Morreu líder pra nascer Campeão

00:03:00


Hoje, dia 20 de setembro é dia do Palmeiras! Não, hoje não tem jogo do nosso alviverde, mas hoje é dia dele, porque assim é reconhecido por lei. A Lei municipal nº 14.060 de 11 de outubro de 2005, instituiu que dia 20 de setembro é Dia do Palmeiras no Calendário Oficial da cidade de São Paulo, em homenagem a Arrancada Heroica de 1942.

O Palestra Itália foi perseguido e sofreu pressão política por causa da Segunda Guerra Mundial, sendo obrigado a mudar o seu nome que fazia referencia a Itália, pois esta fazia parte do Eixo junto com o Japão e a Alemanha, grupo ao qual o Brasil havia rompido relações diplomáticas, pois fazia parte dos Aliados. Decidiram então mudar para Palestra de São Paulo, mesmo assim a perseguição continuou e se não houvesse mudança, teríamos nossos bens confiscados, então em 14 de setembro por sugestão do Sr. Mário Minervino (membro da diretoria), o clube mudou o nome para Sociedade Esportiva Palmeiras e disse "Não nos querem Palestra, pois seremos Palmeiras e nascemos para ser campeões”.

Em 1942, o Palestra Itália disputava o campeonato Paulista e mesmo com a perseguição que vinha sofrendo era o líder absoluto da competição, até que por motivos políticos, teve que mudar o nome para Palmeiras as vésperas da decisão contra o São Paulo que aconteceria no dia 20.

Em 20 de setembro de 1942, o clube realizou a sua primeira partida com o nome Palmeiras, foi na histórica final do Paulista contra o rival São Paulo, os jogadores palmeirenses chamados de fascistas e inimigos da pátria decidiram entrar em campo segurando a bandeira do Brasil. O Verdão vencia o jogo por 3x1, até que teve um pênalti a seu favor, o São Paulo não quis deixar o Palmeiras cobrar e decidiu fugir de campo, abandonou a partida, consagrando assim o Palmeiras como o Campeão.

Ao final da partida, o técnico do Palmeiras, Armando Del Debbio, pronunciou uma famosa frase que repercutiu nos jornais da época: “O Palestra morre líder, e o Palmeiras nasce campeão”. Este momento de perseguições e de conquistas da história do Palmeiras ficou conhecido como Arrancada Heroica.


Detalhes do Jogo decisivo:

Palmeiras 3x1 São Paulo
Campeonato Paulista de 1942 (19º rodada)
20/09/1942
Expulsão: Virgílio (SPA)
Palmeiras: Oberdan; Junqueira e Begliomini; Zezé Procópio, Og Moreira e Del Nero; Cláudio, Waldemar Fiúme, Villadoniga, Lima e Echevarrieta. Técnico: Del Debbio.
São Paulo: Doutor; Piolin e Virgílio; Lola, Noronha e Silva; Luizinho Mesquita, Waldemar de Brito, Leônidas da Silva, Remo e Pardal. Técnico: Conrado Ross.
Gols: Cláudio (19’ do 1º-PAL), Waldemar de Brito (23’ do 1ºT-SPA), Del Nero (43’ do 1ºT-PAL) e Echevarrieta (14’ do 2ºT-PAL)


Por: Marina Mariano 

Compartilhe isto

Posts Relacionados