Valeu, Borja!

09:13:00

Valeu Borja!

Os “anti piram”. Quem nunca viu ou ouviu essa expressão vinda de nossos adversários? Um deles mais precisamente. O Palmeiras incomoda, vem incomodando e pelo andar da carruagem vai continuar incomodando por bons anos.

Isso se explica com uma gestão para lá de bem-feita, um trabalho que começou em uma das épocas mais difíceis na história do clube. Ainda em 2014, depois de um campeonato brasileiro ridículo, muitos erros da gestão do então presidente, Paulo Nobre, o Palmeiras e seus diretores finalmente entenderam o que era necessário para que as coisas viessem a acontecer de fato.  Plantamos lá, Galiotte colherá agora, só não pode se esquecer de semear mais e mais sementes de boa gestão.

Mas, vamos ao que interessa. O ano começa com o Palmeiras mais favorito do que nunca. Não me lembro nos meus 20 anos de futebol (mesmo nos anos da Parmalat), onde o clube pintava desde o início do ano tão “favoritaço” como agora. O elenco que foi campeão em 2016 com uma das melhores campanhas na era dos pontos corridos, já era forte. Tchê-Tchê e Moisés comandaram o meio campo, o menino Jesus a grande estrela, e por aí vai. Como se não bastasse a conquista, o Palmeiras agora ousa, e ousa muito ao montar um elenco ainda mais equilibrado e qualificado para a temporada de 2017.

Caso alcance todas as finais dos campeonatos que disputará, o time pode alcançar até 80 jogos. É muito jogo. Isso explica a chegada de algumas novas peças. Mas o que de fato chama a atenção é o tipo de jogadores que chegaram e que estão a caminho do Palestra. Felipe Melo e Guerra são mais “cascudos”, experientes, jogadores que chamam a atenção pela liderança dentro de campo. Outro detalhe importante, o Palmeiras tem jogadores que dialogarão e muito com a arbitragem sul-americana na Libertadores, o que sempre é um ponto positivo.

E a cereja do bolo será a chegada de Borja, o jovem atacante colombiano que destruiu os brasileiros na edição da Libertadores 2016. E como não pode deixar de ser, aquela “zoada” marota no nosso rival não poderia vir em outra hora. #VALEUBORJA. Esse vem, mas que Drogba hahaha.
Ah, mas o Palmeiras gasta uma fortuna, será que é mesmo necessário?
Se alguém o perguntar isso palmeirense, mostre apenas essa continha mágica que demonstra que não é só trazer bons novos jogadores a preocupação do Alexandre Mattos:
Três jogadores foram eleitos os melhores jogadores sul-americanos na temporada passada, são eles: 1º Borja, 2º Guerra e 3º Gabriel Jesus. Pois bem, Alexandre Araújo explica muito bem em seu tweet da manhã da última quarta-feira (8). O Palmeiras vendeu o 3° por R$76,7 mi e comprou o 1° e 2° por R$44 mi. Bom negócio, não?

Outro detalhe importante também é a forma e condições em que estes jogadores fecham negócio com o nosso alviverde imponente, contratos longos, renovações pontuais, antecipadas e também com longa duração, casos de Dudu, Róger Guedes, Tchê-Tchê, Moisés. Ou seja, como disse no início do texto, o Palmeiras vai incomodar por bons anos.
Alguns ainda reticentes com o trabalho do técnico Eduardo Baptista, mas com um elenco como esse é de se esperar bons resultados. Agora, a pauta da imprensa é avaliar se é bom ter tantos medalhões no time, como se isso fosse pior do que ter Luan, Juninho, Lucio, Vinícius, Maikon Leite... e por aí vai.

Se vai ganhar os campeonatos, só o tempo dirá, existem muitas variáveis que podem atrapalhar, uma bola na trave, uma falha, um pênalti mal marcado, um gol mal anulado, enfim... O que importa é que o clube está dando TODAS as possibilidades para que o treinador faça o melhor, a torcida encha os estádios e cantemos e vibremos como nunca.

Foto: Divulgação/ Sociedade Esportiva Palmeiras

por: Bruno Massa

Compartilhe isto

Posts Relacionados