90 minutos para acreditar.

13:11:00
Salve nação São Paulina! 

Após a atuação regular na partida contra os nossos fregueses, Cruzeiro, o tricolor não conseguiu finalizar e perdeu a partida de ida pela Copa do Brasil. A desvantagem é grande, mas não vamos esquecer o porquê somos o clube da fé, certo?!

O primeiro tempo foi páreo, jogo bom de assistir, o meio campo do Cruzeiro parecia muito bem organizado enquanto o do São Paulo totalmente ofensivo. A defesa do time de azul, consistente, o que dificultou a infiltração de Luiz Araújo que pareceu anulado no jogo. Lucas Pratto tentou (até demais), mas não finalizava com maestria e parecia reafirmar o quanto o São Paulo estava sem poderio de finalização nessa noite fria de quinta feira. O grande problema não foram as faltas de chances, mas sim, as finalizações totalmente ineficientes. 

No segundo tempo, o banho de água fria: Pratto em tentativa de afastar a bola alçada por Thiago Neves em uma cobrança de falta, cabeceou para as redes, 1x0. Algum tempo depois, também em bola parada, Hudson (a lei do ex não falha) marcou contra o São Paulo. O volante que atua temporariamente pelo Cruzeiro, sequer comemorou.
Imagem: ESPN.Uol
Apesar da derrota, podemos destacar alguns pontos positivos e construtivos dessa partida. Vejamos com calma a atuação do time da capital que, a todo momento, foi superior que o Cruzeiro na criação. 

Jucilei: O volante que veio desacreditado por alguns, em suas poucas atuações se mostra bem dinâmico. O jogador de 29 anos, muitas vezes, alternava com Rodrigo Caio e Thiago Mendes em suas respectivas funções. Thiago Mendes é um volante que sobe muito, faz bem a saída de bola para o ataque e ontem, vez ou outra revezava essa característica com o Jucilei, que mostrou qualidade em sua saída também. Rodrigo Caio por sua vez, ia até a posição de volante (a sua de origem por sinal) enquanto Jucilei fazia a cobertura de cabeça de zaga.
Imagem: ESPN.Uol
Junior Tavares: Apesar de jovem, se mostra muito participativo, efetivo. Não desiste das jogadas e vive uma ascensão muito boa. Na partida de ontem foi importante na defesa e no ataque, alçando bolas e fazendo a cobertura muito bem de seus adversários.
Imagem: SPFC.Net
Esses foram dois nomes que precisava destacar, afinal, ambos vêm se superando a cada partida. Enalteço também Lucas Pratto que, apesar de marcar um dos gols do Cruzeiro, é um cara que me agrada por ser técnico e raçudo ao mesmo tempo. Ontem infelizmente não estava em um bom dia, mas peço a torcida que reveja lances anteriores do cara, veja sua movimentação em campo, veja a expressão de Lucas ao ficar 2 jogos sem marcar um gol. 

Ainda existem 90 minutos pra mostrar em Minas o porquê a alcunha de clube da fé é nossa, temos 90 minutos para fazer o impossível. Se teve uma coisa que aprendi durante 16 anos amando o São Paulo é nunca, repito, nunca desacreditar daquele que ostenta 3 estrelas. Daquele que fez o mundo se curvar 3 vezes diante a onipotência do gigante. Se as tuas glórias vêm do passado, sua grandeza permanece no presente. Meu grito de apoio é mais alto do que as vozes que ecoam pessimismo, do que as vozes que não lembram do que somos capazes, do que fomos e do que somos. Perdoai-vos pai, ELES NÃO SABEM O QUE FALAM!
Imagem: São Paulo FC.
EU ACREDITO!

Natália Andrade
Siga-nos no Twitter: SPFC_VQTTV 

Compartilhe isto

Posts Relacionados