COM INTERFERÊNCIA E AJUDA EXTERNA, o Fluminense é prejudicado.

08:30:00

Prévia:

Na noite passada, o Fluminense "recebeu" o Flamengo em Volta Redonda com o público meio a meio. Com o estádio cheio (11.116 presentes), em uma quinta-feira, pós feriado, um bom público no Raulino. Tudo pronto para mais um Fla x Flu no Campeonato Brasileiro. Tanto Levir quanto Zé Ricardo tentam surpreender seus adversários mudando uma peça de cada lado. Levir entra com Richarlison lá na frente, deixando Douglas no banco. 


Sandro Meira Ricci foi, mais uma vez, o protagonista do jogo.


Primeiro tempo:

Com oportunidades escassas para os dois lados, o Flu pressionou a partir dos 15 minutos, pois aos 11 fez um gol, pena que foi contra. Falta perto da área mais para o escanteio, Diego pinga ela e Réver (IMPEDIDO) tira Julio César que fica embaixo das traves sem reação e William Matheus que se assustou (como sempre), cabeceou a bola na mão do Henrique que foi parar o fundo do barbante. Flu pressionou até o fim, mas com vários erros de passes e jogadas mal elaboradas pelos nossos dois pontas. Com certa qualidade, mas com pouquíssima inteligencia, Wellington e Marcos Junior tentaram, mas pouco conseguiram penetrar na zaga rubro-negra.

Segundo tempo:

No abafa, foi assim que começou o time tricolor na segunda metade, e funcionou. Logo com um minuto Scarpa faz a individual pela direita e pinga na área, Cícero escora ela para o, desinteligente, Marcos Junior que erra o chute e engana Alex Muralha. A torcida infla e o time começa a jogar melhor, criando oportunidades. Até que em uma jogada despretensiosa de Pará pela direita, ele cruza e Wellington Silva falha, BISONHAMENTE, e Fernandinho escora para o gol. Deixando o Flu em desvantagem.

A polêmica:

Após erro CRUCIAL da arbitragem, jogadores fazem pressão.
Aos 39 minutos do segundo tempo, Gustavo Scarpa coloca a bola na área, Henrique raspa nela e conta com a falha de Muralha para colocar a bola no fundo do barbante. Porém estava em posição irregular e o bandeira marcou o maldito impedimento (até ai tudo certo). Mas Sandro Meira Ricci, o grande arbitro brasileiro que fala 3 línguas, mas não sabe assoprar um apito, se intromete e cai na pressão tricolor dizendo que o gol tinha sido validado. Apontou e correu para o meio do gramado, mas os jogadores do Flamengo foram reclamar e ele ficou em uma confusão sem fim. E, 13 MINUTOS, depois do fato, com INTERFERÊNCIA EXTERNA, com entrada do delegado em campo e a pressão dos jogadores que já sabiam que, de fato, estava impedido. Cedeu a pressão e ao grito rubro-negro e CANCELOU o gol. 

O que vai acontecer?

A repercussão desse fato vai dar o que falar. Jogadores dando suas versões, presidentes vindo a publico e a imprensa especulando. 
Peter se exaltou durante a entrevista pós-jogo.

Em entrevista a Rádio Tupi, nosso presidente disse o seguinte: 
"- Eu sou o maior defensor do uso do vídeo no futebol brasileiro. Porém, no momento, ele é irregular. A regra é igual para todos e, neste jogo, não foi. Esse jogo, para mim, tem de ser anulado. Vamos tomar todas as medidas."

O Flu com essa derrota caiu para sexto colocado, ultima vaga para classificação da Libertadores. Na segunda-feira o Flu recebe em Édson Passos o São Paulo.






Por: João Guilherme Romariz


Compartilhe isto

Posts Relacionados