Sem brilho, mas com vitória.

Murillo Ferreira 12:19:00
Fonte: globoesporte.com
São Bernardo e São Paulo foi um dos jogos mais feios do ano. De um lado, um time que buscava desesperadamente escapar do rebaixamento, e do outro, os reservas de um grande clube, mas pelo pobre futebol apresentado, mais parecia um "catado" na rua de pessoas desconhecidas. É verdade que a escalação de 10 reservas (apenas Junior Tavares era titular) era justificável. Em abril, o Tricolor terá uma grande sequência de decisões e ter as principais peças com o menor desgaste possível é importante.

Apesar da escalação, o Tricolor tinha que reencontrar a vitória, o bom futebol e, principalmente, buscar o primeiro lugar no grupo. Mesmo com Denis no gol e Lucão na zaga, o sistema defensivo do São Paulo estava funcionando e, quando dava uma brecha para o São Bernardo, a trave aparecia dizendo que nesta noite a sorte estava do nosso lado.

O esquema com 3 zagueiros não estava dando certo, então no segundo tempo Rogério decidiu sacar Douglas e colocar o meia Cícero. O time teve uma melhora ofensiva, mas não o suficiente para inaugurar o placar. Gilberto, o reserva artilheiro, entrou na vaga de Chavez, que mais uma vez fez uma partida apagada e, em sua primeira oportunidade, balançou as redes.


Com a vitória pelo placar mínimo, o Tricolor garantiu o primeiro lugar em seu grupo e uma importante marca no ano. Após 13 jogos (e o primeiro no Paulista) o São Paulo não sofreu nenhum gol. Destaque para o zagueiro Lugano, que sempre passa despercebido quando atua bem, mas vem demonstrando boa regularidade fazendo o famoso “arroz e feijão”.


Murillo Ferreira.

Compartilhe isto

Posts Relacionados