'Iae' FIFA?!

10:48:00
A notícia que tomou programas esportivos e parte da massa futebolística hoje, trata-se do comunicado da "nova FIFA" de Gianni Infantino que diz respeito ás competições (e seus respectivos campeões): Copa Intercontinental e Copa Rio. O comunicado do presidente diz que, a entidade não reconhece como campeões mundiais aqueles que conquistaram ambas competições antes do ano de 2000, invalidando assim, a conquista de monstros do futebol como o bi campeonato seguido do São Paulo de Telê Santana em 92 e 93, as conquistas mundiais do Santos de Pelé em 62 e 63, a vitória do Flamengo de Zico em 81 e por aí vai. 
Imagem: Fiel Corinthiano./ Taça da Copa Intercontinental.
Isso acontece porque as competições de dimensão internacional como alcunha a FIFA, antes de 2000, não eram patrocinadas pela mesma, sendo assim, dadas como irreconhecidas como títulos oficiais pela entidade. O que na verdade causou uma indagação maior ainda, é em relação ao Palmeiras: ano passado a FIFA reconheceu o verdão como o legítimo primeiro campeão mundial porém hoje, na nota, emitiu que o time é de fato primeiro campeão de competições mundiais, mas não da FIFA - que no caso seria o alvinegro Corinthians. 

A falta de reconhecimento da entidade por conta de um patrocínio, na minha opinião, não arranca a história feita pelo futebol (ressalto, e com muito orgulho, o brasileiro) em campos internacionais, com elencos prodigiosos e jogando um futebol de encher os olhos dos críticos. Não tira o brado de campeão de nossos clubes que em terras estrangeiras, escreveram história com a bola nas redes, não tira o brilho dos que levantaram tanto a taça da Copa Rio como a taça de Campeão Mundial Interclubes.
Imagem: Internacional- Site Oficial./ A tão polêmica taça do Mundial da FIFA.
Não vou discutir o método utilizado para a sondagem da FIFA na primeira edição onde o próprio Blatter (presidente da entidade na época), disse publicamente e sem hesitar, que tiveram erros no formato da competição onde Corinthians e Vasco se encontraram na final: 
"Quando você tem um Mundial, não deve ter dois times do mesmo país na final", discursou Blatter em Zurique." 
Com isso, obviamente, a regulamentação mudou, obtendo um representante de cada confederação continental, colocando vencedores da Conmebol e Uefa já nas semifinais, o novo regulamente não permite dois times compatriotas na final, como em 2000. 

Diante toda essa confusão fica a pergunta e protesto de parte dos amantes do futebol, 'iae, FIFA?!'

Natália Andrade
Fique SEMPRE ligado nos nossos próximos textos, siga-nos no Twitter!: Vai Que Tô Te Vendo

Compartilhe isto

Posts Relacionados