Seis opiniões, que não devemos ter sobre o Palmeiras!

18:47:00

O torcedor palmeirense cuspiu marimbondos - e com razão -, após ver uma equipe passiva e inativa em campo.
Sabemos que a equipe pode render muito mais, porém o palestrino e a palestrina deve ter a consciência de que deve ter em mente, críticas construtivas e não críticas vazias. 
Portanto, listarei CINCO opiniões que o torcedor NÃO tem direito de ter, sobre o atual PALMEIRAS

1- Não seja incoerente - Eduardo Baptista nunca foi unanimidade, e nunca será
Supondo que o Palmeiras conquiste todas as competições que disputar em 2017, ele não terá mérito algum, mediante a 90% da torcida que o corneta. Se vence, ele não faz mais que a obrigação, e se perde a culpa é TODA depositada a ele. Ou seja, a incoerência impera. E caso o Palmeiras supere a desvantagem do último domingo, chegue decisão do campeonato paulista e conquiste o título, o torcedor falará que 'Ganhar o Paulistinha não é nada. Quero ver no Brasileirão e sequência de Libertadores'. Se você de fato é Palmeirense, apoie e incentive. Mas quando cobrar, cobre do jogador que não acerta um passe, de um jogador que fica fora de posicionamento e falha na marcação, de um atleta que não mostra disposição para 'dar a vida' dentro campo... enfim, culpar totalmente Eduardo pelas derrotas e não dar um mérito pelas vitórias, é algo que VOCÊ NÃO TEM DIREITO A TER.

2- Cornetar Borja - Ora, você quer cobrar 21 gols por jogo de um atacante que está há SETENTA dias vivendo no Brasil? Você pensa que não pesa? Pesa sim. Língua nova, cultura nova fazem um salceiro na cabeça do atleta. E olha que Borja tenta, apesar de não ser aquele Borja que esperamos, é um Borja que luta, busca algo para a equipe. Diante da Ponte, assim como toda equipe alviverde, o camisa 12 teve atuação apática. Mas enquanto fisicamente esteve bem, foi o único perigoso proposto a defesa do adversário. Nitidamente cansado no segundo tempo, rendeu menos. Mas no tópico a seguir, entenderão o motivo para queda física. Não apenas do Borjão, mas de toda a equipe.

3- Físico não atrapalha - Como não? Jogador de futebol não é uma máquina. São seres humanos como nós. Você até pode questionar o fato de que recebem salários exorbitantes, mas eles não são robôs. É comprovado clinicamente, que para um jogador poder atuar bem, no aspecto físico, requer ao menos 72 horas. Jogo ocorreu com intervalo de 63. Além de forte calor. Não é nada, mas aliado a falta de foco, é um dos fatores que atrapalhou. Longe de ser preponderante, mas contribuiu.

4 - O Palmeiras não depende apenas de patrocínios, e nisso cabe dizer: O PALMEIRAS SOBREVIVE MUITO BEM, SEM A CREFISA! Como? Em dados divulgados no site do clube - está no ar para quem quiser ver -, que o Palmeiras com patrocínios, arrecadou R$90 milhões. E COM TORCEDORES, o Palestra arrecadou R$103 MILHÕES. Falar que o clube virou entidade de mecenas, você não tem o direito a falar. Evidente que o patrocínio que injeta bom montante, ajuda a montar equipe boa, que luta por vitórias, títulos e etc., gerando um ciclo que faz a máquina girar. Mas 'Crefisadependência' não existe, tampouco segunda 'Era Parmalat'. O Palmeiras está prevenido, em algo dando errado.

5 - Torcedor paga e cobra, sempre de forma correta. - Não é verdade.  Existem torcedores do Palmeiras que torcem contra a equipe, para ver mudanças na equipe. Você jamais será palestrino(a) de verdade. Nas vitórias e derrotas, independente do que ocorrer, apoie quem representa o manto da Sociedade Esportiva Palmeiras. Não há direito algum em torcer contra, por nâo agradar x ou y profissional. Acredite sempre, e após isso cornete.


6- Jamais subestime o maior campeão nacional, pois se duvidar de nosso potencial, você verá que nlssa história é muito maior que as adversidades da vida.


Mas no momento, o foco real é: #AtéOApitoFinalPalmeiras









Foto: Djalma Vassão/ Gazeta Press














Por: Leonardo Bueno

Compartilhe isto

Posts Relacionados