As horas passam, mas a saudade não. 3 anos sem Fernandão.

14:19:00

Eterno nos corações de quem ama futebol. Foto: Desconhecida

Agora exatamente são 11h05 da manhã de uma quarta-feira, o ponteiro do relógio quer mudar de local, se deslocar, enquanto eu estarei batendo numa tecla inconsolável, interminável chamada saudade. Caro capitão, as coisas por aqui não estão fáceis, perdemos nosso orgulho maior por culpa daqueles gananciosos, que desde sempre tentam elitizar nosso clube, fomos julgados de forma constrangedora por buscar nossos direitos, por nós irmos atrás da verdade e por batermos de frente com quem mancha o esporte mais popular no mundo. Melhor deixarmos isso quieto.

11H10m, o tic-tac do relógio insiste em ecoar, são 1095 dias de muita saudade, eu não sou bom com números, detesto exatas, mas não há exata maior que a saudade de quem foi parte daquele escudo vermelho das querências gauchas. 10 de julho de 2004, vindo da França para desfilar sua capacidade em ler o jogo, posicionar-se diante do arqueiro adversário e estufar a rede rival, momento épico o qual estávamos agradecendo por entender que ali por diante, uma era digna de toda a expressão alvirrubra estaria por ressurgir.

12H19m e por aqui estou a lembrar de tua maneira fácil em sorrir, incentivar e acolher o próximo, mesmo entre os mais novos do grupo de 2006, era um pai para todos, um líder. Um filho para cada funcionário do Gigante para sempre, que dirá seu gentil e seu pernambuco. A situação do nosso time está caótica, creio eu que tu também esteja sofrendo conosco, por tu seres parte nossa.

13H45m e parei para refletir, perdoa-me por aclamar tanto por ti, tirar a tua pessoa de o seu descanso precoce, porém merecido quando a coisa aperta, ainda custo a compreender porque tu foste embora. Atualmente eu compreendo, o homem também gosta de boas companhias, aquelas que caracterizam-se de amor, essência, relevância e carisma, por isso te quis lá com ele. As palavras soam repetitivas, a saudade também.

13H53m por fim, siga em paz, olhando por nós, ajoelhando por nós e venerando a nossa torcida, sei que seguirás sempre.

Com carinho, um torcedor. Te amamos, capitão.

Compartilhe isto

Posts Relacionados