Quando um coração gremista resolve falar...

12:56:00
O ano é 2016, mais precisamente dia 10 de Novembro. Daqui 13 dias haverá o primeiro jogo da final da copa do Brasil, e nela estará o meu time: Grêmio Foot Ball Porto alegrense. Esperei tanto que esse dia chegasse, são 15 anos de angústia, sofrimento, decepções, tristezas, mas essa é a hora. Não há escapatória, não há teorias, conspirações, mandingas ou qualquer outra coisa capaz de impedir esse título. Recordo de 2001, tinha 7 anos na época, e a minha lembrança mais lúcida é o gol de cabeça do Marinho, além do Marcelinho Paraíba calando o Pacaembu. Eu, no auge da minha infância, gritava e comemorava enlouquecidamente. 
Aprendi a ser gremista desde cedo, aprendi a amar e a seguir essa religião (sim, o Grêmio é muito mais que um time, quem é gremista, não tem como ser outra coisa na vida). Anos se passaram, e lá estava eu, peitando o árbitro junto com o Patrício, dando soco na bola igual ao Domingos, pegando o pênalti junto com o Galatto e chorando demasiadamente após o gol do Anderson. Não conseguia acreditar, era épico, era algo anormal, algo jamais visto no mundo do futebol. Em 2007 chorei novamente, deu vontade de quebrar a perna do Riquelme. Que jogador desgraçado! Depois disso, apenas angústia, desastres, eliminações inexplicáveis. Era aquela bola que batia na trave e ia pra fora. Era aquele chute do Vargas que atravessou a Colômbia. Era aquele tiro livre do Barcos que foi parar nas cataratas do Iguaçu. Era tudo que fosse desfavorável pra nós. Nada ajudava. Quando tínhamos time, não tínhamos garra. Quando tínhamos garra, o time era limitado. Quando conseguíamos ter uma mescla dos dois, aparecia um time mais completo. 
Foi duro. Foi árduo. Foi angustiante. Mas eu não desisti. Agora o ano é 2016, e logo será dia 30 de Novembro, e esse dia ficará pra sempre em nossas memórias. Será o dia que meu time me fará o homem mais feliz desse mundo. Será o dia da consagração, o dia da redenção, e finalmente toda essa história terá um final feliz. Dia 30 de Novembro será o dia que voltaremos a ver nosso time campeão. 

Grêmio, eu te amo e essa taça será nossa.

Compartilhe isto

Posts Relacionados