Palmeiras triunfa e goleia o Bahia

11:03:00

O Palmeiras venceu o Bahia, em um dos melhores jogos do Campeonato Brasileiro até aqui. Se tecnicamente não foi um primor, a peleja foi muito bem disputada. O Palmeiras claramente volta a utilizar sua marcação alta, pressionando o adversário em seu campo de defesa, e tentando sufocá-lo. O problema é que haviam falhas nos encaixes dessa marcação, que permitiram através de lançamentos longos - algumas vezes com muito perigo - a equipe baiana chegar com perigo a meta de Fernando Prass, que quando exigido, fez um excelente trabalho.

O jogo poderia ter sido 5-4, 6-5, enfim, merecia um score alto, devido a quantidade de chances criadas. Se no primeiro tempo houve empate por 1x1, o Palmeiras acabou merecendo vencer por 3-1 no segundo tempo. Pois o Verdão foi mais eficiente nas finalizações, e fez por merecer o placar, que precisávamos muito. Um resultado que não fosse a vitória, poderia colocar a crise na porta da Academia De Futebol, e ficar por um fio de ser efetivada. Ainda bem que ela não veio. Ufa!

No primeiro tempo, a equipe alviverde teve um pênalti duvidoso, convertido por Róger Guedes. Já os baianos empatar após uma blitz dentro da área de Fernando Prass, que após duas defesas sensacionais, viu o meia Vinícius empatar a partida.

No segundo tempo, o jogo seguiu franco. Com gols de Keno e Jun... Mina, o Palmeiras abriu 1x3, e dava a impressão que havia liquidado a fatura, após um golaço de Keno e um gol via Cucabol, com Mina marcando um gol que era praticamente de Juninho. Mas em cima da linha de gol, o colombiano utilizou seu pé 46 e efetivou o gol. Mas instantes após o terceiro gol, Juninho falhou de forma grotesca, e João Paulo meio que aos trancos e barrancos diminuiu o marcador, dando esperanças ao tricolor da boa terra. Mas no apagar das luzes, em um contragolpe que Erik quase estragou, William Bigode - que não havia feito praticamente nada durante o jogo - marcou outro golaço em um giro após embaixadinha, e sacramentou a boa vitória do agora décimo segundo colocado Palmeiras.

Agora o Palestra enfrentará na próxima quarta-feira às 21 horas, o Atlético-GO no Allianz Parque. Já o Bahia, visitará o Itaquera FC, na Arena Odebrecht em São Paulo, na quinta-feira.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2 X 4 PALMEIRAS

Local: Estádio Octávio Mangabeira/ Arena Itaipava Fonte Nova, em Salvador

Data: Domingo, 18 de junho de 2017
Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA)
Assistentes: Bruno Boschilia (FIFA) e Victor Hugo Imazu dos Santos

Público total: 33.621 pessoas
Renda: R$ 1.052.472,00

Cartões amarelos: Régis Souza (BAHIA); Keno, Juninho e Willian (PALMEIRAS)

GOLS:
BAHIA: Vinicius, aos 44 minutos do primeiro tempo; João Paulo, aos 39 da etapa final
PALMEIRAS: Róger Guedes, aos 17 minutos da primeira etapa; Keno, aos três, Yerry Mina, aos 37, e Willian, aos 47 minutos do segundo tempo

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Rodrigo Becão e Matheus Reis (Armero); Juninho (João Paulo) e Renê Júnior; Vinícius (Gustavo Ferrareis), Zé Rafael e Mendoza; Edigar Junio (Sim, é Junio mesmo)
Técnico: Jorginho

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke (Tchê Tchê), Yerry Mina, Juninho e Egídio; Thiago Santos (Luan) e Jean; Róger Guedes, Guerra e Keno (Erik); Willian
Técnico: Cuca













Foto: Futura Press










por: Leonardo Bueno

Compartilhe isto

Posts Relacionados