Do outro lado da cidade: dois contrastes

14:05:00
De um lado, um mundo primitivo, sem cores, listrado, preto no branco, branco no preto. Há quem goste de levar a vida apagado, quem carrega suas cores sem cores e tem orgulho de ser como o mundo primitivo da era digital. Há quem não se importe de comemorar uma alegria de anos e anos, de geração a próxima geração, há quem simplesmente ama torcer contra o vento para que entre os acasos consiga vencê-lo. Mas do outro lado da cidade tem, alguém que me encanta mais, que reluz a cor do céu, que imita a cor do mar. Há quem traga felicidade com mais frequência, quem já estampou seu nome no mais alto estandarte celeste. 


Na maternidade belo-horizontina quando nasce uma criança, creio eu, já nasce com a heranças dos pais, afinal, qual casal atleticano vestiria azul no filho ou qual casal cruzeirense vestiria preto e branco na sua prole?! Mas, nem sempre quem nasce no berço tradicional vai crescer carregando as mesmas cores, porque as pupilas dilatam e escolhem o oposto - às vezes - nem todo mundo nasceu pra brilhar, como nem todo mundo nasceu para estar apagado. São dois contrastes, de dois lados da cidade, que fazem a rivalidade ser alimentada e instigada em cada canto, em cada bar, em cada esquina que se vá...

Dizem que dia de clássico "beagá fica da hora", quem vos escreve está indo a primeira vez à capital mineira vivenciar esse contraste, sentir na pele o que é ver uma cidade dividida em prol de uma bola rolando e vinte e dois homens correndo atrás. Mas o que encanta e chama atenção são os cânticos que ecoam pelas arquibancadas do Mineirão. Uma briga interminável de qual torcida é melhor que a outra. Uma 'canta que sai gol' e a outra canta após o gol.  Não é mais meio a meio, agora é maioria que manda e neste fim de semana eu vou de azul, eu vivo por azul, eu canto pelo azul e estou deixando minhas raízes com uma voz trêmula de emoção cantando com o coração "Ô meu pai eu sou Cruzeiro meu pai!"

Equipe Cruzeiro: Twitter | Facebook

Compartilhe isto

Posts Relacionados

2 comentários

Write comentários