Se Eu Fosse Você

20:37:00
   Vocês provavelmente já assistiram aquele bem sucedido filme nacional Se Eu Fosse Você, aonde os personagens de Glória Pires e Tony Ramos se desentendem e por passe de mágica acordam de corpos trocados.
 
   E se eu dissesse pra vocês que isso aconteceu na Formula 1?
Lewis Hamilton imita Muhammad Ali após vencer GP do Canadá de Fórmula 1 (Foto/Fonte: Getty Images/GloboEsporte)
 
   Pois bem, houve um desentendimento no GP da Catalunya entre Hamilton e Rosberg, uma batida "sem culpados". O que foi dito entre quatro paredes só pilotos e dirigentes sabem, mas parece que como no filme os pilotos apontaram os erros de seu companheiro e como em um click ocorre uma troca de personalidades dentro da pista. Já detalho pra vocês.
 
   Vamos ao resumo do GP do Canadá.
 
  Como vimos nas ultimas poles do Hamilton, ele está tendo um sério problema de largada, Vettel parecia ser a Ferrari dos "Tempos de Ouro" e Hamilton uma frágil Manor.
 
   Rosberg arriscou uma ousada ultrapassagem por fora na primeira curva, o que não é de sua postura nas pistas, na verdade é bem o estilo de pilotagem do Hamil... Vish. Hamilton não deu lado, manobra clássica de defesa de posição e Rosberg viu sua ousadia obriga-lo a ir pela área de escape e a perder 7 posições, algumas recuperadas em seguida.
 
   Vettel abriu uma boa vantagem na 1ª volta, chegando a abrir uns 3 segundos em relação a Hamilton, mas um erro na chicane do "Muro dos Campeões" fez a distância reduzir para a casa de 1,5s.
 
   A partir daí a corrida foi morna até a parte final, alguns destaques foram a parada cedo de Vettel e Raikonnen que contrariaram a estratégia padrão do Canadá que pra esse ano era de uma parada, assim trocando seus pneus ultra macios pelos super macios obrigando mais uma parada obrigatória.
 
   Hamilton retomou a ponta e abriu uma vantagem de 11s que viu indo embora juntos com os pneus, quando a diferença batia em 6s o britânico parou e trocou os ultra macios por pneus macios, que eram os pneus obrigatórios dessa etapa. Vettel ainda continuava na briga pela vitória, e Raikonnen viu a chance de um bom resultado morrer com a estratégia da Ferrari.
 
   Na RBR a equipe pediu para Verstappen em 4º deixar Riccardo em 5º passar porque estava mais rápido, mas parece que Verstappen quis provar o contrário e acabou deixando Riccardo pra trás. Parece que ele sabia o que reservaria o final da corrida.
 
   Vettel voltou com os mesmos 11s de desvantagem pra Hamilton e parecia que ia chegar e passar de viagem o britânico, Hamilton não dava sinais de reação para as voltas cada vez mais rápidas de Vettel. A vantagem era só de 4s quando Vettel errou de novo a chicane do "Muro dos Campeões" e a diferença voltou a ser de 6s.
 
   Com um pneu de 30 e poucas voltas Hamilton começa a emparelhar as voltas com Vettel, pareciam ter colocados os pneus na mesma volta, Hamilton havia praticado uma tocada tão limpa que desfazia uma diferença de 15 voltas dos pneus de Vettel, uma tocada limpa que não é de seu costume, uma tocada que é característica do Rosb... Pois é, lembram do Se Eu Fosse Você? No final vem a conclusão.
 
   Rosberg vinha escalando o pelotão, com muito arrojo fazendo ultrapassagens no detalhe da freada da reta oposta, coisa pouco vista em Rosberg na sua carreira.
 
   Massa vinha no meio do grid quando um problema de aquecimento inesperado afetou seu desempenho o que o obrigou a parar nos boxes e abandonar a corrida. Seu companheiro Bottas era o único que oferecia resistência a Rosberg na reta oposta naquela altura pela velocidade elevada das Williams nas retas.
 
   A estratégia de Vettel começava a ruir, Hamilton não o deixava mais tirar a vantagem e a diferença se fixava em 5s. Raikonen já se contentava com um 6º lugar já que estava muito distante do 5º Rosberg,
 
   Foi aí que 2 pilotos começaram um show a parte, o 4º colocado Verstappen e o 5º Rosberg. Por umas 5 voltas Rosberg abria a asa na reta oposta e Verstappen fazia uma linha defensível impecável e até polêmica sobre alguns pontos de vistas, foram 5 voltas nesse ritmo, até que na penúltima volta Rosberg força por fora e em um dia de Hamilton erra e roda na área de escape da entrada dos boxes, quase perde a 5ª colocação e acaba ficando por isso.
 
   Hamilton recebe a bandeira quadriculada com 5s de vantagem para Vettel que foi 2º.


Resultado final do GP do Canadá.
    Depois de um inicio de ano muito ruim e azarado de Hamilton, parece que o inglês retoma a confiança na temporada e coloca fogo no campeonato. Os dois parecem ter trocado de corpos como no filme de Glória Pires e Tony Ramos, Rosberg arrisca onde não arriscava, Hamilton tem paciência onde não tinha. Parece que o momento psicológico dos dois virou e o inglês vai para o novíssimo GP da Europa no Azerbaijão muito mais confiante e mais leve, Rosberg viu sua vantagem praticamente irreversível diminuir para 9 pontos.

Tabela de pilotos e construtores.(Foto/Fonte: GloboEsporte)


   Semana que vem temos o novo GP da Europa na cidade de Baku no Azerbaijão. O circuito é o 2º mais longo da temporada e promete ser o mais estreito.

   Aqui o calendário do fim de semana e os canais que irão transmitir treinos e corridas.

Horários do fim de semana do GP da Europa.(Foto/Fonte: GloboEsporte)

   Que o resto da temporada seja repleto de emoções e disputa como vimos nesse fim de semana.

Compartilhe isto

Posts Relacionados