Sonhamos e apoiamos juntos com vocês: entrevista com Guipa!

11:12:00
Hoje a coluna vai ser um pouco diferente, vamos dedicar nosso espaço á quem tanto nos inspira e será assim durante algum tempo. A nossa equipe do VQTTV está sondando os principais nomes do jornalismo esportivo no Brasil para conseguir, com exclusividade, entrevistas. Confira a seguir a primeira do ano com ele, Guilherme Pallesi (Guipa), radialista.

VQTTV - O que levou a ser jornalista, e estar no âmbito esportivo?
GUIPA - Sempre quis trabalhar com o esporte. A princípio quis fazer educação física. Fiz dois anos nessa área, mas percebi que não era o que queria. Mexia muito com a área de saúde, enfim... Sempre gostei de academia, e pensei até em ser Personal. Mas Educação física vai além de ser Personal. Abrange muitas outras coisas, e eu percebi que isso não era minha praia. Após dois anos, parei com a facul de Educação Física e num belo dia, estava conversando com meu pai sobre o que faria da minha vida. Trabalhava como representante comercial, e acabei decidindo fazer jornalismo. E fui na intenção de fazer jornalismo, pra trabalhar ou com assessoria de imprensa, ou com esporte. E aí me apaixonei pelo esporte.
Imagem: Reprodução Twitter./ Guipa com um fã.
VQTTV - Quando você se formou em jornalismo?
GUIPA - Em 2011 ou 2012. Não sou bom com datas. Sinceramente!

VQTTV - Como o Grupo Bandeirantes e você, se encontraram?
GUIPA - Trabalhava numa rádio em Bragança Paulista. Por questões de logística acabei saindo, e voltei a ser Representante Comercial, já formado. Aí um grande amigo,  chamado Evandro Lopes, tinha acabado de abrir uma acessoria de imprensa, e havia recebido convite para trabalhar na Band. E ele não aceitou, pois queria ser apenas assessor de imprensa, mas que tinha uma pessoa para indicar. Aí meu chefe Bernardo Ramos, e a Renata Benere, os quais sou gratos demais, aceitaram a indicação e me chamaram, batemos um papo, fiz teste gostaram de mim. Graças a Deus estou na Band há quase três anos e gosto muito da casa. Não tenho inimigo algum lá dentro, gosto de todos e todos gostam de mim. Todo mundo se respeita, e é um baita lugar diga-se de passagem.

VQTTV - Essa sua irreverência/sinceridade sem lenga lenga, sempre falando a verdade, é algo que falta no mundo do jornalismo esportivo. A que se deve essa falta de transparência?
GUIPA - Nunca gostei de jornalismo quadro. Respeito quem faz jornalismo assim, existem pessoas competentes que seguem essa linha, mas nunca foi um tipo de jornalismo que me atraiu. Sempre fui muito fanático pelo futebol, ir em jogos no meio da torcida, e sempre gostei daquele bate papo antes e depois de jogos, tipo bate papo de boteco, com os amigos sabe? Aí quando decidi fazer jornalismo, pensei no que eu gostava no esporte. E entendi que gosto de trocar idéia com os amigos. Peguei como espelho algumas pessoas, como torcedores com microfone na mão. Me inspiro em Denilson, Alê Oliveira, Mauro Beting, entre outros que não me recordo no momento, mas peço desculpas aos não citados, mas que sempre me apoiaram. Mas baseado nesses caras, que como poucos, fazem jornalismo informativo, aliado ao humor, coloquei o jeito Guipa de ser no jornalismo. Eu sempre fui extremamente verdadeiro, independente da situação prefiro falar a verdade, doa a quem doer, do que fazer tipo, mentir, omitir, enfim...  e levei isso para o jornalismo. E eu faço algo que muitos não gostam, mas consigo dar meu recado para quem me acompanha. E quem me acompanha sabe, que eu não faço média com ninguém, não minto, e talvez por isso eu tenha crescido profissionalmente graças a Deus. Paro pra pensar, e há três anos atrás eu era representante comercial, e hoje tenho número legal de fãs que eu dou atenção a cada um deles e que sou bem quisto dentro da emissora, pelos colegas, diretores e chefes. Devido ao fato de fazer um jornalismo diferente.

VQTTV - Você passou por uma situação na qual, Deus lhe concedeu uma nova oportunidade para viver, na Turquia. Como foi que ocorreu isso?
GUIPA - Sempre gostei de balada, e aí quis ir em uma das melhores baladas de Istambul. Meus pais estavam aqui, e pensei em ir com a Thaísa na festa. Mas aí ela não topou. Falou que estava com pressentimento ruim, e que estava com medo de terrorismo, que estava em alto risco. Fiquei "p" da cara, não gostei, mas não fui. Obedeci ela, pois o cara que diz mandar no relacionamento, é mentiroso. A mulher é que manda. Aí no dia seguinte, eu recebo várias mensagens de pessoas perguntando como eu estava, se a família estava bem, pois houve o atentado na casa de festas, na qual houve atentado em Istambul. Agradeci a Deus por não ter ido, e também agradeci a Thaísa.

