Vitória, redenção e preocupação!

Murillo Ferreira 14:56:00
Fonte: globoesporte.com
Na partida que aconteceu nesta quarta, no Morumbi, era essencial que o São Paulo saísse com a vitória e apresentasse um bom futebol, o que auxiliaria o time a retomar a confiança para os jogos da semifinal da Libertadores. O Tricolor Paulista conseguiu sair com os três pontos e, de certa forma, convencer em ao menos um dos tempos.

Patón escalou um time misto, mas com menos desfalques que na partida contra o Santos. O peruano Cueva, recém-contratado, fez a sua estreia e jogou bem. Outro jogador que merece destaque é Alan Kardec. O atacante voltou a balançar as redes após 17 jogos de jejum. Além do gol, Kardec atuou bem e esperamos que isso seja o início de sua ascensão.

O São Paulo foi amplamente superior na primeira etapa e poderia ter garantido a vitória, ainda no primeiro tempo, com um placar mais elástico. João Schmidt marcou o primeiro tento no começo do jogo, após uma jogada ensaiada de escanteio. Aos 39, Kardec ampliou o placar de cabeça, aproveitando o cruzamento magnifico de Michel Bastos. O jogo que parecia fácil, no entanto, se complicou no início da segunda etapa. O Fluminense teve um pênalti (contestado por alguns, mas na minha opinião foi bem marcado) e diminuiu o placar aos 7 minutos. O Tricolor Carioca pressionou, teve mais a bola e jogou melhor, porém não conseguiu empatar o jogo.

Mais uma vez, o destaque negativo fica com o meia Centurion. O argentino, que ganha chances incessantes, destoou até mesmo no primeiro tempo, perdendo diversas chances e “matando” muitos ataques são paulinos. Bauza também não teve uma “atuação” das melhores. Substituiu mal no segundo tempo e não conseguiu reverter o domínio carioca. 
Centurion deveria ter saído muito antes e quem deveria ter entrado era Luiz Araújo, para puxar contra-ataques e manter a velocidade da equipe.

A pior notícia ficou por conta da lesão de Ganso. O meia sentiu a coxa direita e estará fora da partida da Libertadores na próxima semana. É uma perda gigantesca para um time que é bastante dependente de sua maestria na hora de criar jogadas. Infelizmente, não poderemos contar com a “sorte de campeão” e teremos que nos superar mais uma vez. O atleta foi poupado contra o Santos e jogou apenas 30 minutos até ter a contusão, então não podemos criticar Patón por colocá-lo.

O clube do Morumbi volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. É certeza que Bauza entrará em campo com um time completamente reserva por causa da partida de quarta contra o Atlético Nacional pela Libertadores.


Siga-nos no Twitter: SPFC_VQTTV.

Compartilhe isto

Posts Relacionados