Justiça não é Alê Oliveira, mas decreta R$20 milhões a mais ao Palmeiras

09:18:00

Após longa briga judicial de 13 meses, o Palmeiras chegou a um acordo com o ex-agente de Gabriel Jesus, Fábio Caran. Pelo acordo definido, o Palestra ficará com cerca de R$ 20 milhões dos R$ 28 milhões que o empresário teria direito, sobre a venda do atacante ao Manchester City – o aumento no lucro é resultado de uma manobra do departamento jurídico do clube.

O acordo foi realizado sob sigilo no Tribunal de Justiça de São Paulo, azeitado pelo departamento jurídico palestrino e autorizado pelo presidente Mauricio Galiotte. Procurados, Palmeiras e Fabio Caran não se pronunciaram oficialmente a respeito. O Alviverde, qu teria direito a 30% da operação da venda de Jesus, acabará ficando com algo entorno dos 50% - inicialmente previsto para R$ 35,1 milhões, o lucro aumentou para R$ 55,1 milhões, pela cotação da época da negociação.

As informações via Uol Esporte, confirmam que se antigamente o jurídico palmeirense não era lá essas coisas, agora mostra estar mais hábil para exercer ações, ainda mais com grana, que sempre será bem vinda. E prova que para empresário meter a mão no clube, o larápio em questão deverá ser muito mais inteligente. Pois se não for astuto, verá a casa cair.








Foto: Rodrigo Faber









por: Leonardo Bueno

Compartilhe isto

Posts Relacionados