Na Arquibancada #3: Atlético x Atlético-PR

13:20:00



Faaala CAMbada, “belê”?

Ontem, pra variar, estava eu lá garrado no Horto, para acompanhar nas arquibancadas do cemitério mais temido do Brasil mais uma GRANDE vitória do Galo. Até hoje não consigo conciliar essa parada de preço alto de ingressos para manter o “futebol moderno” e deixar de fora inúmeros torcedores que não tem a mesma sorte de alguns... enfim, tema para outro texto já que jogamos e vencemos na raça! Tem nego aí que vai dizer que o time jogou mal, que não teve espetáculo, que os paraguaios tiveram muitas chances, demos sorte... na boa mano, desejo a você, do fundo do meu coração, um imenso VAI CATAR COQUINHO!

Vai lá na torcida do Palmeiras e pergunta se eles gostaram de jogar bem e empatar em casa com a Ponte Preta... E mais, já tem um tempo que esse Atlético Paraguaiense tem nos tirado pontos no campeonato brasileiro e, jogando bem ou mal, vencê-los foi importantíssimo para o campeonato e, principalmente, para espantar essa “inhaca”.

E no último domingo, uma vez, o atleticano teve de trocar o café da manhã ou da tarde pelo almoço já que, pela quinta vez nesta competição, jogamos às 11h da matina. Se para os jogadores este horário é incômodo, as vezes até perigoso, para torcida tem se mostrado um sucesso. O que dá de famílias completas no estádio não está no papel... E a criançada então? Lota a parada e, vou te contar uma coisa, os moleques, mais do que muito marmanjo, apoiam, cantam e incentivam o tempo todo!



Marcelo Oliveira frustrou todo mundo quando optou por Carlos ao invés do venezuelano Otero. Galera estava afim de ver futebol do cara logo no início, mas não rolou... mas tem outras coisas envolvidas também, até onde sei, haviam representantes do Zenit no estádio acompanhando seu futebol, era o centésimo jogo dele com nossa camisa e, mesmo após alguns erros e exageros, ele acertou a jogada que originou o pênalti que viria a decidir a partida em nosso favor. Robinho realmente está com fome de gols esse ano, pegou a bola, trocou uma ideia com Lucas Pratto antes da cobrança, marcou e saiu fazendo coraçãozinho para algum camarote no Horto.



Se por um lado estamos “de boa” com opções no ataque, a defesa está de arrancar os cabelos na ausência de um dos titulares. Nosso “Xerches”, vulgo Ronaldo CONCEIÇÃO (êta nomezinho amaldiçoado) erra tudo que tenta. Quem me conhece sabe que não sou exaltar pontos negativos, mas o cara não dá conta de dar um dedão pra frente e afastar a danada de nossa área... durante o jogo cheguei a sentir falta do Edcarlos ser a primeira opção no banco... sinal que a parada tá séria! Rsss



Sorte a nossa que nosso Santo, mais uma vez, estava em tarde inspirada! Que jogo fez São Victor! Até quando não estava valendo o cara não deixava a pelota passar e garantiu nossa vitória contra os paraguaios... não é a primeira vez que ele assegura os três pontos e, tomara, que não seja a última... chupa cornetas!

Aliás, esses torcedores que insistem em ver o copo meio vazio enchem o saco as vezes viu... jogo tenso, toda uma carga emocional em cima e, ao invés de apoiar, os caras insistem em cornetar todo e qualquer jogador. “Eita nóis”! Não entendo a cabeça desses caras e o que os levam a ir ao campo avacalhar a torcida... deixar um pensamento aqui: 
Quando um jogador do Galo perde a bola ou erra um passe temos duas escolhas: a primeira é xingar e cornetar. A segunda é incentiva-lo a recuperar a pelota e partir pra cima de novo! E convenhamos, para nós atleticanos, essa é uma escolha pra lá de simples, né! 
Almeida,Pedro.
Quarta, infelizmente, não poderei ir ao jogo já que as obrigações acadêmicas não permitirão, contudo, enquanto uns certamente estarão caçando pokemons, eu vou é atrás de um bar ali no centro/savassi assistir e apoiar, mesmo que de longe, meu time do coração! Sugestões? Deixem nos comentários!

No mais, #AquiéGalo e #EuAcredito Sempre!

Me sigam lá no twitter: @contato_almeida


Equipe Atlético-MG: Twitter | Facebook

Compartilhe isto

Posts Relacionados

2 comentários

Write comentários