvão chegou, e o que já era evidente para muitos agora é consenso geral: O Corinthians precisa urgente e desesperadamente de reforços. E em mais de uma posição.

Ok, sabemos disso.

- Então vamos ao mercado e vamos contratar as peças que precisamos!
Diria o inocentemente lógico leitor.

Mas não, no Corinthians não é assim que funciona.

Falta de dinheiro é uma boa desculpa, uma arena que custou 1 bilhão uma ótima justificativa, mas, de uma forma bizarra e que não é explicada por qualquer ser humano pensante, o Corinthians não consegue contratar ninguém. Não pelo menos sem antes submeter a torcida a assistir uma verdadeira e insuportável novela Mexicana, que entra em cartaz nos noticiários esportivos.

Enquanto os outros 19 clubes adversários do Brasileirão vão lá e contratam o que precisam, pagando bem ou não, para o Corintiano ler as especulações são uma enorme tortura.

Há uns 15 minutos atrás abri a página de um grande portal de notícias para dar aquela olhada rápida e pimba: “Tigres libera e Rafael Sóbis fica mais perto do Cruzeiro” seguido de: “Cruzeiro acerta com Ábila, destaque da Libertadores.”

Nossos amigos mineiros não são exclusividade, haja visto que outros clubes como o Internacional sempre abastecem as páginas esportivas com contratações, que se dão certo ou não, pouco importam.

Aí você que está lendo poderia me perguntar se eu sei o motivo disto. E não, eu não sei.

Incompetência?
Má administração?
Desleixo?
ou apenas palhaçada?

A real não sabemos, mas passou da hora do clube que mais fatura no Brasil ter a decência de se impor no mercado e fazer a gente que torce, sofrer um pouco menos.

E antes que eu me esqueça, embora quisesse esquecer:
NA DÚVIDA, CHUTA PRO MATO PEDRO HENRIQUE!

Compartilhe isto

Publicitário formado, jogador de futebol frustrado. Consome boa música e cinema com a mesma disposição que consome cerveja em jogos do Corinthians. Um cara que acredita piamente que a criatividade pode ser mais importante que o conhecimento.

Posts Relacionados