O verdadeiro Flamengo

18:19:00
Mancuello marcou o golaço da partida, aos 45 da segunda etapa (Foto: Márcio Cunha/ Mafalda Press)
Após a vergonhosa derrota em Florianópolis na quarta-feira, o Flamengo continuou em terras catarinenses e foi até Chapecó enfrentar a Chapecoense, que só havia perdido uma partida na Arena Condá nesse Brasileirão. Buscando essa importante vitória, Zé Ricardo manteve a base que venceu o Grêmio no domingo passado, com a volta dos suspensos, e mandou a campo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Arão e Diego; Éverton, Gabriel e Guerrero.

Aproveitando o gramado rápido, a Chape começou pressionando o Rubro-Negro e assustou em uma cabeçada que Réver salvou em cima da linha. Aos 8', Pará roubou a bola, iniciou o contra-ataque tocando para Éverton que tabelou com Diego e devolveu para o lateral-direito que deu um passe perfeito para Diego chutar sem chances para Danilo, Fla 1 a 0. Após o gol, a equipe carioca recuou e chamou os mandantes, mas só tentavam chegar em bolas aéreas, que foram afastadas pela dupla de zaga. Porém, aos 41', Cléber Santana arriscou uma bomba, Muralha espalmou e Kempes empatou a partida e assim ficou até o intervalo, 1 a 1.

Na segunda etapa, a postura do Mais Querido mudou e os jogadores foram decididos a buscar a vitória. Em quinze minutos, o Flamengo já havia chutado mais vezes que nos 45 minutos iniciais, porém faltava maior precisão. Aos 16', Zé tirou os dois pontas (Éverton e Gabriel) e colocou Mancuello e Leandro Damião. Com parceiros de posição, Diego e Guerrero cresceram na partida e o rubro-nego ficou próximo de definir a partida em minutos: aos 25', Guerrero saiu da área e tabelou com Mancuello até o argentino chutar paa a defesa de Danilo e no rebote, Guerrero foi derrubado por Josimar que já tinha amarelo, dentro da área, e o árbitro não expulsou (Caio Jr na hora tirou o jogador, temendo a expulsão). Damião cobrou com perfeição e recolocou o Fla em vantagem, 2 a 1. Aos 31', Guerrero puxou o contra-ataque e após tabelar com Damião perdeu uma grande chance ao chutar em cima do goleiro catarinense, no rebote Diego rolou novamente para Guerrero que deu uma caneta em Thiego e obrigou um milagre do goleiro da Chapecoense.

Após isso, a Chape foi desesperada em busca do empate e quase conseguiu mas, graças à Muralha e à falta de pontaria, o rubro-negro segurou até conseguiu matar o jogo: aos 45', Mancuello cobrou escanteio curto para Guerrero, o peruano devolveu e o meia argentino tabelou com Damião para chutar de trivela, no ângulo de Danilo, Fla 3 a 1 e conta fechada.

Com os resultados, o Flamengo pulou para a 2ª posição com 40 pontos, 3 pontos atrás do líder Palmeiras, e abriu 4 pontos para o primeiro time fora do G-4 (Santos com 36). Na quarta-feira (31), a chave volta a ser virada para a Sul-Americana onde o Flamengo vai até Cariacica, buscando reverter a desvantagem de Florianópolis.

Notas dos jogadores do Flamengo

Alex Muralha- 8
Pará- 9
Réver- 8
Rafael Vaz- 7,5
Jorge- 6,5
Márcio Araújo- 6
Willian Arão- 6,5
Diego- 9
Éverton- 6,5
Gabriel- 6,5
Paolo Guerrero- 8,5
Leandro Damião- 9
Federico Mancuello- 9
Gustavo Cuéllar- 6,5
Zé Ricardo- 9

Equipe Flamengo: Twitter
por Rafael Lisboa

Compartilhe isto

Posts Relacionados