Dever de casa feito, torcida contente.

10:26:00
Charles, o destaque da partida comemorando seu gol. Foto:Internacional / Divulgação. 

  • E quem foi ao gigante para sempre, viu um time mais sólido e pouco mais encaixado, teve jogo sim. Era um Inter mais valente, técnico e teve suporte com os três volantes escalados. Podem dizer que não era o Fluminense titular, cheio de mescla e modificações, não vamos tirar nosso próprio mérito. 

  • Depois da partida contra o Novo Hamburgo, teve cobrança, reclamação e conformismo zero, amém, abriram os olhos bem cedo. Gostamos. Era um Inter melhor entrosado, que fazia a marcação no campo do adversário, a melhor defesa é o ataque, fazendo jus ao ditado ou frase do futebol. D'Alessandro mais solto na partida, dominando a bola com maestria, como sempre a tradicional La Boba apareceu, cruzando para a área e o zagueiro tira a bola. Dourado voltando a jogar de cabeça erguida. Cinco minutos mais tarde, a jogada iniciada por Charles, Roberson finaliza e no rebote a bola cai nos pés de quem iniciou a jogada. Chutou é gol, pulsa o Gigante para sempre. CHARLES, O HOMEM DO GOL!! 1x0 Internacional. O guri quer sequência, Zago. 

  • O retorno de Valdívia ao time foi importantíssimo, tivemos dinâmica, mais posse de bola e VELOCIDADE. Os laterais fizeram a sua parte, e Anselmo, Anselmo jogou muito. Por injustiça não fez o seu, quando arriscou. E a bola que chegava uma melancia, Andrés D'Alessandro acalmou a redonda, afinal ele é íntimo da mesma e ela ama o carinho do véinho cria de Buenos Aires, sem contar a sua cobrança de falta. 

  • E mesmo sem a banda, nosso alento foi forte, o torcedor não ficou calado, podem punir mas não irão nos calar. Tiveram as modificações no colorado é com isso o jogo ficou lá e cá, bem morno. E terminou assim. Com vitória do Colorado. 

  • Próximo jogo será contra o Caxias, sábado às 21h00, Estádio Beira-Rio. Quem for, apoie e cante pelo colorado. Juntos somos seguramente muito mais fortes. 

  • #NadaVaiNosSeparar #ÉOINTER  foi ao gigante para sempre, viu um time mais sólido e pouco mais encaixado, teve jogo sim. Era um Inter mais valente, técnico e teve suporte com os três volantes escalados. Podem dizer que não era o Fluminense titular, cheio de mescla e modificações, não vamos tirar nosso próprio mérito. 

  • Depois da partida contra o Novo Hamburgo, teve cobrança, reclamação e conformismo zero, amém, abriram os olhos bem cedo. Gostamos. Era um Inter melhor entrosado, que fazia a marcação no campo do adversário, a melhor defesa é o ataque, fazendo jus ao ditado ou frase do futebol. D'Alessandro mais solto na partida, dominando a bola com maestria, como sempre a tradicional La Boba apareceu, cruzando para a área e o zagueiro tira a bola. Dourado voltando a jogar de cabeça erguida. Cinco minutos mais tarde, a jogada iniciada por Charles, Roberson finaliza e no rebote a bola cai nos pés de quem iniciou a jogada. Chutou é gol, pulsa o Gigante para sempre. CHARLES, O HOMEM DO GOL!! 1x0 Internacional. O guri quer sequência, Zago. 

  • O retorno de Valdívia ao time foi importantíssimo, tivemos dinâmica, mais posse de bola e VELOCIDADE. Os laterais fizeram a sua parte, e Anselmo, Anselmo jogou muito. Por injustiça não fez o seu, quando arriscou. E a bola que chegava uma melancia, Andrés D'Alessandro acalmou a redonda, afinal ele é íntimo da mesma e ela ama o carinho do véinho cria de Buenos Aires, sem contar a sua cobrança de falta. 

  • E mesmo sem a banda, nosso alento foi forte, o torcedor não ficou calado, podem punir mas não irão nos calar. Tiveram as modificações no colorado é com isso o jogo ficou lá e cá, bem morno. E terminou assim. Com vitória do Colorado. 

  • Próximo jogo será contra o Caxias, sábado às 21h00, Estádio Beira-Rio. Quem for, apoie e cante pelo colorado. Juntos somos seguramente muito mais fortes. 

  • #NadaVaiNosSeparar #ÉOINTER 

Compartilhe isto

Posts Relacionados