Um jogo de chegadas e partidas. PRÉ-JOGO: Internacional x Palmeiras.

20:11:00
Crédito: Pedro H. Tesch/Agência Eleven/Gazeta Press
O Palmeiras, com sua melhor equipe dos últimos anos, seria capaz de por fim no jejum de 19 anos sem vencer na casa colorada? Ou Falcão, que pelas duas passagens comandando o time não brilhou, irá dessa vez, ofuscar o trabalho de Cuca? 

De um lado temos o líder isolado, embalado e muitas vezes, de sua capacidade questionado, do outro, o colorado, que por rodadas seguidas veio a ser líder isolado, um time a ser batido, que pela ironia do destino, bateu e se perdeu. 

Será o 61° confronto entre as duas equipes pelo campeonato brasileiro, que na sua história, possui uma larga vantagem nos resultados para o time sulista, 28 contra 16 do alviverde. Ao longo de toda essa trajetória, vem algo bastante incomum no futebol, um jejum de 19 anos sem vitórias do Palmeiras como visitante, um tabu do qual a equipe colorada pode utilizar como amuleto, devido sua sequência ruim, contra as vitórias consecutivas do rival, que é líder.

Um jogo que além de toda essa história, marca muito ambos os times, de formas diferentes, porém, com o mesmo significado, a saudade, palavra difícil de se traduzir, que nesse jogo se faz presente, Fernando Prass e Gabriel Jesus, em seus últimos jogos no primeiro turno do campeonato, defendendo o manto verde e branco, deixando a torcida que canta e vibra na saudade até seus respectivos retornos da seleção, e a volta de Falcão, que com seus pés um dia já tirou gritos da torcida, hoje utiliza a cabeça e o coração para comandar a equipe, ídolo, que deixou saudade. 

Um jogo de chegadas e partidas, um jogo de história, de saudade, um jogo de Palmeiras.

por Amanda Guimarães
SIGA NOSSA EQUIPE NO TWITTER @Palmeiras_VQTTV 

Compartilhe isto

Posts Relacionados