Desculpem o transtorno, mas preciso parabenizar, os dois anos de ALLIANZ PARQUE!

16:15:00

A nova casa, meu orgulho, meu lugar.

Como foi difícil a experiência de não ter um lugar para chamar de casa, durante os anos de reconstrução do agora Allianz Parque. Mas o gigante e imponente voltou, e hoje ele completa 2 anos de nosso orgulho, do nosso inferno verde.

São 63 jogos, 40 vitórias, 11 empates e 12 derrotas, 69% de aproveitamento, tendo entre maiores artilheiros da nova arena: Cristaldo, Gabriel Jesus, Rafael Marques e Dudu todos com 11 gols, e tendo como seu maior público do nosso lar, 40.035 mil torcedores, no Campeonato Brasileiro desse ano, no empate com o Santos em 1x1.

Em 2014 o Allianz era a nossa esperança, já que os jogadores eram incrivelmente abaixo da média, para qualquer time da série A, principalmente para o Alviverde Paulista. Nosso primeiro jogo foi contra o Sport em um jogo em que nós perdemos de 2x0 sim, em uma arena que não contou com nenhum dinheiro público para ser construída, com zoeira do então atacante do Sport, Ananias.

Evidente que em partes de sua recente da história, são um pouco mais tristes, chegando ao ponto da torcida palestrina gritar: "Devolvam meu Palmeiras!". Cheguei ainda em 2014, a pensar que parecia o fim do mundo. A enorme chance de cair no ano do centenário, com a casa "nova", era algo que não podia acontecer e graças aos jogadores com menos ruindade, e uma breve ajuda de um dos Deuses do Futebol, permanecemos, e evitando um terceiro rebaixamento.

Em 2015 o cenário era de reformulação, dentro e fora de campo, e o Allianz teria um papel diferente, já que era para ajudar na briga por títulos, e seria aliado para afastarmos de vez, os anos de má fase e sofrimentos. No seu primeiro ano, conseguimos chegar a duas finais. Ganhamos do Santos no Allianz, tendo na partida de ida das finais do estadual, feito o dever de casa, mas infelizmente eles decidiram na Vila deles, e lá ganharam nos pênaltis o Campeonato Paulista. 

Mas na segunda final disputada pelo Palestra, foi a final da tão desejada Copa do Brasil, e que seria decidida em nosso estádio. E de fato foi com muita festa, direito a mosaico, chuva de papéis picados, e o melhor de tudo: O TÍTULO. Em seu primeiro ano Allianz Parque, eu e você já tínhamos um título e uma vaga para Liberta.

Chegamos em 2016, o ano da Libertadores em que pensávamos que o Allianz seria o nosso diferencial, e de fato foi. A torcida nunca deixou de apoiar, nem mesmo na vitória de 4x0 para o River do Uruguai, já eliminados na fase de grupos. E diante de sua gigantesca energia, eu sabia Allianz, que o melhor ainda estava por vir. E na abertura do Brasileiro te vi lotar, vi o Palmeiras vencer o bom Atlético Paranaense por 4x0. Vi a torcida se aproximando mais ainda da equipe, que desde então não deixou de lotar um jogo sequer, e que acabara chegando ao fim do campeonato com a melhor média de público, com uma renda espetacular de quase R$3 bilhôes, e deixando os adversários morrendo de medo. 

Sabe Allianz, o Verdão só perdeu uma única guerra neste Brasileirão, mas temos a chance novamente de decidir nosso título em nossa casa, tornando-a mais infernal e vitoriosa do que nunca. Pois são mais duas guerras, e o Palmeiras precisa de você Allianz Parque, em sintonia com o torcedor, para rumarmos em duas vitórias para não dependermos de ninguém, para sermos campeões. Eu com certeza que tu Allianzão, estará lotado, e com a torcida apoiando mais do que nunca, e saiba que sempre que quiseres apoio, saiba que de mim, e de mais 18 milhões de Palmeirenses, você terá apoio incondicional e amor infinito.
Equipe Palmeiras: Twitter
por Pablo Novelli

Compartilhe isto

Posts Relacionados