Caxias x INTERNACIONAL: E de novo, teste para o coração colorado. Somos finalistas.

18:29:00
D'10S e um felizardo invasor erguendo as mãos para o céu. Foto: Ricardo Duarte/ Internacional (divulgação).

Foi uma partida com algumas coisas óbvias, Caxias não iria se "acadelar" diante de sua torcida, afinal, por mais que o Internacional conheça de ponta á cabeça, o centenário é casa do Caxias.

O Internacional perdia algumas chances de abrir o placar como sempre, mas maior delas foi com Edenilson, que poderia ter definido para o gol sem a necessidade de cortar do goleiro, porém cortou do goleiro e ainda por cima errou. Lomba, no entanto sentiu um desconforto e foi substituído por Keiller. Logo após este lance, numa jogada de contra-ataque a equipe grená concluiu a gol, com a bola passandro entre Alemão (LD) e Léo Ortiz (ZAG).

A peleia teve de tudo, inclusive Zago simulando ser atingido por um jogador rival na ocasião (alô, globo). Com direito a discussões entre o mesmo e Wagner, camisa 10 grená. Numa jogada do adversário, o zagueiro Léo Ortiz optou por fazer a falta, só que na área. Com isso, mais uma confusão e expulsão de Brenner. Eis que chega a cobrança e Keiller se posiciona de maneira correta e defende.

Acaba o jogo no tempo normal, chegando a hora de decidir. D'Alessandro, como sempre desestabilizando os adversários, em sua primeira cobrança complementa pra o gol e provoca a torcida dos polenteiros da serra. CENAS LAMENTÁVEIS. Com direito ao médico do oponente querendo brigar com D'Alessandro. Todas as cobranças do time de vermelho foram convertidas. Keiller, que entrou numa fogueira pós-Lomba, se destacou depois de defender mais um pênalti e com isso ir para a final.

Saudações ao professor Daniel Pavan, preparador de goleiros. Que permeneça conosco eternamente, és um monstro.

Próximo confronto será contra o Novo Hamburgo, no Beira-Rio para o primeiro jogo que decide o campeonato gaúcho. Domingo dia 30 ás 16h00.

Compartilhe isto

Posts Relacionados