Por que Márcio Araújo ser titular do Flamengo é um erro?

15:14:00
Na torcida do Flamengo e em alguns meios de imprensa como a ESPN Brasil (Veja o link), a maior reclamação com o técnico Zé Ricardo é a manutenção de Márcio Araújo no time titular em detrimento do ótimo volante Gustavo Cuéllar. Mostraremos, com base em números, porque é um erro escalar Márcio Araújo como titular e deixar colombiano no banco de reservas:

No dia 19/02/2014, o camisa 8 foi anunciado pelo Flamengo, por meio do twitter oficial do clube, durante a vitória por 2 a 0 sobre o Madureira pela Taça Guanabara de 2014. Após a estreia contra o Nova Iguaçu, no sábado de carnaval, Márcio disputou mais 124 jogos pelo Mais Querido, anotando só 3 gols. O mais marcante foi na final do Carioca de 2014, contra o Vasco, em que marcou o gol do título, em posição irregular.

Márcio nunca foi unanimidade em nenhum clube por onde passou. Foi para a Gávea para ocupar a vaga de Elias e virou titular absoluto em 2014 e 2015. No Palmeiras, os torcedores chegaram até a fazer um site pedindo a saída do camisa 8 do clube:
(Foto: Reprodução/ Twitter)
Mas por que ele gera esse ódio nos clubes que passa? Os números podem enganar, pois Márcio Araújo tem ótima média de acertos de passes, mas pouquíssimos são efetivos (para frente), preferindo passes curtos ou laterais, como se pode ver no gráfico:
Flamengo 1 x 0 Vitória (Foto: Squawka)

Além disso, Márcio Araújo tem uma movimentação pouco efetiva para o time, muitas vezes se escondendo atrás de um adversário, dificultando assim a saída de bola do rubro-negro:
Cruzeiro 0 x 1 Flamengo (Via: Squawka)
Jogador se esconde atrás do marcador e faz com que o A.Patrick volte para tentar auxiliar na saída de bola (Reprodução/Globo)

Gustavo Cuéllar

O colombiano chegou no dia 20/01/2016 ao Mais Querido após o fracasso na negociação com o chileno Marcelo Diaz, que foi para o Celta de Vigo (ESP). Cuéllar chegou para tomar o lugar de Márcio Araújo no time. Com Muricy, demorou mas o camisa 26 virou titular logo de cara. Com boas atuações, ganhou o carinho da torcida.
No último jogo de Muricy no comando, diante do Sport, Cuéllar foi um dos destaques (Via: Footstats)

Cuellar no jogo contra o Confiança (3–0) pela Copa do Brasil (Via: Footstats)
Com 21 jogos pelo rubro-negro, Cuéllar se destaca pela qualidade nos passes, principalmente nos verticais em que mostra sua ótima visão de jogo, na movimentação, principalmente auxiliando nas saídas de bola (como é possível ver no mapa de calor) e nos desarmes precisos.

Cuéllar x Márcio Araújo

No Brasileirão 2016, Cuéllar foi titular somente nas duas primeiras rodadas. A queda dos números de desarmes e passes mostram a falta que o colombiano faz ao time:
(Via: Footstats)

(Via: Footstats)

Compartilhe isto

Posts Relacionados