Chuta no Denis que é gol!

Murillo Ferreira 11:17:00


Fonte: globoesporte.com


O jogo contra a Chapecoense mostrou que a diretoria São Paulina precisa trabalhar, e contratar, para que 2017 não seja um novo capítulo da história escrita em 2016. Alguns jogadores ganharam a chance de mostrar algo diferente e garantirem um espaço no time do ano que vem, chance que não foi aproveitada, mas que deve voltar a aparecer nas duas últimas partidas do ano, já que o Tricolor apenas cumpre tabela.

Daniel, Jean Carlos, Gilberto e Robson, atletas que precisavam de chance para demonstrar algo, a tiveram ontem e fizeram pouco (ou nada). Pedro, centroavante vindo da base, mostrou-se ainda verde para atuar no time profissional.

Apesar da derrota, não dá para se dizer que o time não criou oportunidades. Um meia de criação é algo exigido desde a saída de Ganso, mas cá entre nós, o time tem criado chances (e até claras) de gols. O maior problema do time este ano é a falta de pontaria nas finalizações. Pedro, por exemplo, perdeu uma chance na marca do pênalti.

O Tricolor Paulista não conseguiu fazer a sua superioridade inicial se transformar em gol, e como diz o velho ditado, “quem não faz, toma”, aproveitando as falhas defensivas o clube catarinense definiu o placar final ainda no primeiro tempo. No primeiro gol, contando com uma ajuda do goleiro Denis, Dener chutou sem marcação e abriu o placar. No segundo, mesmo cercado, Tiaguinho conseguiu finalizar de fora da área e ampliar.

Fica claro, que para 2017, o São Paulo vai precisar trabalhar em três pontos cruciais. O primeiro é o setor ofensivo. Trazendo peças que realmente decidam jogos quando têm oportunidades de fazê-los. O segundo é um novo goleiro. Denis é um goleiro inconstante demais para quem almeja algo grande. No mesmo jogo consegue fazer uma defesa espetacular e, cinco minutos depois, falhar bizarramente. É inadmissível um atleta com tantas falhas ter tanta garantia no time titular. Renan Ribeiro não é garantia de sucesso também, mas no mínimo, merecia chances este ano.

Por último, mas não menos importante, o São Paulo precisa de outro técnico. O ano foi péssimo, justamente pela insistência em técnicos que não davam consistência para o time. Bauza mais perdeu do que venceu e Ricardo Gomes também.  Em 18 partidas, foram apenas seis vitórias, cinco empates e sete derrotas, números que não podem garantir um técnico para ano que vem, como Leco vem afirmando.

A próxima partida do Tricolor será domingo, às 17h, no Estádio Independência, contra o Atlético MG. Apenas cumprindo tabela, deverá ser feito novos testes e ser dado chance a alguns jogadores que poderão ou não estar no time em 2017.



Siga-nos no Twitter.

Compartilhe isto

Posts Relacionados