Reaja Palmeiras!

08:45:00

Estou tentando compreender o Palmeiras. Eu concordo com a equipe que iniciou o Derby, mas não concordo com muitos dos atos que ocorreram, durante a peleja. A expulsão do Gabriel foi o injusta? Foi. As atitudes de Keno e Dudu foram lamentáveis, ao induzir a arbitragem ao erro, e manter tal argumento? Foram. Mas isso não é desculpa para uma derrota tão infantil.

Uma equipe com pouca criatividade. Uma transição defesa/ataque muito lenta no 1o tempo, e uma falta de consideração com a responsabilidade no 2o tempo. É Inaceitável que uma equipe com tantos jogadores de valor, ter problemas na criação de jogadas, e ficar encaixotada numa marcação 'comum' do rival. Méritos deles terem vencido o jogo? Evidentemente. Eles jogaram tudo que sabem, e mesmo com a expulsão, mantiveram uma pegada raçuda e que superava quaisquer limitações técnicas. Jogaram por 'uma bola', e se aproveitaram desse fator para vencerem a partida.

Tento compreender como Eduardo Baptista manteve Michel Bastos na partida de ontem? Ele não fez absolutamente NADA, e jogou a partida toda. Por quê manter um volante de características mais defensivas, sendo que poderia colocar maia um meio campista? Vitinho poderia entrar e armar uma correria. Ousar com 'dibres' e finalizações de média distância, por exemplo.

Ah, mas a equipe criou oportunidades, acertou duas bolas na trave..., mas bola na trave não altera o placar. Depender muitas vezes dos zagueiros para criar jogadas ofensivas? Como assim? Alejandro Guerra está com algum problema, e não sabemos? É a questão de adaptação ao futebol brasileiro? Questão física? Exacerbada autoconfiança? Não se sabe. Mas o que se sabe é, que o venezuelano ainda não rendeu nem 20% do que pode render. E mais, Alejandro entrou para a história do clássico, como o jogador que entregou o gol da vitória ao adversário. CUSTAVA CHUTAR A BOLA PARA A LATERAL?

Willian 'Bigode' é outro jogador que não agrada. É considerado um atacante móvel. Mas tal mobilidade não há. Tiriça? Nhaca? Feijuca degustada antes dos jogos? Se alguém puder me explicar, agradecerei.

Alecsandro meu filho, a temporada já iniciou. Barrios pediu pra sair, e tu és o reserva imediato. Independente se for Willian ou Borja - Que está para estrear- o atacante mais avançado. Precisamos ver seu futebol aparecer. Tu pode render muito mais, mas está devendo. Muito abaixo do que se espera de um artilheiro multicampeão. Imagine se o Borja não viesse? Sem o 'jogador da moda', e com desempenho pífio, estaríamos em um perrengue muito maior Alec. Trabalhe mais, para render muito mais.

Para encerrar, alguém me explique o por quê Eduardo Baptista não possui um plano B para a estrutura tática da equipe? Insiste no 4-1-4-1? Parece teimosia do Marcelo Oliveira, que em 97,48% dos jogos utilizava o mesmo esquema? (4-2-3-1). EB, Custa variar a equipe para um 4-3-3, ou 3-5-2? Até mesmo um 3-4-3 é aceitável. Não argumente que tais esquemas apareceram durante o jogo, pois eu pouco vi saída de bola com qualidade. Pouco vi triangulaçôes, pouco vi inversões de jogadas, pouco vi tabelas, e pouco vi uma movimentação intensa ao ponto de superar o ferrolho adversário. Se fosse qualquer outra equipe organizada ofensivamente, teria pelo menos feito um gol. Os resultados contra os tenebrosos Linense e São Bernardo, mascararam o quadro. Até quando nos questionaremos sobre o desempenho fraco de nossa equipe, e comissão técnica?

Nunca escondi de ninguém que sou palmeirense. Em derrotas dolorosas como essa, acredite, o amor aumenta ainda mais. Em meio a raiva e tristeza por uma derrota ao maior rival, a paixão pelo clube aumenta ainda mais. Isso é inexplicável. Tão inexplicável quanto uma análise de uma equipe com investimento recorde na América Do Sul, e com excelentes jogadores. O conjunto do Palmeiras é muito bom, mas muito bom mesmo. Mas a corneta é cabível, diante de um cenário assustador. Ou o Palmeiras passa a render dignamente, ou a vaca desandará. Que a bomba seja controlada imediatamente. Caso contrário, o estopim cairá sobre a Libertadores, e muitas cabeças rolrão. Estrago de um projeto ambicioso para a temporada 2017, não pode ser jogado no lixo. Há tempo para se reerguer, mas não muito tempo para convencer. Jogadores e competência para encaixá-los, e os fazerem render, temos. Nos falta um algo a mais, que requer solução imediata.

Reaja Palestra! Cazzo!!!










por: 
Leonardo Bueno

Compartilhe isto

Posts Relacionados