Sindrome do Barigui?! Londrina perde na capital e adia G4

18:04:00
Salve Nação Alviceleste!
O Londrina viajou até a capital paranaense para enfrentar o Paraná Clube e foi derrotado por 2x1, gols de Guilherme Queiroz e Diego Tavares, Germano descontou para o Alviceleste. Faz tempo que o Londrina não volta com uma vitória contra os times da capital.

Com o resultado o Tubarão permanece com pontos 37 pontos, na 6ª colocação, podendo ser ultrapassado ao final da rodada. Na próxima partida o Alviceleste vai até Juiz de Fora/MG enfrentar o Tupi/MG. Já o Paraná Clube vai a 33 pontos e está na colocação 9ª colocação, sendo que na próxima partida recebe o Vila Nova/GO.

O jogo
O primeiro tempo começou com a equipe da casa pressionando e sem deixar o Londrina respirar, logo aos 2 minutos Fernando Karanga fez belo giro e chutou forte, por cima do gol e assustou o goleiro Marcelo Rangel. A resposta do Alviceleste aconteceu somente aos 15 minutos, após cobrança de falta de Fillipe Soutto, Germano desviou pra fora, o Paraná assustou 2 minutos depois em forte chute de Nadson que passou a direita do gol londrinense.

Aos 25 minutos, uma chance pra cada lado, Diego Tavares desperdiçou a Paranista e Keirrison perdeu para o Alviceleste. Aos 32 minutos o Paraná abriu o placar, Guilherme Queiroz aproveitou bate-rebate na área e chutou forte para abrir o placar no Durival Britto. O jogo diminuiu de intensidade e o Londrina aproveitou para marcar aos 48 minutos, Jô não desistiu da jogada, ganhou na corrida, invadiu a área e foi claramente empurrado, pênalti que Germano bateu e empatou a partida.
Diego Tavares marcou o gol da vitória paranista. Foto: Geraldo Bubniak

O segundo tempo começou mais aberto com as duas equipes tendo chances, aos 3 minutos Nadson chutou por cima do gol, o Londrina respondeu aos 7 minutos com Jô que cabeceou pra fora. Aos 11 minutos, Guilherme Queiroz pegou a sobra e chutou por cima do gol. Aos 16 minutos, Paraná de novo na frente, após cruzamento Marcelo Rangel tirou de soco, na sobra Diego Tavares, totalmente livre, chutou no cantinho para fazer 2x1 para a equipe da casa.

Aos 25 minutos, Nadson quase ampliou após cobrança de falta que passou tirando tinta da trave, o Londrina teve a chance do empate aos 26 minutos, Zé Rafael recebeu na área, driblou o zagueiro e chutou por cima do gol, perdendo grande chance. Aos 37 minutos, Safira fez ótima jogada e cruzou para Bruno Batata completar, Marcos fez grande defesa com o pé, o Paraná teve a chance de ampliar aos 42, mas Lúcio Flávio chutou pra fora e a partida terminou mesmo Paraná 2x1 Londrina.

Opinião
O Londrina simplesmente não entrou em campo, foi totalmente diferente das outras partidas que fez fora de casa, inclusive em outras derrotas. No primeiro tempo foi irreconhecível, o Paraná foi superior, mas vacilou no finalzinho e não acreditou que Jô, que estava bem atrás do zagueiro pudesse ganhar a disputa de bola e invadir a área, jogada de raça do atacante londrinense, recompensada com o gol de empate, o Paraná não criou tantas oportunidades claras, mas também não deixou o Alviceleste criar e fechou muito bem seus espaços. No segundo tempo, pouca coisa mudou, o Londrina não criava e dava espaços para o Paraná, com a marcação distante o Alviceleste tomou o segundo gol, é inadmissível ninguém marcar a sobra na entrada da área, isso aconteceu duas vezes na partida e foi fatal para o Londrina.

É algo que deve ser corrigido urgentemente, não foi a primeira vez nesse campeonato e quem busca o acesso não pode vacilar dessa maneira. Diferentemente das outras partidas fora de casa, o Londrina não conseguiu ser perigoso nos contra-ataques e a derrota foi absolutamente normal, principalmente pela aceitação do domínio paranista pelos jogadores londrinenses, a cada vez que se diz "O Londrina pode entrar no G4" isso não acontece, e piora ainda mais quando a partida é disputada na capital paranaense, novamente a Síndrome do Barigui aparece e adia o sonho do torcedor londrinense de figurar no G4 dessa Série B.

Obs: Único ponto positivo da partida deste sábado, foi a torcida londrinense que se fez presente em grande número e não merecia a atuação da equipe, agora voltam quase 400 km pra cidade natal, provando cada dia mais o grande amor que sentem pelo Londrina Esporte Clube. Parabéns Torcida Organizada Falange Azul e demais torcedores londrinenses presentes para apoiar o nosso Tubarão.

Escalações
PARANÁ: Marcos; Lucas Taylor (Alisson), Leandro Silva, João Paulo e Henrique Gelain; Anderson Uchoa; Lucas Otávio, Nadson e Diego Tavares; Fernando Karanga (Lúcio Flávio) e Guilherme Queiroz (Yan Phillippe)
Técnico: Marcelo Martelotte

LONDRINA: Marcelo Rangel; Igor Bosel, Everton Sena, Matheus e Paulinho; Germano, Fillipe Soutto (Safira), Zé Rafael e Rondinelly (França); Jô e Keirrison (Bruno Batata)
Técnico: Cláudio Tencati





por Diego Rocha
Siga no twitter a página oficial do Londrina EC
Curta no Facebook a página oficial do Londrina EC

Compartilhe isto

Paranaense, cartoleiro, apaixonado por futebol e principalmente pelo Londrina Esporte Clube!

Posts Relacionados