3 anos sendo garfados em Itaquera. E Domingo tem mais.

00:15:00
O pós jogo de hoje começa com uma citação. 
"No Brasileiro de 2014, gol legítimo do Henrique. No Brasileiro de 2015, gol legítimo de Cícero. Na Copa do Brasil 2016, dois pênaltis. Os três jogos fizemos boas partidas, mas, infelizmente, fomos prejudicados. Não falo má intenção, falo em pressão. A gente foi prejudicado nos dois anos anteriores e agora também". - GUERREIRO, Gum.

Tivemos um jogo hoje em Itaquera? Pareceu um arrastão. O Fluminense fez uma partida muito boa, com total chance de sair classificado para as quartas de final da Copa do Brasil. Mas, como o foco da partida não foi o futebol, por que falar de futebol? 

No primeiro tempo, o Fluminense teve dois gols bem anulados pela arbitragem e não sofreu perigo de gol do time corintiano. Mas, aos 42 minutos do segundo tempo, após cruzamento na área, Cícero foi claramente deslocado pelo Balbuena dentro da área, que em momento algum visou a bola, mas somente o corpo do adversário. De frente para o juiz. Pênalti claro.E ele deixou o jogo seguir. 

Cícero já foi para os vestiários reclamando: "O problema no nosso futebol brasileiro é que a arbitragemerra em lances bobos para o time da casa. Sobre o pênalti, tenho minhas dúvidas. Mas acho que foi pênalti, estava olhando para a bola e levei o encontrão", disse o jogador. 

Infelizmente o Flu perdeu o jogador Wellington, que sentiu e teve que ser substituído. Jogador mais eficiente do elenco, esperamos que esteja à disposição no domingo. Richarlison entrou no seu lugar e participou muito bem do jogo. Destaque também para o goleiro Júlio César, sempre muito bem quando exigido. 

Logo aos 3 minutos do segundo tempo, Gustavo Scarpa bateu escanteio rasteiro e Cícero chegava para finalizar. Marquinhos Gabriel puxou o jogador desde a entrada da área até a bola ficar fora de alcance do meio campo tricolor. O pênalti poderia ser marcado. O juiz preferiu deixar o jogo seguir, mais uma vez. Mas esse ainda era duvidoso. 

Aos 11 minutos, Douglas tabelou com Richarlison e deixou Marcos Junior na cara do Cássio, com chances claras de gol. O bandeira marcou impedimento. Adivinha? O jogador estava em posição legal e o lance foi mal anulado.

Aos 15 minutos, o terceiro gol anulado do Fluminense. Bem anulado. Porém, o bandeira não havia marcado impedimento. Os jogadores tricolores já estavam comemorando, quando, subitamente, o auxiliar levantou seu instrumento de trabalho. Acertou, mas cedeu a pressão de Itaquera. Não teve convicção do que estava fazendo. 

O Fluminense já estava perdendo a cabeça. Magno Alves e Marquinho tinham entrado no lugar de Marcos Junior e Pierre. Aos 40 minutos, Marquinho fez uma falta de jogo em Fágner. O juiz deu cartão amarelo ao jogador. Supostamente, o meia tricolor teria reclamado mais e o juiz fez o favor de expulsar o jogador do Fluminense. Desnecessário. Rigoroso demais. Se fosse do outro lado, não teria feito.

Mesmo com um a menos, o Time de Guerreiros não desistiu. E no último lance do jogo, após cruzamento na área, Richarlison ganhou de Fágner e levou uma rasteira dentro da área. SEGUNDO PÊNALTI CLARO NO JOGO. E ADIVINHA? O juiz mandou seguir. Como se não bastasse, deu somente 3 minutos de acréscimo, dos quais só 1 foi jogado. Uma vergonha.

Após o jogo, os jogadores tricolores cercaram a arbitragem e deram entrevistas. 
"Se a gente falar algo, acaba sendo punido. Os lances de gols vocês poderão ver. Tentamos, mas não deu. Fica o nosso esforço.", disse Magno Alves.
"Do jeito que foi hoje, a gente poderia jogar mais cinco tempos que seria complicado. Não ia dar certo. Reclamei, ao final, do tempo. Ele indicou dois minutos e só deu um. É difícil. Tem umas coisas que é difícil de aceitar. Não posso nem expor a minha opinião pois pode dar ruim.", disse Gustavo Scarpa.
Ah, o Corinthians fez um gol aos 23 minutos com Rodriguinho. E o jogo acabou 1 a 0, com os paulistas classificados. Mas só na súmula. Porque moralmente, deveria terminar com uma classificação tricolor.
Equipe Fluminense: Twitter 
por Vinícius Veloso

Compartilhe isto

Posts Relacionados