Will Power teve 'ajuda divina' para vencer em Pocono

16:47:00

Quem pensa que Power venceu de forma estupenda a Pocono 500, esquece de um detalhe em meio a recuperação assombrosa do australiano da equipe Penske: O MOTIVO DE SUA PARADA REPENTINA, NOS BOXES.

Sim, o motivo de Power ter chego aos boxes foi um fator decisivo para a vitória. Não entendeu? Explicarei a seguir:

Power, tinha acabado de ultrapassar Tony Kanaan pelo quarto lugar no final do primeiro terço da corrida, quando um ajustador da asa dianteira de seu carro partiu, fazendo colapsar o apoio de sua asa dianteira. Tanto que David Faustino, engenheiro do carro #12 explicou detalhamente o caso:

“Numa peça aerodinâmica que dá suporte, a asa dianteira fica plana. Não sei como ela cedeu, mas havia muita turbulência nas retas e curvas. Por consequência, havia muita carga aerodinâmica. Por isso Will teve muita sorte por não ter escapado numa curva. Porque se batesse na situação que estava, fatalmente o levaria direito ao muro" Disse Faustino.

"Quando veio para boxes, mudamos sua asa dianteira e ele ficou a uma volta dos primeiros colocados. Por isso, retiramos a carga aerodinâmica para ajudar o equilíbrio do carro e ajudá-lo a andar em rítimo forte com o ar limpo" Concluiu.

Ou seja, além de sorte e competência, Penske e Power tiveram uma ajudinha divina, para chegarem a terceira vitória de seu carro prateado #12, e recolocarem São 'Power' na briga pelo caneco.








Foto: Matthew O'Haren/ USA TODAY Sports









por: Leonardo Bueno

Compartilhe isto

Posts Relacionados