Brasil espanta zika 7x1, elimina Austrália e vai a semi final!

20:04:00

Foto/Fonte: Reprodução/Twitter

Poderia falar sobre as variantes táticas das equipes, oportunidades detalhadas de gol, mas desta feita não direi. Me obrigo a relatar sobre a questão emocional, sobre a adrenalina em nível extremo, e mostrar para aqueles que ainda duvidam do poder que o futebol, e o que o esporte podem fazer com a humanidade.

Não foi uma mera noite, um mero jogo de futebol. Foi muito mais além disso, imensurável dimensão diante de uma Seleção Brasileira jogando diante de sua grande e maioria torcida, e que encarava uma encardida seleção australiana. Agregando ao fator de ser uma partida de 'mata', pela última vaga às semi finais, em um palco de recentes partidas memoráveis. Não que a história do estádio não seja memorável, mas ultimamente quando se fala no Mineirão na atualidade, vem à mente do torcedor brasileiro as pelejas pelejas: Brasil 1x1 Chile (4-3 Brasil nos pênaltis), com bola no travessão brasileiro,no ato final da partida; e O fatídico Brasil 1x7 Alemanha.

Por mais que não queiram comparar as seleções masculina e feminina de futebol, no quesito união, paixão e ímpeto, comparo como damas 7x 1 cuecas. Devido a toda luta tdas guerreiras brasileiras, provando aos 'cuecas', que o real amor a camisa têm vindo das mulheres.

Se há vexames no lado masculino, não se pode dizer o mesmo das damas.  Porr*, como não se emocionar com essa partida histórica. As australianas que marcavam de forma intensa, e pilhavam o emocional da canarinha. Tivemos boas chances sim, porém ao não aproveitarmos, a tensão aumentou, e agregando o fato de jogadoras lesionadas e a bola não entrar, mostraram o aspecto desespero. Desespero inevitável que quase infartou aos envolvidos.

Acabou o tempo normal, a prorrogação, e vieram as penalidades, que seriam o ápice de uma épica partida. Marta perdeu sua penalidade, e logo a quinta cobrança da série, e logo a maior jogadora da história do futebol feminino mundial. Logo ela? Mas os Deuses do futebol fariam isso com ela? Me perguntei e logo a Bárbara respondeu que não. Com suas duas defesas maravilhosas, fez o choro desesperador de Marta, se tornar um choro de alívio. O que o Mineirão viu foi a justiça sendo feita, e mostrando para as algozes da Copa do Mundo de 2015, que aqui no Brasil, quem deve se impor, é o povo brasileiro. Que venha a Suécia, e que sigamos rumo ao ouro, com essas damas batalhadoras, que provaram que o futebol não é apenas um jogo qualquer, e que é um esporte de valor muito maior do que você possa imaginar. Seja para o(a) esportista, quanto para os torcedores(as)

por: Leonardo Bueno


Compartilhe isto

Posts Relacionados