Em busca da vitória, Tricolor estreia em casa contra o Avaí no Brasileirão e quer os 3 pontos.

18:42:00
Rogério Ceni, técnico do São Paulo, chama de
Rogério Ceni, técnico do São Paulo, chama de "medonho" gol sofrido pelo time contra o Cruzeiro em jogada de lateral (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Depois da eliminação na Sul-Americana e da derrota para o Cruzeiro na estreia do Brasileirão, fora de casa, o São Paulo ganhou 8 dias livres para treinamento para esfriar os ânimos, recuperar os jogadores machucados e treinar forte para encarar o Avaí, em busca da primeira vitória no campeonato - como o tricolor perdeu e o time catarinense empatou, os dois times irão ao Morumbi querendo os 3 pontos, mesmo com amplo favoritismo são-paulino -.

Cueva tenta dominar a bola na derrota para o Cruzeiro (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Cueva tenta dominar a bola na derrota para o Cruzeiro (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)


Claramente notou-se que o time jogou bem contra o Cruzeiro, mas teve medo na hora de arriscar jogadas mais agudas, tabelar, entrar com mais velocidade e chutar mais na área adversária (e até de fora da área): isso tem a ver e muito com a falta de confiança vivida pelo mau momento do time, que amargou 3 eliminações em menos de 1 mês e isso cabe não só ao psicólogo (ou psicóloga) do clube, mas também ao técnico em perceber quem sentiu mais e quem se abalou menos com essas eliminações: não é o caso de poupar o elenco inteiro, obviamente, mas de colocar no banco alguns jogadores e fazer com que entrem no segundo tempo, por exemplo.

Muito mais que os 3 pontos, o São Paulo precisa muito da vitória: afinal, no sábado, dia 27, tem o clássico contra o Palmeiras - a vitória em casa fará o ambiente carregado do Morumbi ficar mais leve, sem contar que o time irá para o Choque-Rei mais confiante que foi para enfrentar o Avaí - .

Rogério Ceni, ciente de que o time só tem o Brasileirão pela frente, não poderá reclamar de maratona de jogos: terá semanas livres para treinamentos (algo que só teve depois de duas eliminações) entre várias rodadas e também que a pressão sobre ele só aumenta a cada resultado negativo do São Paulo - está mais que na hora de reconhecer os erros do time, melhorá-los e recolocar o time no rumo das vitórias o mais rápido possível -.


Curiosidades:



Pelo Brasileiro, de 2009 a 2015, os times fizeram 8 jogos: 3 vitórias são-paulinas, 3 empates e 2 derrotas. Vale ressaltar que o Avaí ficou 30 anos disputando a Série B - 1978 a 2008 -.



O São Paulo marcou 9 gols e sofreu 6 e a maior vitória em casa nesse confronto também é tricolor: 2x0, pelo Brasileiro de 2009.


Escalação provável: Renan Ribeiro; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Jucilei, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Lucas Pratto e Luiz Araújo (Wellington Nem).

Rumo à vitória, São Paulo!




Twitter: @ManoelRocha4 @Soberano

Compartilhe isto

Bacharel em Direito, acompanha futebol desde sempre e dá seus pitacos quando é e quando não é chamado. Ama o S.P.F.C. incondicionalmente e despreza os rivais, a menos que estejam em boa fase, nesse caso, os odeia.

Posts Relacionados