Sem desculpas

17:10:00
O título acima já mostra a situação do São Paulo: é vencer ou vencer nessa rodada. Não haverá tempo nem espaço para: desculpas para bola diferente ou murcha, buraco no gramado (até porque será no Morumbi, casa tricolor), péssima arbitragem (algo "inédito" no futebol brasileiro e mundial), retranca rival (que também passa longe de ser novidade...), o que interessa para o torcedor tricolor respirar aliviado é: ver o placar apontando vitória são-paulina e subir na tabela (coisa impossível atualmente).
Ricardo Gomes tenta recuperar o São Paulo de maneira imediata.
Hudson disse que a Copa do Brasil deveria ser encarada como "Copa do Mundo" para o São Paulo, mas o que se viu? O time errava passes de 2 centímetros, não corria, não marcava, não tocava a bola como deveria dentro da área e para piorar tudo, tinha um medo horrível para finalizar diante do...Juventude (com todo o respeito ao time gaúcho, obviamente), mas concordo com a frase do finado técnico holandês Rinus Michels (inventor do "futebol total" e que levou a Holanda ao vice-campeonato mundial de 1974): "O jogador precisa disputar a bola como disputa um prato de comida". 

E ele tem total razão, afinal, hoje em dia, os jogadores não têm estímulo para brigar por algo que precisem, nem justificar o salário que ganham (que não é pouco, vale ressaltar).
Ricardo Gomes, no jogo entre São Paulo e Juventude no Morumbi.
O problema principal já vem sendo alertado há tempos: recuperar a confiança dos jogadores e isso é mais que sabido, só se vem com vitórias dentro de campo, conversa fora dele e foco diante do objetivo - afinal, ter o São Paulo como coadjuvante e candidato ao rebaixamento do mesmo modo que é vergonhoso para a torcida, também deveria ser para os jogadores, dada a tradição do clube e que para ser resgatada logo, não será de forma imediata, mas claro que como dito antes, só a vitória interessa - chega de pontos desperdiçados em casa e olha que perdi a conta deles -.

A situação tricolor é tão difícil, que mesmo tendo quase duas semanas entre o Coritiba e o Palmeiras (11 dias, para ser exato - já que o clássico será apenas dia 7/9), o time terá desfalques e o técnico terá dificuldades para montar o time para esse jogo, já que o elenco ficará bastante reduzido.


Vencer ou vencer: esse é o caminho a ser traçado de agora em diante! 
Não quero mais desculpas!

Rumo à vitória, São Paulo!

Equipe São Paulo: Twitter

Compartilhe isto

Bacharel em Direito, acompanha futebol desde sempre e dá seus pitacos quando é e quando não é chamado. Ama o S.P.F.C. incondicionalmente e despreza os rivais, a menos que estejam em boa fase, nesse caso, os odeia.

Posts Relacionados