Pós-Jogo: Jogo da Amizade: Chapecoense x Palmeiras

21:55:00
Este sábado, 21, foi um dia que ficará marcado para sempre na história do futebol mundial. O jogo amistoso - intitulado como jogo da amizade - envolvendo as equipes Chapecoense e Palmeiras será para sempre lembrado como a "partida do recomeço". 

Após 2 meses da tragédia na Colômbia, a Chapecoense jogou pela primeira vez. O adversário foi o atual campeão brasileiro: Palmeiras. O time paulista, além de ter sido o último adversário da Chapecoense antes da tragédia, é um dos times que mais vem ajudando a equipe catarinense a se reconstruir.


"Os valores envolvidos neste jogo são imensuráveis. Estamos aqui esticando os braços e oferecendo toda a ajuda à Chapecoense. Este é o nosso objetivo aqui. [...] O Palmeiras não vai medir esforços para poder reconstruir a Chapecoense", disse o presidente palmeirense, Mauricio Galiote.

Antes da partida, homenagens foram feitas às vítimas da tragédia. Familiares receberam as medalhas referente ao título da Copa Sul americana. Os sobreviventes também foram homenageados e levantaram a taça do campeonato conquistado.

Além disso, aos 26 minutos do 2° tempo, o árbitro da partida, Heber Roberto Lopes, paralisou a partida para os torcedores, jogadores e imprensa aplaudirem as vítimas da tragédia por 1 minuto. Foi o início de uma tradição, já que de hoje em diante, em todos os jogos da Chapecoense na Arena Condá, o jogo será paralisado aos 26 minutos do segundo tempo - 71 minutos se somados os 45 minutos do primeiro tempo, para fazer alusão aos números de mortos na queda do avião do time catarinense - para 1 minuto de aplauso.

CHAPECOENSE 2 X 2 PALMEIRAS

Neste jogo o resultado pouco importou, mas será o símbolo da continuação da história da nova Chapecoense. Apesar do empate, ambos os times se mostraram satisfeitos com o placar do jogo da amizade.

O estreante, Raphael Veiga, foi o primeiro a balançar as redes da Arena Condá. O jogador palmeirense recebeu o passe na entrada da área e chutou rasteiro, no canto direito, para abrir o placar. Apesar do gol ter sido do adversário, todos os torcedores aplaudiram jogadores palmeirenses, que retribuiram e aplaudiram o público.

Porém, aos 14 minutos, Douglas Grolli, criado nas categorias de base do time catarinense, aproveitou o cruzamento na área do Palmeiras e tratou de empatar a partida, para a emoção de todos que acompanhavam a partida.

Já no segundo tempo, logo aos dois minutos, o ex-palmeirense, Amaral, virou o jogo para a Chapecoense após tentar cabecear a bola, e acertá-la com o ombro. Mal deu tempo de Eduardo Baptista analisar as substituições feitas no intervalo.

Só que, aos 32 minutos Vitinho, revelação da base palmeirense, driblou dois jogadores da Chapecoense e chutou no ângulo para empatar a partida.

Por: Paulo Junior.

Compartilhe isto

Sou Paulo Junior, paulistano, ex-estagiário da Band FM São Paulo e jogador profissional de futebol amador.

Posts Relacionados