Um novo carro na Indy para 2018!

18:33:00

Um visual agradável reaparecerá na IndyCar em 2018. Apóa renovar contrato com a fornecedora de chassis - Dallara - até 2020, a categoria acabará com os feios e toscos kits aerodinâmicos. Eles eram desenvolvidos pelas fornecedoras de MOTORES - Chevrolet e Honda,  que para as empresas, não acrescentava em nada, o desenvolvimento de seus projetos para suas linhas de fábrica. Tanto que na atual temporada, o desenvolvimento dos kits foi congelado, e eis que hoje, a categoria divulvou imagens do novo carro, que lembra a época da CART (Antiga e saudosa Fórmula Mundial/ Championship Auto Racing Series), e que é bem mais compacto e interessante, que os modelo dewenvolvido para o atual DW-12.

“Estamos trabalhando para que a aerodinâmica se adeque ao visual, e não o contrário. É um visual mais tradicional da Indy”, resumiu Tino Belli, diretor de desenvolvimento aerodinâmico da Indy.

Ou seja, usar um modelo do passado, de uma 'ex-rival' da categoria, mostra que às vezes é bom abrir o horizonte, para novas vertentes.

“O trabalho segue em progresso, mas estamos confiantes com a situação atual do desenvolvimento dos carros de 2018”, disse Jay Frye, chefão da Indy. “O carro tem um visual arrojado, os dados de performance do simulador estão atingindo nossos objetivos e os avanços de segurança são substanciais”, seguiu.

Uma característica importante do modelo é a padronização dos kits aerodinâmicos. Chevrolet e Honda não vão darão sequência ao desenvolvimento da aerodinâmica nos carros da categoria.
O carro de 2018 irá à pista pela primeira vez por volta de julho, em testes promovidos pela própria Indycar em local a ser definido.

Após renovar com Chevy e Honda para o fornecimento de motores por mais alguns anos, e com a Dallara para fornecimento de chassis, com um novo carro a caminho, resta vermos uma categorias com custos mais baixos para atraírem equipes e patrocinadores na temporada integral. Pois 21 carros no grid e apenas 8 equipes, é triste de se ver. Pois em outros tempos, viámos 27/28 carros por etapa. Que o processo de recuperação ajude a atrair novos retornos e envolvidos, pois ao que parece, o novo bólido será bem interessante de se ver e guiar.

Foto: A ilustração abaixo, compara o carro de 2018 com o de 2017. Os contornos em branco representam as linhas aplicadas no modelo atual. Via - Indycar

















Por: Leonardo Bueno

Compartilhe isto

Posts Relacionados