VQTTV - Falando em Thaísa (baita jogadora diga-se de passagem), como você e ela se conheceram/se uniram?
GUIPA - Eu terminei um relacionamento, aproximadamente duas semanas antes de conhecer a Thaisa. Aí eu avisei aos meus amigos que eu estava na pista novamente, que fecharia viagens, iria aproveitar o carnaval, e avisei que não queria relacionamento sério com mais ninguém. E eu sempre acompanhei vôlei. Tinha contato com pessoas envolvidas com o vôleibol, gostava de acompanhar jogos e tal, e cheguei a acompanhar jogos da Thaisa em Osasco, e ela sempre me chamou a atenção. Uma mulher muito bonita, que me chamava a atenção, e continua me chamando a atenção. E também a admirava como atleta, por gostar do esporte. Ela como bi campeã olímpica (Pequim 2008- Londres 2012), sendo a central que mais pontuou em uma edição de jogos olímpicos na história, sendo que o que ela desempenhou em 2012 foi absurdamente bom... e, olha só eu fazendo propaganda dela. E após duas semanas quebrando na noite, saindo com os amigos e aquela coisa toda, e de repente entro no Instagram, e noto que tinha duas curtidas de uma tal Daher Thaisa, só que de um perfil com poucos seguidores. Pensei que era fake. Aí eu entrei em cada fã clube dela, e vi que os perfis marcavam o perfil Daher Thaisa. Investiguei um pouco mais, e descobri que ela havia feito um novo perfil no instagram, pois ela tinha excluído o perfil anterior, por causa de problemas em outros relacionamentos. E ao pesquisar tudo isso, soube realmente que era ela, e que estava solteira. Ao saber de tudo isso, mandei mensagem bia inbox para ela, e após cinco ou seis dias, ela me respondeu. Achei que ela não me responderia, mas como sou brasileiro e não desisto nunca, falei comigo mesmo que se tivesse de ir atrás de assessor dela, pra caçar essa mina, eu iria. Aí ela me respondeu, e desde então passamos a nos conhecer. Saímos, namoramos, noivamos e casamos.
Imagem: reprodução Twitter./ Guipa e sua esposa, Thaisa.
VQTTV - Você está morando na Turquia, acompanhando sua digníssima esposa. Mas tu sente falta de quê no Brasil?
GUIPA - Sinto falta dos meus amigos, da minha casa, da minha cama, dos meus pais, pois sou um cara muito família, mas é o seguinte, eu estou com uma pessoa muito especial para mim, que é minha esposa. A gente casou e um mês depois, chegou a oferta do clube aqui na Turquia, e ela me perguntou: 'E aí?' E então, nunca poderia deixar ela vir aqui para a Turquia, na primeira experiência internacional dela, em um país estranho, de língua estranha, e que não a deixaria sozinha. Aí contei com a colaboração da Band, para vir trabalhar aqui na Turquia, e eu acabei vindo. Sinto saudade das coisas que citei acima, mas estou muito feliz.

VQTTV - Tivemos a convocação para o jogo da amizade, entre Brasil x Colômbia, com convocados que atuem apenas em seus respectivos países. Afinal de contas, Tite acertou ou errou na convocação da seleção?
GUIPA - Não sou de fazer média. E por mais que o Tite tenha moral dentro da seleção e dentro do futebol, por tudo que ele fez mas ele ERROU, e errou muito na convocação. Ao começar pelo goleiro. Não estou, e nem quero questionar os méritos dos goleiros escolhidos por ele, mas sim, citar um jogador que não foi chamado, e que é um dos jogadores mais injustiçados do futebol brasileiro, VANDERLEI, o goleiro do Santos, que joga muito, cata muito, mas é um cara que não se vende. Ele é um cara fechado, retraído, que não dá entrevista, e o qual muitas pessoas não sabem quem é o Vanderlei. E isso me incomoda muito, ainda mais em uma seleção com apenas jogadores que atuam no Brasil. Inclusive ele merece até, uma chance na seleção principal. Ele faz parte tranquilamente do trio de goleiros, que se eu fosse treinador, convocaria. Fernando Prass saudável, Vanderlei e Diego Alves - goleiro do Valência. Errou também na convocação do Rodriguinho né?! Eu até postei nas minhas redes sociais 'Bate na minha mãe, mas não convoca o Rodriguinho!' Não dá para convocar ele, e deixar fora dessa seleção, jogadores como : Renato - volante do Santos, os volantes do Palmeiras Tchê Tchê e Moisés, que por mais que esteja machucado, vale a citação. Vai que o Tite vê essa entrevista, e mais adiante convoca o Moisés. O novo camisa 10 do Palmeiras está merecendo uma convocação há um tempo. E eu não teria convocado o volante Henrique - Cruzeiro. Convocaria o Diego Souza como meia, e convocaria o centroavante Fred. Um dos caras mais injustiçados do futebol brasileiro, devido ao '7x1'. Fred é um cara extremamente profissional, e que merece respeito.

VQTTV - E quais clubes devem despontar em 2017?
GUIPA - Palmeiras em um patamar acima dos outros, mas que poderia estar muito mais acima, se tivesse trazido um centroavante de qualidade. Não sei se trará agora, mas o fato é, que por ele não ter um '9', ele se equipara um pouco com os outros, e com adendo a saída irreparável do Gabriel Jesus, e a questão de que o clube dará oportunidades para Alecsandro e Barrios, que na minha opinião, não são jogadores para serem titulares do Palmeiras. Espero que calem minha boca. Vejo o Flamengo num patamar bacana, junto a contratações pontuais, e o Atlético Mineiro, que tem um poder ofensivo incrível e um grande treinador. Roger Machado merecia trabalhar em um clube grande, após sua saída do Grêmio. O Grêmio é time grande gente. Mas eu quero dizer que, o Roger merecia trabalhar em outro clube grande, e ele o achou. Então pra mim, esses três clubes que citei, irão despontar em 2017.

A equipe do Vai Que Tô Te Vendo agradece imensamente ao Guilherme Pallesi por nos conceder uma entrevista, pela sua humildade invejável e desejamos á você todo sucesso do mundo! 

Compartilhe isto

Posts Relacionados