Com emoção até o apito final, Corinthians e Flamengo empatam em Itaquera

11:06:00
 Corinthians x Flamengo, sem dúvida, foi um dos assuntos mais comentados da semana. Melhor defesa x Melhor ataque. O duelo entre as duas maiores torcidas do Brasil era cercado por expectativas de ambas as partes. 


globoesporte.com

 O timão buscava ampliar sua sequência invicta, aumentar sua vantagem sobre o vice-líder da competição e obviamente ter o gostinho de ganhar do rival, em casa. Além disso, se ganhássemos o jogo, nos sagraríamos campeões simbólicos do 1° turno, sem ter de esperar o resultado de Grêmio e Santos.


 Já o Flamengo, precisava da vitória para aliviar à pressão após a derrota sofrida diante do Santos, na vila Belmiro, pela Copa do Brasil. E havia também toda expectativa sobre a estreia de Diego Alves, como ele se sairia defendendo a meta rubro-negra pela primeira vez? 


 O jogo começou. O Flamengo precisava do resultado, e tendo o melhor ataque da competição, partiu para cima e ditou o ritmo da partida nos primeiros minutos. E o Timão agradeceu, já que ceder a bola ao adversário e jogar no contra-ataque tem sido o estilo de jogo adotado por Fábio Carille


 Aos 12 minutos, aconteceu o lance mais polêmico da partida. Maycon entrou na área pela direita e cruzou para trás. Lá estava Jô, como sempre, para mandar a bola para as redes. O centroavante chegou até a ensaiar um início de comemoração, mas o árbitro Ricardo Marques já havia anulado o gol. Erroneamente. Jô estava em posição legal por incríveis 3 metros. Veja a imagem: 

torcedores.uol.com.br
 O gol mal anulado, pareceu mexer mais com o Flamengo do que com o próprio Corinthians. O rubro-negro recuou e viu aos 21 minutos, após lançamento de Balbuena, Jô partir em velocidade e marcar. Dessa vez, não tinha como anular. 1x0 para o Coringão. 

esporte.uol.com

 No segundo tempo, as coisas mudaram. O Flamengo voltou mais ofensivo e sufocou o Corinthians. Eram muitas bolas lançadas na área, e em cada uma delas, nós corinthianos, prendíamos a respiração. Que sufoco!

 E, como diz o ditado "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura", o Flamengo, com tantas jogadas aéreas conseguiu, emfim, seu gol. E que golaço! Réver deixou tudo igual em Itaquera, com um belo chute de voleio.

esporte.uol.com
 E se nós já estávamos nervosos antes do empate, imaginem agora. Cada minuto parecia uma eternidade. O Flamengo atacava e o Corinthians defendia. Diego, livre, chutou por cima do gol e nossos corações quase saíram pela boca.

 O Timão não poderia perder para o Flamengo em casa, ver sua série de 31 jogos de invencibilidade ir embora. Não, não, não. Isso não poderia acontecer.


 Aos 43, outro susto. O travessão salvou após Berrío cruzar rasteiro e Pedro Henrique tentar afastar, quase marcando um gol contra. Foi aí que tive a certeza de que o Corinthians não perderia aquele jogo, se aquela bola não entrou, nenhuma entraria. 


 Dizem que quem não faz....também não toma. O Corinthians aos 45, desperdiçou a chance da vitória. Jô recebeu na área e bateu rasteiro, Diego Alves se esticou e conseguiu fazer a defesa. E os minutos finais foram de emoção, até o apito final do árbitro. 


 Mesmo sem a vitória, o Corinthians se sagrou campeão simbólico do 1° turno do Campeonato Brasileiro ( já que a vantagem para o vice-líder é de 8 pontos, com somente 6 a serem disputados). O Coringão também tem a história a seu favor. Afinal, nas 14 edições anteriores, em 11 o título ficou com o "campeão" da primeira parte da competição.


 O próximo compromisso do alvinegro será contra o Atlético-MG no Mineirão, quarta-feira, pela 18° rodada do campeonato e a penúltima desse 1° turno. 


 Está claro que nada está ganho, o Corinthians tomou um sufoco do Flamengo no jogo de hoje. Erros precisam ser corrigidos, mas estamos no caminho certo. 


 Trabalho e foco Corinthians, a Fiel torcida sempre te apoiará! Estamos juntos nessa!

Compartilhe isto

Posts Relacionados