Entre alegrias e tretas, conheçam o Caramuru!

19:03:00

Foto: Divulgação/CaramuruVôlei/MassaNews

Caramuru? De onde surgiu? Na verdade, ele entre idas e vindas, ele existe desde a década de 40, sendo mais contundente como CLUBE DE FUTEBOL, na década de 50. Mas depois de problemas fina nceiros, ele faliu. O estádio do clube ainda existe, e é chamado de Estado Municipal Nulo Nunes, utilizado para torneios de futebol amador.

A marca Caramuru ressurgiu em 2004, mas como um clube-formador de jovens atletas, tanto no masculino quanto no feminino, dando essência ao Vôlei, Basquete e Futsal. Entre sub-'chupeta', passando por sub-10, sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18, foram inúmeras conquistas regionais e estaduais, mas nada que chamasse a atenção em nível nacional. Porém, isso mudou a partir de 2011, com a aquisição de uma franquia municipal, o Caramuru voltou a ser um clube profissional, e em 2012 disputou a chave bronze (terceira divisão) do Campeonato Paranaense de Futsal masculino. Foi vice-campeão, e conseguiu acesso à chave prata (segunda divisão) estadual. E em 2013 na segundona, conquistou o título, e consequentemente sua vaga, o acesso a chave ouro (primeira divisão) do futsal paranaense.

Em 2014 e 2015, a equipe ficou entre as 8 primeiras colocadas, caindo na segunda fase do certâme. Mas, afinal de contas, o tema não seria volleyball? Sim, e aí chegamos nele, pois em meio à insucessos em times sub-20, em disputas de playoffs para a SuperLiga B, surgiu um convite da Confederação Brasileira de Vôlei, e o Caramuru Vôlei topou disputar o torneio masculino.

E não é que deu certo?! No primeiro ano, oficialmente como um clube profissional, a equipe não só conseguiu a vaga inesperada para a SuperLiga Masculina, como o Tigrão (assim chamado pela torcida), conseguiu o título do torneio, tendo eliminado equipes como: Araçatuba e BOTAFOGO. A cidade de Castro ficou em êxtase, e dentre os quase 80 mil moradores da cidade que fica a cerca de 160 KM de Curitiba, 90% falavam sobre a proeza da equipe.

Veio o ciclo 2016-2017, e eis que o governo paranaense resolveu ajudar. Confirmou que ajudaria com patrocínios, a equipe Castrense. Os alvinegros então receberam a notícia de que, cerca de R$3,6 milhões para o ciclo 2016-2017 seriam investidos na equipe, através das estatais: Copel Telecom e Compagás. Muito maiores que os R$1,7 milhões investidos, durante todo o primeiro ano.

Com grana, visibilidade nacionale êxito, o Tigrão começou a nova temporada, da mesma forma em que terminou. Com título. Foi o Campeonato Paranaense, conquistado há duas semanas, com uma campanha irretocável: 18 jogos e 18 vitórias. Mas o título, não elevou os planos dos alvinegros, que utizaram o estadual como laboratório, para verem quem ficaria, e quem sairia do elenco, para a SuperLiga. Vieram 6 novos jogadores, e houveram alguns cortes. E juntamente com o a comissão técnica captaneada por Fábio Sampaio, MARCELO NEGRÃO (SIM, AQUELE MESMO. MEDALHISTA OLÍMPICO, EX-MELHOR JOGADOR DO MUNDO, ETC...), e TOALDO (TAMBÉM MEDALHISTA OLÍMPICO), analisaram quais virtudes e defeitos a equipe possui.

E mesmo com tantos feitos, em pouco tempo de profissionalismo no vôlei, os planos são reais e modestos: SE MANTER NA SUPERLIGA.

Segundo o treinador Fábio Sampaio, a equipe sabe até onde pode almejar, e que não pretende enganar o torcedor, salvo um surpreendente resultado, em um torneio de alto nível, contra a melhores equipes do mundo, e que possuem 10 dos 12 atuais campeões olímpicos. Mas a missão será árdua.

" Sabemos de nossa realidade, e que batalharemos muito, para manter o que conquistados arduamente. Lutar contra equipes com investimentos de R$8 milhões, R$10 milhões, e com estruturas muito mais amplas que a nossa, é muito complicado. Bataremos para estarmos entre os 10 primeiros. Pois o importante é permanecer na elite da Superliga Masculina, e com o passar dos anos, aumentarmos a estrutura do clube, tanto física como financeira, e aí pensarmos em patamares maiores em desempenho dentro de quadra." Disse Fábio, em entrevista para a Rádio Castro AM.

E eis que neste sábado, 'somente' o Vôlei Taubaté, que além de campeão Paulista, têm medalhistas olímpicos como: Lucarelli, Mário Junior, Éder, Wallace ("OOOOOOOOO MACHO AAAALLLLLLLFAAAAAA!!!"), será o primeiro desafio do Caramuru Vôlei, que na verdade se chamará na SuperLiga: CopelTelecom/Compagás/MVSelmer/CaramuruCastroVôlei.

E se recordam que eu havia abordado sobre Basquete e Vôlei, no Caramuru? Pois bem, a prefeitura de Castro, banca o basquete, pois dentro da realidade financeira que possui, pode investir no projeto. Já no Futsal, a situação é desesperadora. Salários atrasados há 2 meses, patrocínios não honrando seus compromissos, elenco reduzido,   lanterna de seu grupo na segunda fase do Paranaense, e falta de estrutura, deixam incerto o futuro da equipe, no futebol de salão.

Incerto? Sim. Porque o técnico do clube, Rogério 'Soneca', já entregou o cargo duas vezes, alegando incompatibilidade de pensamentos com a diretoria, e em prol de 'econmia financeira' para o clube. Além disso, jogadores deixaram o clube, ou por garantias de salários bons,  fora do país, ou por falta de garantias financeiras dentro do clube. Outro adendo é: Devido ao Caramuru Vôlei estar na SuperLiga, competição chancelada pela Federação Internacional de Vôleibol, mudanças de piso e dimensões, foram realizadas no Ginásio Padre José Pagnaco, e que causaram dores de cabeça, para a turma do futsal. Pois a equipe foi obrigada a treinar  na quadra, com dimensões reduzidas. Creio eu que, para preservar o piso colocado para o vôlei. Existem outros fatores, não divulgados, mas que acabam comprometendo até, os treinamentos da equipe.

E não bastando tudo isso, a equipe poderá mandar o clássico contra Ponta Grossa (Cidades vizinhas), em Tibagi. Deslocamento desnecessário  mas caso o piso não seja trocado a tempo, a partida será em outro local. O jogo de vôlei será no sábado, às 20:30 horas, e o jogo de futsal, será na terça-feira, no mesmo horário.

Entre Alegrias e tretas, vive o Caramuru. Forte no vôlei, regular no Basquete e inconstante no futsal. Mas que espera no voleibol, seguir com suas glórias.

por: Leonardo Bueno


Compartilhe isto

Posts Relacionados