Recordar é viver: O ano que o Fluminense conquistou o mundo

14:16:00
Hoje uma das maiores conquistas do Fluminense completa 64 anos e nós resolvemos realizar uma retrospectiva para aqueles torcedores que não sabem muito sobre ela.
Taça da Copa Rio nas Laranjeiras. Foto: Bruno Haddad / Fluminense FC
A Copa Rio foi um torneio internacional patrocinado pela Confederação Brasileira de Desportos (CBD) e acompanhado pela FIFA. A competição reunia oito clubes de várias nacionalidades diferentes, um mundial da época. Esses clubes eram divididos em dois grupos com quatro clubes cada, o grupo Rio e o grupo São Paulo. Na edição de 1952 o torneio teve Fluminense (BRA) Campeão Carioca de 1951, Peñarol (URU) Campeão Uruguaio de 1951, Sporting (POR) Campeão Português de 1951/52, Grasshopper (SUI) Campeão Suíço de 1951/52 compondo o grupo Rio e Corinthians (BRA) Campeão Paulista de 1951, Libertad (PAR) Vice Campeão Paraguaio de 1952, Áustria de Viena (AUS) Vice Campeão Austríaco de 1951/52 e Saarebrucken (ALE) Vice Campeão Alemão Ocidental de 1951/52 compondo o grupo São Paulo. Libertad e Áustria de Viena lideravam seus respectivos campeonatos quando receberam o convite já o Saarebrucken foi convidado pois o campeão Stuttgart, não poderia participar de torneios no exterior, em função de uma Lei Federal da época.
Fase de grupos
Em sua estreia o Fluminense enfrentou o Sporting, na época, atual campeão português. Em uma partida onde o goleiro adversário, Carlos Gomes, brilhou e o 0 X 0 foi um resultado considerado justo.
O Fluminense entrou em campo com: Castilho, Píndaro, Pinheiro, Jair, Édson, Bigode, Telê, Orlando (Robson), Carlyle (Marinho), Didi e Quincas.
Na segunda partida o Fluminense enfrentou o Grasshopper da Suíça, com uma defesa muito consistente que só aos 78 minutos de jogo, após um lance onde Marinho e Vilalobos disputaram juntos, Marinho acabou finalizando e marcando o gol que deu a vitória ao Fluminense por 1 X 0. 
O Fluminense entrou em campo com: Castilho, Píndaro, Pinheiro, Jair, Édson, Bigode, Lino (Telê), Orlando (Vilalobos), Marinho, Didi e Robson.
Já em seu terceiro jogo o Fluminense aplicou um lindo 3 X 0 contra o Peñarol. Marinho marcou duas vezes, aos 38 e aos 75 minutos, e o terceiro gol foi de Orlando nos acréscimos, cobrando um pênalti sofrido por Marinho.
Fluminense entrou em campo com: Castilho, Píndaro, Pinheiro, Jair, Édson, Bigode, Telê, Orlando (Vilalobos), Marinho, Didi e Robson.
Elenco Campeão da Copa Rio de 52.
O Flu terminou a fase de grupos classificado em primeiro lugar com 5 pontos, 2 vitórias, 1 empate, 4 gols marcados e nenhum sofrido.
Semi final 
Na semi final do Flu pegou o Áustria de Viena que terminou a fase de grupos em segundo no grupo São Paulo. O primeiro jogo foi difícil e o Fluminense só conseguiu uma vitória magra com um gol de Didi, cobrando falta aos 73 minutos.
Fluminense entrou em campo com: Castilho, Píndaro, Pinheiro, Jair, Édson, Bigode, Telê (Robson), Orlando (Simões), Marinho, Didi e Robson (Quincas).
No jogo de volta o paredão Castilho sofreu seu primeiro gol na competição, apesar disso o Fluminense aplicou uma incrível goleada, vencendo o clube Austríaco por 5 X 2.  O primeiro gol da partida foi de Telê aos 7 minutos. Pouco depois o Áustria virou o jogo, empatando aos 10 minutos e desempatando aos 21. A virada tricolor começou com Orlando que empatou logo depois e aos 40 minutos virou o jogo, 3 x 2 Fluminense. Quincas marcou o quarto aos 53 e Orlando aos 77 minutos sacramentava a goleada marcando seu terceiro gol na partida.
Fluminense entrou em campo com: Castilho, Píndaro, Pinheiro, Jair, Édson, Bigode, Telê, Didi (Robson), Marinho (Simões), Orlando e Quincas.
Final


Na final o Fluminense encarou o Corinthians, até então invicto. No jogo de ida o Fluminense venceu por 2 x 0. Com um gol de Marinho e outro de Orlando. 
No jogo de volta Didi abriu o placar aos 
10 minutos. Jackson empatou a partida aos 57 minutos, mas aos 65 minutos Marinho desempatou a partida. O Corinthians conseguiu seu empate no fim do jogo, o que não estragou a festa Tricolor. Com o empate em 2 X 2 o Fluminense se sagrando campeão mundial. A final foi apitada pelo árbitro francês Gabriel Tordjaman, teve renda de Cr$ 1.506.379,00 (Cruzeiros) e público de 65.946 presentes e 53.074 pagantes.
Fluminense entrou em campo com: Castilho, Píndaro, Pinheiro (Nestor), Jair, Édson, Bigode, Telê (Robson), Didi, Marinho, Orlando e Quincas.
Por Matheus Siqueira / Vai Que Tô Te Vendo / @CrownClownTheus


Compartilhe isto

Posts Relacionados