O final de ano em São Januário

14:42:00

Até aqui, final do mês de dezembro, o Vasco da Gama não anunciou nenhum reforço para a temporada de 2017. Isso vem preocupando a torcida cruzmaltina, principalmente, pelo fato do seus rivais estaduais já estarem ativos no mercado por meio de fortes especulações e, até mesmo, anúncios oficiais a respeito de contratações.

Entretanto, para o alívio dos Vascaínos, o departamento de futebol do clube, que também sofreu alterações com a chegada do novo gerente de futebol Anderson Barros, está trabalhando na reformulação do elenco. Esse início de movimentação tem se caracterizado pela dispensa e manutenção de diversos jogadores, devido à necessidade de diminuir a idade média do elenco e aliviar a folha salarial para o investimento em reforços pontuais.

Segue uma lista com o nome de alguns jogadores, que vêm sendo comentados pela imprensa, e suas respectivas situações no clube:

William Oliveira – A contratação do jogador ocorreu por empréstimo, junto ao Madureira. O início consistente do jovem meia fez com que a torcida até criasse pequena expectativa em relação ao jogador, entretanto acabou sofrendo com pequenas lesões e não conseguiu ter regularidade no seu retorno. Com o final do contrato, o Vasco não demonstrou interesse em contratar o volante de 24 anos em definitivo. Assim, retorna ao seu clube de origem após 32 partidas pelo cruzmaltino.

Fellype Gabriel – O meia de 31 anos chegou ao Vasco como aposta da diretoria. Após uma série de lesões que atrapalharam seu desenvolvimento técnico no futebol, o clube investiu no jogador esperando uma recuperação do bom nível que já havia sido alcançado pelo jogador em algumas fases da carreira. Porém, atuou em apenas 4 jogos ao longo da temporada, e está de saída para o carioca Boavista.

Leandrão – O atacante deve estar saindo para o mesmo clube que o meia citado anteriormente. Chegou ao Vasco em 2015, vindo do Brasil de Pelotas, disputou onze jogos e marcou apenas um gol. Devido ao baixo desempenho, foi emprestado para o próprio Boavista e jogou o campeonato carioca de 2016. No seu retorno ao Gigante da Colina, participou de 12 jogos e balançou as redes três vezes.

Bruno Gallo – O volante não foi destaque na campanha da Série B desse ano, mas é visto como um jogador que pode ser importante na composição do elenco. Dessa forma, teve seu contrato renovado até o final da próxima temporada. No BID da CBF, a sua “prorrogação e alteração salarial”  foi registrada no dia 16/12/2016.

Diguinho – Esse, provavelmente, foi o jogador da equipe titular de Jorginho mais contestado pela torcida. Além da falta de paciência por parte dos torcedores com o jogador, por diversos erros individuais ao longo do ano, os seus 33 anos dificultam a permanência do atleta no clube.

Jorge Henrique – O atacante de 34 anos, é um dos que se encaixa na lista de veteranos que devem ser dispensados devido a idade avançada. Já que o jogador possui vínculo contratual com o clube até o final de 2017, a possibilidade de um empréstimo na próxima temporada é alta, principalmente porque o atleta não está nos planos do novo técnico Cristóvão Borges. No ano de 2016, Jorge Henrique disputou 49 jogos e marcou 3 gols.

Júlio César – Há pouco tempo renovou seu contrato até o final de 2017, mas a insatisfação da torcida com seu baixo desempenho na temporada que se encerrou gera uma suposição de que o futuro do lateral esquerdo em São Januário é incerto. Além da reprovação vinda das arquibancadas, as outras opções para a posição são os garotos provenientes da base cruzmaltina, Alan e Henrique. Assim, devido a origem caseira dos jovens atletas, devem receber mais oportunidades no futuro próximo.

Júnior Dutra – Terminou a temporada com apenas treze partidas disputadas e um gol marcado. Os números abaixo da média esperada e a chegada de um novo técnico devem acabar provocando sua saída do Vasco.

Compartilhe isto

Posts Relacionados