Ainda falta um “Suárez” para voltarmos a sorrir

16:08:00
Nós somos o Liverpool. Somos obstinados e intransponíveis. Colocamos o clube acima de qualquer individualidade ou contravenção. Passamos pela incapacidade dos “mecenas” e patacoadas diretivas já há algumas temporadas na utopia de um dia feliz.

É verdade que fomos vice-campeões da Liga e conquistamos títulos de menor expressão. Verdade é, também, que as incontáveis contratações de garotos desconhecidos do leste-europeu renderam bem menos do que o esperado. Não estou me equivocando ao dizer que fomos fortes, somente, quando ostentamos um potente ataque envolto em qualidade na temporada do quase (12/13).

E agora? O que esperar? Trouxemos Klopp, o demos tempo para trabalhar e agora o badalado e excêntrico comandante pode mostrar todo o seu repertório. Conseguirá? As chegadas de Mané e o melhor aproveitamento de Ings, juntamente com uma provável continuidade de Coutinho, me fazem acreditar que sim. Porém, diante de uma zaga instável, algumas saídas e um elenco carente em qualidade, fica escancarada a necessidade de contratações certeiras para o alcance da prosperidade.

A grandeza dos Reds não pode se contentar. Falta um “Suárez”, alguém para nos liderar. Já sabemos: Henderson nunca será Gerrard e a partir de tais certezas ficamos com o descontentamento. De outro ano no limbo para os registros da história. Apreensivos e carentes. Estamos cansados de viver de esperanças. Acompanhar de perto a remontagem dos times de Manchester e novamente a polarização da PL dói. Protestamos e amamos, por meio deste em favor da instituição. Para sempre, Liverpool!

Compartilhe isto

Posts Relacionados